Notícias

Mais atenção aos protocolos de segurança nas aulas presenciais da rede pública municipal

4,5 mil mães de alunos auxiliarão no cumprimento dos protocolos sanitários de controle da Covid-19

Publicado em: 02/03/2021 13h39 | Atualizado em: 04/05/2021
Criança tendo sua temperatura aferida na porta da escola

O mês de março começa e, com ele, mais de três mil mães e moradoras das comunidades escolares iniciam trabalho junto aos educadores e estudantes que retornaram às aulas presenciais na rede pública municipal. Com o Programa Operação Trabalho (POT) Volta às Aulas, escolas passam a contar com mais auxílio para o cumprimento dos protocolos sanitários de controle da Covid-19.

As contratadas executarão tarefas importantes no dia a dia das Unidades Educacionais. Atuarão no monitoramento para o cumprimento das normas de distanciamento social, uso correto da máscara e do álcool em gel entre os estudantes.  Apoiarão os funcionários da escola para as boas práticas de higienização e segurança, com aferição de temperatura, higienização de equipamentos escolares e ambientes de uso coletivo.

No primeiro dia, 3.156 mulheres já assumiram suas vagas. As que foram convocadas para o trabalho, mas não puderam comparecer nos dias agendados, ainda podem procurar um dos 13 postos do CATE entre 10h e 16h para regularizar sua situação. O programa prevê a contratação de 4.590 pessoas.

Cada escola receberá três mulheres por seis meses.  Elas serão capacitadas pela Escola Municipal de Educação Profissional e Saúde Pública Professor Makiguti, que é vinculada à Secretaria do Trabalho.

Capacitação

Para atuar na função, as selecionadas serão capacitadas por meio de um curso on-line. Durante o período de permanência no POT Volta às Aulas, as participantes deverão cumprir também outras 24 horas mensais de qualificação profissional no Portal do Cate (cate.prefeitura.sp.gov.br).

POT Volta às Aulas

A iniciativa é uma parceria entre a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Turismo e as secretarias municipais de Saúde e da Educação. As 4.590 mulheres selecionadas recebem uma bolsa auxílio no valor de R$ 1.155,00 mensais para uma jornada de trabalho de 30 horas semanais divididas em 6 horas por dia. O período de atividades tem duração de seis meses, de fevereiro a julho de 2021.

Notícias Mais Recentes

Relacionadas

Imagem mostra, em primeiro plano, uma criança se alimentando. Ela está com uma colher na boca e um prato em sua frente. Ao fundo, outras crianças também comendo e funcionarias da escola auxiliando
Programação de dezembro- imigrante e cultura inclusiva

Migração e acessibilidade são eixos centrais da programação dos CEUs em dezembro

Publicado em: 06/12/2021 6h29 - em Secretaria Municipal de Educação

Mão infantil segurando massinha de modelar
mão feminina preenchendo gabarito de prova de concurso

SME convoca candidatos aprovados em lista específica de Negro, Negra ou Afrodescendentes

Publicado em: 04/12/2021 1h30 - em Secretaria Municipal de Educação

Imagem de uma professora sentada do chão. Ela segura um caderno com uma figura e mostra para a criança que está em pé em sua frente.

SME amplia em 1.068 o número de cargos para a Educação Infantil Municipal

Publicado em: 03/12/2021 5h08 - em Secretaria Municipal de Educação

1 2 3 1.212