Notícias

Metodologia Internacional medirá qualidade da Educação Infantil para crianças de 4 a 5 anos

Parceria entre Prefeitura e Fundação Maria Cecília Souto Vidigal avaliará EMEIs de São Paulo

Publicado em: 07/08/2019 11h40 | Atualizado em: 30/11/2020

qualidadeeducacaoinfantil_740x430.jpg

A Prefeitura de São Paulo firmou parceria com a Fundação Maria Ceciília Souto Vidigal, por meio da Secretaria Municipal de Educação, para avaliar a qualidade da Educação Infantil que é oferecida na Rede Municipal de Ensino para crianças de 4 a 5 anos matriculadas nas Escolas Municipais de Educação Infantil (EMEIs).

O instrumento de Observação de Aspectos Essenciais dos Ambientes de Aprendizagens – Measure of Early Learning Environments (MELE), desenvolvido originalmente por uma iniciativa da Unesco, Unicef, Banco Mundial e Brookings Institution, pretende desenvolver um processo de avaliação externa, por meio de análises em ambientes e oportunidades de aprendizagens na Educação Infantil.

A nova metodologia será aplicada por um agente externo à unidade educacional, que coletará informações observando o cotidiano de uma turma de pré-escola. A iniciativa está em sintonia com o Currículo da Cidade de São Paulo (Educação Infantil) e faz parte do Plano de Metas (Meta 3), que visa melhorar a qualidade da Educação Infantil.

É importante ressaltar que a avaliação não se propõe a premiar ou bonificar as unidades educacionais que tenham os melhores resultados, fazer ranqueamento das Escolas, avaliar a competência dos professores, mensurar a aprendizagem ou desenvolvimento das crianças, entre outros.

Está previsto para ocorrer nos dias 7 e 8 de agosto o projeto piloto em 6 EMEIs da cidade. A expectativa é verificar a eficácia desta nova metodologia. Os resultados obtidos nesta etapa não serão considerados na análise final da avaliação, prevista para ocorrer no primeiro semestre de 2020.

O teste final será realizado em 65 EMEIs, sendo 5 de cada Diretoria Regional de Educação (DRE). Todas as 65 unidades foram escolhidas aleatoriamente para o estudo, por sorteio, levando em consideração critérios de seleção que expressem a realidade da Rede Municipal de Ensino. Em cada Escola serão avaliadas uma turma de Infantil I (crianças de 4 anos) e uma turma de Infantil II (crianças de 5 anos), que serão sorteadas previamente.

O acordo foi firmado pelo Decreto n° 58.514 de 14 de novembro de 2018, e que visa “garantir as condições para a articulação intersetorial entre a Secretaria Municipal de Educação, Secretaria Municipal da Saúde e Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social, dos programas, projetos e ações para o atendimento integral na primeira infância”.

Por se tratar de Acordo de Cooperação Técnica a parceria não envolve a transferência de recursos financeiros entre as partes, nem a celebração de comodato, doação de bens ou qualquer outra forma de compartilhamento de recurso patrimonial.

A próxima etapa do projeto prevê a utilização da mesma metodologia, com possíveis adaptações, aos Centros de Educação Infantil (CEIs), que atendem crianças de 0 a 3 anos e unidades da Rede Parceira.

Notícias Mais Recentes

Relacionadas

Logotipo do Parlamento Jovem

Estudantes do 6º ao 9º do Ensino Fundamental podem se inscrever para o Parlamento Jovem 2022

Publicado em: 20/05/2022 1h04 - em Secretaria Municipal de Educação

Fotografia de uma estudante da Educação de Jovens e Adultos. Ela possui cabelos grisalhos, usa óculos e máscara de proteção individual. Ela está sentada atrás da sua carteira escolar e sobre a mesa tem seu material escolar.

Matrículas abertas para a Educação de Jovens e Adultos

Publicado em: 20/05/2022 8h00 - em Educação de Jovens e Adultos

Fotografia de uma réplica de uma pirâmide, mostrando um cartaz e um quadro.
Imagem aérea da empena de um Grafite com 128 metros quadrados no CEU Heliopolis

CEU Heliópolis ganha grafite de 128 m² que muda paisagem do bairro

Publicado em: 19/05/2022 12h30 - em Secretaria Municipal de Educação

Arte com a capa do documentário ‘Educação Presente para o Futuro’.
1 2 3 1.239