Notícias

Prefeitura desenvolve plano de recuperação de aprendizagens com aulas extras de 4h a 10h semanais para estudantes da rede municipal

Dados da Prova SP 2021 apontam que aumentou o índice de alunos com proficiência abaixo do básico em todas as áreas do conhecimento; medida visa recuperar defasagem agravada pela pandemia

Publicado em: 14/02/2022 12h38 | Atualizado em: 15/02/2022
Estudante Com Máscara escrevendo em um livro ilustrado

A Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria Municipal de Educação, desenvolveu o Projeto de Fortalecimento das Aprendizagens para todos os estudantes da rede municipal. Os alunos que apresentarem maior defasagem poderão participar da recuperação paralela, com aulas semanais complementares de 4h a 10h, ministradas no contraturno. As atividades terão início ainda no 1º bimestre do ano letivo, que começou no dia 7 de fevereiro.

Paralelamente, todos os estudantes da Rede Municipal terão acesso à recuperação contínua no período regular das aulas. Ela se dará nos três ciclos (Alfabetização, Interdisciplinar e Autoral), em todos os componentes curriculares. Para Língua Portuguesa e Matemática, a SME desenvolveu os cadernos do projeto Conhecer Mais, material pedagógico produzido a partir da priorização curricular para apoiar as aprendizagens neste período.

A medida prevê assegurar que todos tenham condições favoráveis para aprender, tendo em vista que o período de afastamento das aulas presenciais por conta da pandemia trouxe prejuízos para a aprendizagem. O projeto, ainda, pretende contribuir com a meta 22 do Plano Municipal da Educação, que prevê alfabetizar as crianças até o final do 2º ano do Ensino Fundamental.

Recuperação paralela para cada um dos ciclos  

Os estudantes com mais dificuldades diagnosticadas nas avaliações externas e internas, vulnerabilidade social, baixa ou sem frequência escolar em 2021, poderão ser encaminhados para a recuperação paralela pela equipe escolar no conselho de classe, ao final de cada semestre letivo. Haverá um trabalho específico para cada um dos Ciclos.

A estimativa é de que em torno de 45% dos estudantes dos Ciclos Interdisciplinar e Autoral, que fizeram a Prova São Paulo, sejam atendidos nessas atividades no contraturno.

No Ciclo de Alfabetização,  do 1º ao 3º ano do ensino fundamental, a recuperação será focada em  Língua Portuguesa, com 4h aulas semanais, além do período regular. Já a partir do primeiro semestre serão atendidos os estudantes do 2º e 3º anos com mais dificuldades. No segundo semestre do ano, também passam a participar da recuperação, as crianças do 1º ano, que necessitarem de apoio no processo de alfabetização.

No Ciclo Interdisciplinar, do 4º ao 6º ano do ensino fundamental, os estudantes serão atendidos em 4h aulas semanais pelo Projeto de Apoio Pedagógico (PAP) nos componentes de Língua Portuguesa e Matemática. Também poderá ser ofertado a este ciclo, a recuperação em Língua Portuguesa, caso haja na Unidade Escolar estudantes que não se apropriaram da base alfabética de escrita.

Os estudantes do Ciclo Autoral, matriculados do 7º ao 9º ano, serão atendidos em 10h semanais, sendo 2h/aula por dia, nos componentes curriculares de Língua Portuguesa, Matemática, Ciências Naturais e Ciências Humanas como extensão de jornada aos estudantes.

Formação de professores e apoio de estagiários

A recuperação paralela abrirá a possibilidade de os professores da Rede Municipal complementarem a jornada docente, chegando a 40h semanais. As aulas serão atribuídas em fevereiro de 2022.

Além disso, para auxiliar os docentes nesse trabalho, a SME vai oferecer formações nos horários coletivos de estudo da escola e por meio da Formação da Cidade, que ocorrerá em 2h/aula semanais, vai reforçar a didática e as estratégias para a recuperação das aprendizagens. Haverá, ainda, formação de professores das Diretorias Regionais e do Núcleo de Acompanhamento e Apoio à Aprendizagem, e ampliação da oferta de estágio de estudantes de Pedagogia para apoio nas salas de alfabetização da Rede.

Outra assistência aos professores virá com uma série de videoaulas sobre as habilidades em que os estudantes demonstraram pouco domínio na Prova São Paulo.

