Notícias

Período de rematrícula para estudantes da Rede Municipal de SP está aberto

Responsáveis pelos alunos que já estão matriculados nas escolas municipais precisam assinar rematrícula; inscrição para alunos do Ensino Fundamental de fora da rede começa em dezembro

Publicado em: 11/11/2022 14h40 | Atualizado em: 18/11/2022
Imagem mostra uma menina em uma sala de aula com a parede amarela ao fundo. Ela usa uma máscara azul, camiseta branca com a logomarca da Prefeitura de São Paulo. Está olhando e sorrindo para a câmera.

A informação sobre as unidades em que os alunos irão estudar no próximo ano letivo acontece a partir do dia 13/12 (Foto: Ana K. Muner)

A Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria Municipal de Educação (SME), está com as inscrições abertas para a rematrícula dos estudantes da Rede Municipal. Os alunos que já estão matriculados nas escolas municipais têm vaga garantida para as séries seguintes, entretanto os responsáveis precisam assinar a ficha de rematrícula nas escolas.

A divulgação dos resultados, com os nomes das escolas em que o aluno está matriculado, ocorre a partir do dia de 17 de novembro para crianças da EMEI, e 6 de dezembro para bebês e crianças matriculadas nas creches e 1º ano do Ensino Fundamental.

Já para os estudantes que ainda não fazem parte da Rede Municipal, os responsáveis devem comparecer à escola mais perto da residência com documentos e preencher a “Ficha de Matrícula” (veja a lista de documentos necessários abaixo).

Para a Educação de Jovens e Adultos (EJA) o período de matrícula para o ano de 2023 para a Rede Municipal começa a partir de 21 de novembro. Para estudantes que queiram ingressar nos Ensinos Fundamental e Médio da rede pública, os cadastros poderão ser feitos a partir de 5 de dezembro. Já para a Educação Infantil, os pais ou responsáveis podem procurar as unidades escolares a partir do dia 2 de janeiro.

Os procedimentos para a solicitação ​de vaga variam de acordo com cada ciclo. Nesse caso, a escola para qual o aluno for direcionado deverá entrar em contato com a família ou com o próprio estudante (no caso de maiores de idade) para avisar sobre a efetivação da ​matrícula. Vale lembrar que ​o encaminhamento para matrícula ocorre por meio do georreferenciamento, que define como prioridade escolas próximas da casa do aluno.

Caso não haja vaga em unidade próxima da residência, o estudante terá a matrícula garantida em uma escola ​a mais de 1,5 km com direito ao Programa de Transporte Escolar Gratuito – TEG.

Documentos necessários para a matrícula da Educação Infantil – CEIs ou EMEIs:

– Documento de Identidade do aluno (Certidão de Nascimento, Registro Geral – RG ou Registro Nacional Migratório – RNM/Protocolo de Solicitação de Refúgio);
– Comprovante/declaração de endereço no nome do pai/mãe ou responsável legal;
– CPF do estudante e do pai/mãe ou responsável legal ou RNM/Protocolo;
– Telefones para contato, preferencialmente celular, e e-mail do pai/mãe ou responsável legal;
– Declaração de Vacinação atualizada – DVA;
– Cartão do Programa Bolsa-Família, se for o caso;
– Cartão do Sistema Único de Saúde.

Documentos necessários para a matrícula em EMEFs e EJA:

– Certidão de Nascimento, Registro Geral – RG ou Registro Nacional Migratório – RNM e CPF;
– Comprovante de endereço no nome do(a) pai/mãe ou responsável legal;
– Comprovante de escolaridade anterior, em caso de prosseguimento de estudos;
– Declaração de Vacinação atualizada – DVA.

Notícias Mais Recentes

Relacionadas

1 2 3 4 5 6 1.456