Notícias

Mulheres na Educação: conheça a história da Emilly Rodrigues, estudante do 7º ano, jovem repórter que adora ciências e sonha viajar o mundo

Garota se considera uma boa aluna e diz ter facilidade para aprender coisas novas

Publicado em: 12/03/2021 11h55 | Atualizado em: 15/03/2021

fotografia de uma garota negra com cabelos encaracolados - texto Série Mulheres na educação

Com apenas 12 anos e muito carisma, a estudante Emily Rodrigues é um dos destaques da Série Mulheres na Educação. Menina da Vila Iolanda, bairro da zona Leste de São Paulo, se declara como uma boa aluna e diz ter facilidade para aprender coisas novas, principalmente nas áreas de Ciências e Língua Portuguesa.

Emily estuda na Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Maílson Delane, da Diretoria Regional de Educação (DRE) Guaianases, desde o início de 2020. Antes, estudava em um colégio particular próximo à sua casa. Apesar do pouco tempo na nova escola, ela diz já ter feito algumas amizades e ter conquistado uma vaga no Projeto Imprensa Jovem em sua escola.  

Cursando o 7º ano e muito desenvolta ao se comunicar, a jovem repórter conta que, mesmo durante o período de pandemia decorrente da Covid-19, participa e aprende com as atividades propostas pela professora Luciana Chagas, que coordena o projeto na EMEF.

“Sempre gostei muito de conversar, sou extrovertida. O projeto está me ajudando a me soltar ainda mais e me expressar melhor”, declara a estudante que já teve oportunidade de participar de algumas coletivas de imprensa virtuais. Em 2020, no Encontro de Coletivos de Estudantes de Cidade Tiradentes, entrevistou o advogado e então vereador Caio Miranda. Em fevereiro deste ano, fez perguntas para a premiada astrofísica brasileira e professora da Universidade de Michigan, Dra. Marcelle Soares Santos.

“Antes de qualquer trabalho para o Imprensa Jovem, conversamos para entender como será o evento, depois fazemos reunião de pauta para bolar as perguntas coletivamente e, no final, fazemos um ensaio para ver se o enquadramento, luz e forma de falar estão bons”, completa. Emily confessa que tem bastante interesse também em atuar no projeto de Grêmio Estudantil da sua escola.  

Questionada sobre o período de distanciamento e aulas remotas, a estudante diz que sente falta do contato diário com os colegas e professores. Ainda assim, acredita que mesmo mais lentamente, tem conseguido cumprir as atividades e também aprender. “Como sou alfabetizada, tenho mais facilidade em entender as explicações e tarefas. Minha irmã tem oito anos e não está totalmente alfabetizada, ela tem mais dificuldade. Tento ajudá-la sempre que posso”, completa.

Emily percebe a importância da educação na sua vida e se considera uma boa aluna, além de organizada e esforçada. “Procuro sempre entender as coisas. Se não entendo, pergunto. Depois, tento perceber se consigo explicar o que aprendi. Assim, posso ensinar para quem precisar”, se orgulha.

A estudante gosta de passar o tempo lendo, assistindo filmes e séries, mas diz sentir saudades de encontrar as amigas e passear nos momentos de lazer. Conta que antes da pandemia gostava de frequentar shoppings, cinemas e parques. Por seu interesse em ciências, disse que ficou encantada ao conhecer o Planetário. Ela ainda não sabe ao certo qual carreira quer seguir quando estiver mais velha, porém, confessa que já teve vontade de ser bióloga ou professora de ciências.

“Quero estudar e ter estabilidade financeira, minha casa própria, as coisas que tenho vontade e viajar muito”, ressalta. Alguns dos sonhos da menina são fazer intercâmbio no Canadá, conhecer as paisagens paradisíacas da Tailândia e a rica história da Grécia.

Série Mulheres na Educação – Durante o mês de março, a Secretaria Municipal de Educação (SME) de São Paulo exibe em seus canais de comunicação a série dedicada às mulheres. São matérias com diferentes personagens femininas que estão em nossas escolas e que contam um pouco da sua trajetória na Rede paulistana. Conheça histórias de outras mulheres.

 

Notícias Mais Recentes

Relacionadas

Ilustração de uma jovem negra que é personagem da Revista Jovenilda e sua turma
fotos dos itens que compõe o uniforme das escolas da prefeitura de São Paulo
Fachada de uma Escola Tecnica Estadual - Etec

Aluno da EMEF Coelho Neto conquista primeiro lugar em curso da ETEC São Mateus

Publicado em: 27/01/2023 11h06 - em Secretaria Municipal de Educação

Foto de crianças da Emebs Lucie Bray fazendo pintura em plástico transparente. Uma professora os auxilia
fotografia de auditório com aReunião De Planejamento

SME promove Organização Pedagógica de 2023

Publicado em: 24/01/2023 5h08 - em Secretaria Municipal de Educação

1 2 3 1.310