Notícias

Fundação da Academia Estudantil de Letras Vinícius de Moraes

São 27 academias em escolas da Rede Municipal de Ensino

Publicado em: 08/08/2017 15h50 | Atualizado em: 30/11/2020

academia_estudantil_740_x_430.jpg

No dia 8 de agosto, o Teatro Nair Bello, do CEU Quinta do Sol, na zona leste de São Paulo, foi o palco da cerimônia da inauguração da Academia Estudantil de Letras (AEL) Vinícius de Moraes, da Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Firmino Tibúrcio da Costa, a 27ª AEL da Rede Municipal de Ensino da cidade de São Paulo.

No evento, os alunos da AEL Vinícius de Moraes foram recepcionados pelos integrantes da AEL Cora Coralina, a 26ª AEL, da EMEF Prof. Luis Washington Vita, em um cerimonial onde cada integrante da nova academia recebeu uma rosa de um estudante da AEL Cora Coralina e tomou posse de sua cadeira.

Além dos alunos da AEL Cora Coralina, comparecerem ao evento os integrantes da AEL Padre Antônio Vieira (EMEF Padre Antônio Vieira), a primeira AEL da Rede Municipal de Ensino e das AELs Eva Furnari (EMEF Barão de Mauá), AEL Arnaldo Antunes (EMEF Prof. Antônio Carlos Rocha) e AEL Pedro Bandeira (EMEF Saturnino Pereira), as três em processo de formação.

“Sempre que nasce uma nova AEL representa muito para mim! É a consolidação de um trabalho iniciado meses, às vezes até anos antes na escola. Um ‘trabalho de formiguinha’ até chegar ao grande dia da posse dos alunos”, disse Maria Sueli Fonseca Gonçalves, coordenadora das Academias Estudantis de Letras e assistente técnico de educação na Divisão Técnica de Programas Especiais da Diretoria Regional de Educação Penha.

Segundo Sueli, a próxima AEL a ser fundada deverá ser a AEL Pedro Bandeira (EMEF Saturnino Pereira), a primeira AEL da Diretoria Regional de Educação (DRE) Guianases, em cerimônia que será realizada no CEU Inácio Monteiro no dia 6 de setembro.

Já no dia 30 de outubro acontecerá a cerimônia de inauguração da AEL Graciliano Ramos (EMEF Chico Mendes) no CEU Aricanduva. Será a segunda AEL da DRE Itaquera.

Academia Estudantil de Letras – Criada em 2005 na Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Padre Antonio Vieira pela professora Maria Sueli Fonseca Gonçalves, atual assistente técnico de educação na Divisão Técnica de Programas Especiais da Diretoria Regional de Educação Penha, a Academia Estudantil de Letras estimula o gosto pela leitura e pela escrita ao trabalhar a autoestima dos alunos da RME. Em aulas que acontecem uma vez por semana no contraturno escolar, os estudantes tomam contato com a obra e vida de autores que vão dos clássicos aos contemporâneos. Na capital paulista já são 27 Academias Estudantis de Letras instaladas em escolas da Rede Municipal de Ensino.

Notícias Mais Recentes

Relacionadas

Imagem mostra três meninos brincando em um brinquedo inflável e sendo molhados por um jato de água.
Estudante é vacinada em escola municipal

Saúde inicia vacinação de adolescentes em escolas da rede pública de SP

Publicado em: 25/11/2021 5h23 - em Secretaria Municipal de Educação

Estudantes e professores em atividade na EMEF Amorim Lima

Estudantes da EMEF Amorim Lima realizam exposição sobre poluição luminosa

Publicado em: 24/11/2021 4h32 - em Secretaria Municipal de Educação

Professora de ensino fundamental em sala de aula

SME vai contratar 6.889 professores para diversas funções

Publicado em: 24/11/2021 2h15 - em Secretaria Municipal de Educação

banner de divulgação da VI Jornada Pedagógica

Profissionais da Educação Infantil participam da VI Jornada Pedagógica

Publicado em: 24/11/2021 11h39 - em Secretaria Municipal de Educação

1 2 3 1.210