Notícias

Poeta Sérgio Vaz visita AEL da EMEF José Honório Rodrigues

Escritor é patrono da Academia da escola

Publicado em: 25/05/2018 17h20 | Atualizado em: 30/11/2020

poeta_sergio_vaz_740_x_430.jpg

A Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) José Honório Rodrigues, da Diretoria Regional de Educação (DRE) São Miguel, recebeu, no dia 17 de maio, a visita do autor Sérgio Vaz. O poeta tem participado de atividades em escolas de diferentes cidades, acompanhado dos poetas Cocão Avoz e Jairo Periafricania, com a apresentação intitulada “#Poesia Conta a Violência”.

O autor respondeu a perguntas dos estudantes e falou sobre sua vinda para São Paulo ainda criança, quando foi morar no extremo sul da região metropolitana. No ano 2000, Vaz fundou a Cooperativa Cultural da Periferia (Cooperifa) que, em seu Sarau, recebe toda semana diversas pessoas no Jardim Guarujá para ler e criar poesia.

Além do bate papo realizado com os alunos e professores, o autor conheceu a Academia Estudantil de Letras (AEL) da escola, que o homenageia como patrono. Os alunos da AEL apresentaram excertos da obra de Vaz e musicaram os versos de seu poema “Eu te amo”.

O diretor da EMEF, Silvio Raimundo Chaves, fez um depoimento contando sobre sua extensa trajetória vinculada ao projeto Academia Estudantil de Letras. Em 2010, quando era Coordenador Pedagógico da EMEF Padre Serafim Martinez Gutierrez (DRE Penha), ajudou a fundar a AEL Ziraldo. Depois ele foi para a EMEF Danylo José Fernandes (DRE Itaquera) e levou a proposta do projeto à nova escola, fundando a AEL Walcyr Carrasco. Agora, como Diretor de Escola, tem a oportunidade de constituir mais uma academia. “É a terceira AEL da minha vida”, comemora Silvio.

Veja o depoimento:

www.youtube.com/watch?v=GCFsnap4KQY

A Assistente de Direção, Jacilene Rodrigues de Almeida, também tem uma história anterior no projeto AEL. “Eu conheci a AEL quando ingressei na Prefeitura, na EMEF Danylo José Fernandes (AEL Walcyr Carrasco) e me apaixonei pela iniciativa. Em 2016, estava na EMEF Benedito Calixto, que ainda não tinha o projeto, e levei a proposta, ajudando a fundar a AEL Mauricio de Sousa. Em 2017, recebi o convite para ser Assistente de Direção na EMEF José Honorio Rodrigues e a primeira coisa que conversamos na direção foi levar a AEL para a escola. A Suelizinha, da equipe gestora do projeto, visitou a unidade e as professoras aderiram ao projeto. Ter a oportunidade de conhecer nosso patrono foi muito especial. Ele nos acolheu como se fossemos amigos há anos”, conta Jacilene.

A professora Virlene Oliveira da Silva, Professora Orientadora da Sala de Leitura (POSL) e Coordenadora dos Estudos Literários na AEL, se sentiu encantada pelo projeto e tem acompanhado um melhor desempenho dos alunos desde então. “Eles passaram a ler bem mais e se dedicaram muito aos seus amigos literários: Shakespeare, Edgar Allan Poe, autores ainda pouco estudados pelos alunos”, relata Virlene.

A professora orientadora de Informática Educativa e coordenadora das atividades de Teatro da AEL, Fernanda Ilário da Silva, valoriza o trabalho de formação de leitores realizado pela Academia. “A leitura me encanta, ela nos leva para outro mundo, podemos imaginar e recriar as histórias. O hábito de ler traz liberdade e segurança, promove experiências, enriquece o vocabulário das pessoas. Trazer o projeto para a escola foi importante para os alunos gostarem de ler mais, ampliarem a cultura. É fabuloso, estou a cada dia mais encantada”, observa Fernanda.

Para a estudante Kathleen de Souza Teixeira, a AEL é como se fosse a sua segunda família. “Hoje foi um dos melhores dias da minha vida. Eu interagi com o Sérgio Vaz, ele é uma pessoa muito legal, os poemas dele são brilhantes”, conta Kathleen. Já segundo Thayna Souza Toledo, representante da cadeira n° 1 – do patrono da AEL, a Academia ajudou-a a melhorar a leitura e a desenvolver sua expressão corporal. “Os poemas de Sérgio Vaz são especiais na minha vida. Ele conta a nossa realidade. Na AEL eu conheci autores e livros novos e aprendi a declamar poemas. Agora estou estudando muito para a Fundação da AEL”, ressalta Thayna.

A AEL Sérgio Vaz será fundada no dia 23 de agosto, às 14h, no CEU Vila Curuçá.

Notícias Mais Recentes

Relacionadas

Estudantes sentados na quadra jogando vôlei sentado.

DRE São Miguel realiza 1º Festival de Vivências Paralímpicas

Publicado em: 07/12/2022 8h24 - em Diretoria Regional de Educação São Miguel

Imagem onde se lê

SME realiza I Congresso de Educação em Gênero e Diversidade

Publicado em: 07/12/2022 8h18 - em Secretaria Municipal de Educação

imagem com o texto Esse Lugar Que Tanto Amo

Embaixada da França promove ações voltadas para profissionais da educação

Publicado em: 06/12/2022 4h24 - em Secretaria Municipal de Educação

Fotografia mostra 5 estudantes sentados. Na frente deles há um tecido no chão, com cestas com frutas de brinquedo e livros em cima

Escola da Rede Municipal de SP monta barraca literária em feira livre

Publicado em: 06/12/2022 3h57 - em Secretaria Municipal de Educação

Fotografia de uma estudante negra, ela está concentrada escrevendo no livro sobre sua mesa.

Está aberto período de inscrição para estudantes do Ensino Fundamental e Médio

Publicado em: 05/12/2022 12h43 - em Secretaria Municipal de Educação

1 2 3 1.302