Notícias

Projeto Mulher no Esporte promove ações para incentivar o protagonismo feminino no esporte na Rede Municipal

A Divisão de Esporte, Corpo e Movimento, responsável pela execução do projeto, prevê série de atividades como cursos, festivais e competições

Publicado em: 22/09/2022 15h46 | Atualizado em: 22/09/2022

  Imagem com o fundo em mosaico colorido em tons de lilás, azul e verde, onde se lê "Projeto Mulher no Esporte" com uma silhueta de mulher dentro de um círculo roxo.

A Secretaria Municipal de Educação de São Paulo, por meio da Divisão de Esporte, Corpo e Movimento – DIESP da Coordenadoria dos CEUs e Educação Integral (COCEU), desenvolve o Projeto Mulher no Esporte. O projeto visa discutir, refletir e fomentar o acesso livre às atividades físicas e esportivas, utilizar o esporte educacional como ferramenta de desenvolvimento integral, inclusão social, emancipação e diminuição da disparidade entre gêneros.

Foi criado em continuidade às ações de políticas públicas que ocorreram durante as ações do “Março Mulher”. Entre suas metas está mapear a participação feminina nas atividades esportivas dos atendimentos dos CEUs da cidade de São Paulo para construir coletivamente uma metodologia que atenda às necessidades e o direito de acesso e permanência das meninas e mulheres nas atividades esportivas.

Além disso, pretende ampliar e promover o acesso à prática de atividades físicas e desportivas utilizando como princípios norteadores básicos para o projeto – o cuidado, o acolhimento e a escuta.

Formação

A DIESP tem oferecido formações aos Analistas em Informações, Cultura e Desporto Educação Física dos CEUs e aos profissionais de Educação Física que atuam com esporte escolar na Rede Municipal de Ensino.

A finalidade é mapear a situação atual dos atendimentos dos CEUs e planejar, para além de formações, ações para reverberar em toda prática esportiva e consequentemente no âmbito social de todo território da cidade de São Paulo.

Atividade presencial

No último sábado, dia 10 de setembro, aconteceu o encontro presencial do curso híbrido “A Atividade Física e Esportiva para Mulheres: do Direito ao acesso!”, no auditório da Secretaria Municipal de Educação, promovido pela Divisão de Esporte, Corpo e Movimento – DIESP da Coordenadoria dos CEUs e Educação Integral (COCEU). 

 Em continuidade às ações de políticas públicas que ocorreram durante o projeto “Março Mulher” a SME/COCEU/ DIESP ofereceu o Curso híbrido: “A Atividade Física e Esportiva para Mulheres: do Direito ao acesso!” que contou com o encontro presencial que ocorreu neste sábado, 10/09/2022, na SME.

As aulas começaram em agosto como parte do projeto Mulher no Esporte. A ação contou com 100 vagas para professores de Educação Física que atuam nas Escolas Municipais e nos Centros Educacionais Unificados (CEUs).

A atividade foi ministrada por Vivian de Paula Viegas, professora do CEU EMEF Feitiço da Vila, Mestre em Educação pela PUC-SP, pesquisadora sobre diversidade com ênfase em gênero e preconceito. 

 Ao longo do curso, abordou-se a prática de atividades físicas pelo gênero feminino, da infância à adolescência e da fase adulta à terceira idade, com o objetivo de promover uma reflexão sobre a participação e a permanência das mulheres no esporte e lazer nas Unidades Educacionais.

Histórico do país em participação feminina nos esportes

Entre 1941 e 1979, vigorou um decreto-lei, pelo presidente Getúlio Vargas, que proibia mulheres de praticar esportes sob o argumento de “prejudicar a maternidade”. Até hoje no Brasil, a porcentagem de meninas que abandonam a prática esportiva na puberdade é de 36% e apenas 37% das mulheres praticam esportes em algum momento da vida – contra 53,1% dos homens, de acordo com o Diagnóstico Nacional do Esporte de 2015.

Foi apenas nas Olimpíadas do Rio de 2016 que, pela primeira vez na história dos Jogos Olímpicos, a participação feminina atingiu o marco de 45,29% de atletas participantes entre os 11.437 confirmados. Já nos Jogos Olímpicos de Tóquio de 2021 o número aumentou, com 48,8% de mulheres inscritas. Esses dados mostram a importância de adotar medidas para combater a desigualdade de gênero no meio esportivo desde a infância.

Próximas atividades

Após a conclusão do curso “A Atividade Física e Esportiva para as Mulheres: do direito ao acesso!”, o protagonismo feminino continuará sendo promovido pela DIESP no “Apresenta CEU”, um festival de Ginástica Para Todos, com danças, expressões folclóricas, unindo a arte e as práticas culturais ao prazer de se exercitar. O evento ocorrerá dia 5 de novembro, no teatro do CEU Quinta do SOL. Os 58 CEUs de São Paulo, além de  3 CECIs (Centro de Educação e Cultura Indígena), poderão se inscrever no festival, que é aberto para todas as idades. As inscrições podem ser feitas até 30 de setembro. Clique aqui e faça sua inscrição. 

 Para 2023, estão previstas rodas de conversa com o público feminino que frequenta os CEUs, a fim de consolidar polos e espaços de fomento de festivais esportivos e competições que estimulem o protagonismo feminino, utilizando o esporte e atividade física como instrumentos de transformação social.

 

Notícias Mais Recentes

1 2 3 1.457