A equipe do Núcleo de Apoio e Acompanhamento para a Aprendizagem (NAAPA) foi ampliada de 39 para 54 psicopedagogos. Os profissionais são responsáveis por fornecer apoio às escolas das 13 Diretorias de Educação da cidade para promover a aprendizagem entre os estudantes com maior vulnerabilidade social.

Defasagem agravada pela pandemia

Dados da Prova São Paulo 2021 apontaram que a defasagem em matemática, língua portuguesa e ciências naturais entre estudantes da rede municipal de ensino aumentou (veja tabelas ao final do texto).

Em ciências naturais, são 56% dos alunos do 6º ano (último ano do Ciclo Interdisciplinar) classificados com conhecimento abaixo do básico; em 2019 eram 39%. No 9º ano (último ano do Ciclo Autoral), os alunos apontados nesta faixa – a pior na escala de proficiência – chegam a 63%; antes eram 43%.

Em língua portuguesa, a Prova São Paulo mostrou que são 35% dos alunos do 6º ano abaixo do básico. Em 2019, eram 19%. Já entre o 9º ano, a defasagem aumentou ainda mais: subiu de 25% para 52% classificados como abaixo do básico.

Em matemática, 51% dos estudantes do 6º ano têm conhecimento abaixo do básico – no dado anterior eram 36%. No 9º ano, são 56% nesta faixa da escala – em 2019 eram 36%.

“Esse resultado reflete o cenário não só de São Paulo, mas do Brasil todo. Por isso, desenvolvemos um plano para contemplar todos os estudantes, especialmente os que tiveram a aprendizagem ainda mais prejudicada pela pandemia”, afirma o secretário Fernando Padula.

Os resultados dos estudantes do 3º ano, que encerram o Ciclo de Alfabetização, ainda estão sendo computados.

Veja as tabelas do resultado da Prova São Paulo 2021:

Gráfico 6º ano CN Abaixo do básico 2019 - 39% 2021 - 56% Básico 2019 - 38% 2021 - 29% Adequado 2019 - 20% 2021 - 13% Avançado 2019 - 3% 2021 - 3%

 

Gráfico 6º ano LP Abaixo do básico 2019 - 19% 2021 - 35% Básico 2019 - 38% 2021 - 39% Adequado 2019 - 34% 2021 - 23% Avançado 2019 - 9% 2021 - 3% Gráfico 6º ano MT Abaixo do básico 2019 - 36% 2021 - 51% Básico 2019 - 42% 2021 - 34% Adequado 2019 - 20% 2021 - 13% Avançado 2019 - 2% 2021 - 2% Gráfico 9º ano CN Abaixo do básico 2019 - 43% 2021 - 63% Básico 2019 - 46% 2021 - 31% Adequado 2019 - 9% 2021 - 5% Avançado 2019 - 1% 2021 - 1% Gráfico 9º ano LP Abaixo do básico 2019 - 25% 2021 - 52% Básico 2019 - 53% 2021 - 38% Adequado 2019 - 19% 2021 - 9% Avançado 2019 - 3% 2021 - 1% Gráfico 9º ano MT Abaixo do básico 2019 - 36% 2021 - 56% Básico 2019 - 53% 2021 - 38% Adequado 2019 - 10% 2021 - 6% Avançado 2019 - 1% 2021 - 1%

 

Notícias Mais Recentes

Relacionadas

Estudantes sentados na quadra jogando vôlei sentado.

DRE São Miguel realiza 1º Festival de Vivências Paralímpicas

Publicado em: 07/12/2022 8h24 - em Diretoria Regional de Educação São Miguel

Imagem onde se lê

SME realiza I Congresso de Educação em Gênero e Diversidade

Publicado em: 07/12/2022 8h18 - em Secretaria Municipal de Educação

imagem com o texto Esse Lugar Que Tanto Amo

Embaixada da França promove ações voltadas para profissionais da educação

Publicado em: 06/12/2022 4h24 - em Secretaria Municipal de Educação

Fotografia mostra 5 estudantes sentados. Na frente deles há um tecido no chão, com cestas com frutas de brinquedo e livros em cima

Escola da Rede Municipal de SP monta barraca literária em feira livre

Publicado em: 06/12/2022 3h57 - em Secretaria Municipal de Educação

Fotografia de uma estudante negra, ela está concentrada escrevendo no livro sobre sua mesa.

Está aberto período de inscrição para estudantes do Ensino Fundamental e Médio

Publicado em: 05/12/2022 12h43 - em Secretaria Municipal de Educação

1 2 3 1.302