Notícias

Prefeitura inaugura creche em homenagem à cantora Elza Soares na região do Jaçanã 

Com investimento de R$ 4,4 milhões, unidade tem capacidade para atender cerca de 150 bebês e crianças de 0 a 3 anos 

Publicado em: 23/04/2024 16h47 | Atualizado em: 23/04/2024
Fachada da unidade escolar CEI Elza Soares

O prefeito Ricardo Nunes entregou nesta terça-feira (23), na região da Subprefeitura Jaçanã/Tremembé, na Zona Norte, a 22ª unidade educacional inaugurada desde 2023. Trata-se de uma creche dotada de toda infraestrutura para receber até 150 crianças de 0 a 3 anos e que homenageia a cantora Elza Soares, um ícone da música popular brasileira.

“A inauguração desta unidade traz duas importantes ações: a primeira é ofertar creche com qualidade, e a outra é fazer uma homenagem à Elza Soares. Elza Soares foi uma das maiores cantoras da música brasileira e precisamos trabalhar para que nossas crianças não passem pelo que ela passou:  se casou com 12 anos, foi mãe aos 13.  Queremos que nossas crianças frequentem as creches, saiam delas e continuem seus estudos”, disse Ricardo Nunes ao inaugurar o Centro de Educação Infantil.

O prefeito lembrou que São Paulo está sem fila para creches pelo quarto ano consecutivo, graças a parcerias firmadas com Organizações da Sociedade Civil (OSCs) e à ampliação de vagas nas CEIs já existentes, garantindo atendimento de todas as famílias cadastradas. “Nossa cidade é referência para o país e para o mundo. Enquanto aqui zeramos as filas das creches, o Brasil ainda tem 2 milhões de crianças sem vaga.”

O Centro de Educação Infantil (CEI) Elza Soares foi construído pela Secretaria de Infraestrutura Urbana e Obras (SIURB), em parceria com a Secretaria de Educação (SME), com investimento de R$ 4,4 milhões.

A unidade tem salas para banho e troca, cozinha, refeitório, lactário (espaço para higienização de mamadeiras e alimentos), copa para bebês, solário, brinquedoteca com varanda e playground externo, além dos espaços administrativos como secretaria e almoxarifado.

A estrutura também segue as normas de acessibilidade para atender a todos com conforto e segurança. Além disso, a unidade educacional está equipada com dispositivos sustentáveis, como água de reúso e placas solares, para aquecimento da água utilizada nos banheiros.

Desde o 2023 até hoje, foram inauguradas 22 unidades educacionais, das quais 18 são Centros de Educação Infantil (CEIs), três Escolas Municipais de Educação Infantil (EMEIs) e o Centro Municipal de Educação Infantil (CEMEI) Professor Dalmo de Abreu Dallari, que atende crianças de 0 a 5 anos. Até o final do ano serão entregues 45 novas unidades.

“A inauguração do CEI Elza Soares, além de uma homenagem a essa grande cantora, também expressa o compromisso do prefeito no combate ao racismo”, enfatizou o secretário Municipal de Educação, Fernando Padula.

Para o secretário de Infraestrutura Urbana e Obras, Marcos Monteiro, a entrega de mais um CEI reforça o compromisso da Prefeitura em manter zerada a fila da creche na capital e a importância do desenvolvimento das crianças na fase da primeira infância.

“Estamos executando o maior programa de obras da cidade de São Paulo. Nunca foram feitas tantas intervenções. Todas as escolas da rede municipal direta estão passando por reformas ou novas obras, nas quais estão sendo aplicados R$ 3 bilhões”, explicou a secretária-adjunta de Infraestrutura Urbana e Obras, Adriana Boggio.

Homenagem   

O nome da unidade é uma homenagem à cantora, compositora e intérprete Elza Soares da Conceição, que morreu em 20 de janeiro de 2023 e deixou um grande repertório em diversos ritmos musicais como samba, jazz, samba-jazz, sambalanço, bossa nova e soul. Foi intitulada pela rádio BBC como a melhor cantora brasileira do milênio.

De origem humilde, nasceu no dia 23 de junho de 1930, na favela Moça Bonita, atual Vila Vintém, no Rio de Janeiro. Sua carreira musical começou com um teste na Rádio Tupi em 1953 no programa “Calouros em Desfile”. Obrigada pelo pai a se casar com 12 anos de idade, aos 13 já era mãe. Elza teve sua infância marcada por dificuldades, que não desanimaram a jovem que tentava trilhar os caminhos da música.

Seu último disco é intitulado “A Mulher do Fim do Mundo”, que foi vencedor do Grammy Latino e escolhido entre os dez melhores álbuns de 2016 pelo jornal “The New York Times”. Elza deixou um grande legado de força, empoderamento negro, resiliência e superação da fome e outras dificuldades da vida.

O CEI Elza Soares é a sexta unidade educacional batizada em homenagem a personalidades negras inauguradas desde 2023.

Fotos

Notícias Mais Recentes

Relacionadas

Fotografia de uma mão segurando um lápis sobre uma folha de respostas.

Provas para o Vestibulinho da ETEC – 2º Semestre de 2024 acontecem neste domingo (09)

Publicado em: 07/06/2024 4h51 - em Secretaria Municipal de Educação

441b66e8 A593 44ad 9a0b 443264c551ea
Figura em tons beges com desenhos de

Curso sobre Arquivos Públicos Municipais acontece nesta segunda-feira (10) na Câmara Municipal

Publicado em: 07/06/2024 2h29 - em Secretaria Municipal de Educação

Emef Gonzaguinha (1)

Estão abertas as inscrições para as XVI Olimpíadas Estudantis e XIII Interceus

Publicado em: 07/06/2024 1h12 - em Secretaria Municipal de Educação

fotografia de jovens cadeirantes praticando tênis de quadraParalimpíadas

CEUs oferecem modalidade paralímpicas através de parceria com o Comitê Paralímpico Brasileiro

Publicado em: 07/06/2024 12h58 - em Secretaria Municipal de Educação

1 2 3 4 1.456