Notícias

Projeto Consciência Negra na EMEF Ayrton Oliveira

Objetivo do projeto é mostrar aos estudantes a importância da história africana

Publicado em: 29/11/2017 18h14 | Atualizado em: 30/11/2020

consciencia_negra_ayrton_oliveira_740_x_430.jpg

A EMEF Ayrton Oliveira, da Diretoria Regional de Educação Capela do Socorro – DRE CS, realizou nos dias 16 e 17 de novembro, quinta e sexta-feira, o Projeto “Consciência Negra”. A iniciativa teve o objetivo de refletir sobre a importância de garantir a todos os estudantes o conhecimento sobre a história africana.

“Consideramos que se de fato estamos na construção de uma sociedade democrática, é necessário o reconhecimento da história da cultura africana não somente nas contribuições, mas também na constituição efetiva da nação brasileira. Dessa forma, desconstruímos a visão de que existe uma história única construída a partir de uma cultura hegemônica e refletimos sobre a construção de uma nova postura crítica frente à História do Brasil e do Mundo”, explica o professor David Aguiar, um dos professores responsáveis pelo projeto.

Por meio do conhecimento da cultura africana, a Unidade Educacional debateu os estereótipos que ainda existem sobre o continente africano e aproximou a história aos estudantes, explicando sobre o preconceito e os problemas que isso causa na sociedade.

A diretora Alcina Carvalho discutiu sobre a necessidade de institucionalizar uma política pública de “educação racial e de superação do racismo, garantindo a construção do direito social à vida e à dignidade humana”.

As coordenadoras da EMEF, Michele Aparecida e Juliana Araújo, debateram junto com professores e estudantes sobre a importância da história africana, que, normalmente, não é discutida com muita frequência.

Os professores Rafael Campolongo e Sérgio Ricardo resgataram, junto com os estudantes, a origem do jogo de Mancala e proporcionaram o desenvolvimento do raciocínio lógico sobre a Consciência Negra.

Segundo o documento do projeto, feito pela equipe da EMEF, “os professores da EMEF Ayrton desenvolveram atividades em sala de aula a partir da diversidade e multiplicidade que existe no cotidiano, tendo como princípio a construção de uma sociedade que se engaja no respeito, na convivência e no diálogo”.

Notícias Mais Recentes

Relacionadas

EMEF cria escape room sobre mitologia grega para estimular o raciocínio lógico dos estudantes

EMEF cria escape room sobre mitologia grega para estimular o raciocínio lógico dos estudantes

Publicado em: 02/12/2022 1h47 - em Secretaria Municipal de Educação

foto ilustrativa de estágio

Prática de estágio em escola municipal é reconhecida pela Prefeitura de São Paulo

Publicado em: 02/12/2022 12h18 - em Diretoria Regional de Educação São Mateus

Educador Em Destaque

SME homenageia e premia professores da Rede Municipal no Educador em Destaque 2022

Publicado em: 01/12/2022 4h25 - em Secretaria Municipal de Educação

Uniceu

Quatro polos da Rede UniCEU estão com inscrições abertas para especialização gratuita

Publicado em: 01/12/2022 2h32 - em Secretaria Municipal de Educação

Fotofrafia de uma pessoa com jaleco branco segurando uma escova de dentes gigantes e conversando com uma criança e duas pessoas adultas ao lado dela. Todos estão sorrindo e sentados à mesa que também possui uma dentadura gigante sobre ela.

Secretarias da Saúde e da Educação oficializam Programa Saúde na Escola

Publicado em: 01/12/2022 1h08 - em Secretaria Municipal de Educação

1 2 3 1.300