Notícias

Projeto Consciência Negra na EMEF Ayrton Oliveira

Objetivo do projeto é mostrar aos estudantes a importância da história africana

Publicado em: 29/11/2017 18h14 | Atualizado em: 30/11/2020

consciencia_negra_ayrton_oliveira_740_x_430.jpg

A EMEF Ayrton Oliveira, da Diretoria Regional de Educação Capela do Socorro – DRE CS, realizou nos dias 16 e 17 de novembro, quinta e sexta-feira, o Projeto “Consciência Negra”. A iniciativa teve o objetivo de refletir sobre a importância de garantir a todos os estudantes o conhecimento sobre a história africana.

“Consideramos que se de fato estamos na construção de uma sociedade democrática, é necessário o reconhecimento da história da cultura africana não somente nas contribuições, mas também na constituição efetiva da nação brasileira. Dessa forma, desconstruímos a visão de que existe uma história única construída a partir de uma cultura hegemônica e refletimos sobre a construção de uma nova postura crítica frente à História do Brasil e do Mundo”, explica o professor David Aguiar, um dos professores responsáveis pelo projeto.

Por meio do conhecimento da cultura africana, a Unidade Educacional debateu os estereótipos que ainda existem sobre o continente africano e aproximou a história aos estudantes, explicando sobre o preconceito e os problemas que isso causa na sociedade.

A diretora Alcina Carvalho discutiu sobre a necessidade de institucionalizar uma política pública de “educação racial e de superação do racismo, garantindo a construção do direito social à vida e à dignidade humana”.

As coordenadoras da EMEF, Michele Aparecida e Juliana Araújo, debateram junto com professores e estudantes sobre a importância da história africana, que, normalmente, não é discutida com muita frequência.

Os professores Rafael Campolongo e Sérgio Ricardo resgataram, junto com os estudantes, a origem do jogo de Mancala e proporcionaram o desenvolvimento do raciocínio lógico sobre a Consciência Negra.

Segundo o documento do projeto, feito pela equipe da EMEF, “os professores da EMEF Ayrton desenvolveram atividades em sala de aula a partir da diversidade e multiplicidade que existe no cotidiano, tendo como princípio a construção de uma sociedade que se engaja no respeito, na convivência e no diálogo”.

Notícias Mais Recentes

Relacionadas

Fotografia de uma mão feminina preenchendo um gabarito

São divulgados os gabaritos das provas objetivas dos concursos para professores da RME

Publicado em: 18/01/2023 12h03 - em Secretaria Municipal de Educação

Fotografia de uma mão fazendo o sinal de libras seguida da palavra LIBRAS

SME divulga o resultado da etapa de análise documental para contratação de apoio em Libras

Publicado em: 18/01/2023 11h52 - em Secretaria Municipal de Educação

Curso Especialização Tecnologia da InformaçãoUfabc

Especialização em Tecnologias e Sistemas de Informação é oferecida em quatro polos da Rede UniCEU

Publicado em: 17/01/2023 12h59 - em Secretaria Municipal de Educação

Foto de crianças da Emebs Lucie Bray fazendo pintura em plástico transparente. Uma professora os auxilia

SME abre cadastro de professores para atuar nas EMEBS, de ensino para surdos

Publicado em: 17/01/2023 10h47 - em Secretaria Municipal de Educação

Estágio Butanta

DRE Butantã promove Mutirão do Estágio nesta segunda (16)

Publicado em: 13/01/2023 4h04 - em Secretaria Municipal de Educação

1 2 3 4 5 1.310