Notícias

Rede municipal de SP atende mais de 7 mil estudantes migrantes

Desde 2016, cidade possui política pública para assegurar direitos a essa população, além disso, oferece um curso de português para adultos

Publicado em: 25/06/2021 11h05 | Atualizado em: 25/06/2021
Imagem de uma estudante migrante da Educação Infantil da Rede Municipal de Ensino brincando no gira-gira.

A rede municipal de São Paulo possui 7.777 estudantes migrantes matriculados, vindos de cerca de 100 países diferentes. Entre as nacionalidades, a mais representativa é a boliviana, seguida da haitiana; há também um número significativo de estudantes originários da Venezuela, Angola, Paraguai, Peru, Argentina, Japão, Colômbia e Estados Unidos da América.

Nesta sexta-feira (25) é celebrado o Dia do Imigrante. Desde 2016, a cidade São Paulo conta com uma Política Municipal para Imigrantes, instituída pela Lei 16.478, que inclui os refugiados e garante e promove o direito à educação, desburocratizando o processo de matrícula garantindo acesso, permanência e conclusão dos estudos.

No ano passado, o número de alunos migrantes na rede era 7.350. No total, eles representam cerca de 0,7% do universo de matriculados na rede. Embora o número seja pequeno proporcionalmente, a realidade muda de escola para escola, chegando, em alguns casos, a representar a maioria dos estudantes – como ocorre no CIEJA Perus I, na Diretoria Regional de Educação (DRE) Pirituba-Jaraguá.

‘O Haiti é aqui’

Além de ser a escola com o maior número de alunos vindos de outro país, a unidade possui um projeto político pedagógico acolhedor para esses estudantes. Vendo a necessidade de integrar brasileiros e haitianos a unidade desenvolveu o projeto “O Haiti é aqui … em Perus!”, que realizou uma festa com tema de cultura haitiana e a inclusão de comidas típicas no cardápio da merenda.

“Quando a gente cozinha alguma coisa haitiana aqui é muito legal, porque eles entram e já falam: cheiro do Haiti!”, comenta Franciele Busico Lima, coordenadora geral do CIEJA Perus I. Essa e outras práticas podem ser conhecidas através do documento “Orientações Pedagógicas – Povos Migrantes”, que reuniu relatos de boas práticas e orientações de acolhimento e integração para a rede municipal e pode ser conferido pelo link: https://educacao.sme.prefeitura.sp.gov.br/wp-content/uploads/2021/05/Povos_Migrantes_OD.pdf .

Uma das frentes do Núcleo para a Educação das Relações Étnico- corresponde aos Migrantes, que desenvolve ações e projetos de prevenção e combate ao preconceito, discriminação, racismo e xenofobia e de fortalecimento de múltiplas identidades étnico-raciais e culturais. Além de planejar e promover formação continuada dos profissionais da rede municipal.

Portas Abertas: Português para Imigrantes

Além de ter uma política focada nos estudantes, desde setembro de 2017, a cidade de São Paulo conta com um curso de português permanente gratuito destinado aos adultos. Ele é oferecido de forma descentralizada nas escolas municipais de todas as regiões de São Paulo e com professores da rede.

O projeto tem o objetivo de promover os direitos para a população migrante e da cidade de São Paulo, assegurando seu acesso, permanência e aprendizagem na escola, propiciando sua inserção no mercado formal de trabalho e promovendo sua regularização migratória. Podem participar da iniciativa pessoas com idade igual ou superior a 18 anos, independentemente de sua situação documental.

Notícias Mais Recentes

Relacionadas

Fotografia de mãos unidades e a logomarca da crece
Festival Literário

EMEF Célia Regina Lekevicius Consolin promove Festival literário para toda a comunidade

Publicado em: 19/04/2024 4h16 - em Diretoria Regional de Educação Jaçanã/Tremembé

Um professor segura o braço de uma estudante que sobe em uma corda. Ao fundo, uma floresta e um rio.

Estudantes da Rede Municipal visitam Polo de Ecoturismo de São Paulo

Publicado em: 18/04/2024 6h16 - em Secretaria Municipal de Educação

Fotografia mostra seis pessoas sentadas em uma bancada vermelha, atrás deles se lê

Secretaria Municipal de Educação promove encontro formativo para educadores sobre proteção escolar

Publicado em: 18/04/2024 3h16 - em Secretaria Municipal de Educação

Uma criança com uniforme da prefeitura toca em um tablet em cima de uma mesa

Estudantes da Rede Municipal de Ensino ganham recurso para aprender Matemática

Publicado em: 18/04/2024 2h07 - em Secretaria Municipal de Educação

1 2 3 1.440