Notícias

Fubá da Agricultura Familiar chega às Unidades Educacionais

Produto já compõe os cardápios das unidades desde o início de março.

Publicado em: 17/03/2016 11h50 | Atualizado em: 30/11/2020

sme_abre_chamada_publica_aquisicao_de_fuba_de_milho_740_x_430.jpg

A Coordenadoria de Alimentação Escolar (CODAE) da Secretaria Municipal de Educação (SME) realizou a compra de 81 toneladas de fubá de milho mimoso enriquecido com ferro e ácido fólico oriundo da Agricultura Familiar.

Desde o início desse mês, o produto passou a compor as refeições de mais de 400 mil crianças das Unidades Educacionais com gestão direta, mista e conveniada do serviço de alimentação da cidade de São Paulo. Foram investidos R$ 206.550,00 na compra do produto da Cooperativa Central dos Agricultores Familiares (COCAF), localizada na cidade de Jaú. Essa compra beneficiará 12 famílias da cidade.

A equipe de nutricionistas da CODAE testou na cozinha experimental três preparações que incluem o ingrediente. Dentre as receitas testadas e aprovadas está o Fricassê de Frango, uma receita adaptada de uma das ganhadoras do Concurso “Melhores Receitas da Alimentação Escolar”, realizado em 2015 pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

A tradicional polenta, também testada, já foi aprovada pelos alunos como relata Taiza Gomes do Centro de Educação Infantil (CEI) Mãe de Deus, da Diretoria Regional de Educação (DRE) Butantã. “Ficamos muito felizes com a chegada do fubá, a cozinheira fez polenta à Proteína Texturizada de Soja (PTS), nunca vimos as crianças comerem tão bem”, disse Taiza.

As receitas podem ser encontradas no Informativo Técnico nº 03/2016, que dispõe informações sobre o envio do produto, curiosidades e sugestões de preparações com o ingrediente.

Clique aqui e veja o Informativo Técnico SME/CODAE nº 03/2016 – Março 2016.

Agricultura Familiar – Até 2012, menos de 1% dos recursos do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) era investido em alimentos da agricultura familiar. Em 2014, este índice subiu para 17%, com a compra de gêneros como arroz orgânico, arroz parboilizado, feijão carioca, banana, suco de laranja integral e suco de uva integral (ambos sem adição de açúcar).

Em 2015, foram investidos aproximadamente R$ 25 milhões na aquisição de alimentos direto de famílias agricultoras. Além dos produtos já adquiridos no ano anterior, foi possível a compra de carne suína, arroz parboilIzado orgânico, farinha de mandioca, iogurte e frutas cítricas.

Para este ano, além dos alimentos da agricultura familiar, há o desafio de aumentar a quantidade de alimentos orgânicos adquiridos. Isso por conta da Lei 11.640/15, que delibera a inserção progressiva de alimentos orgânicos na Rede Municipal de Ensino.

Notícias Mais Recentes

Relacionadas

Cowparede - fotografia de esculturas de vacas pintadas por artistas

CEU Paraisópolis recebe exposição CowParade

Publicado em: 25/11/2022 1h01 - em Secretaria Municipal de Educação

Fotografia de grupo de estudante tocando instrumentos de percussão

EMEF Imperatriz Leopoldina forma ritmistas com ‘batucada’

Publicado em: 25/11/2022 10h00 - em Secretaria Municipal de Educação

Capa do Álbum de Mancala Awelé feito por um estudantes.

Confira o resultado do concurso “Meu Álbum de Mancala Awelé”

Publicado em: 24/11/2022 11h37 - em Secretaria Municipal de Educação

Viii Jornada Pedagógica
Foto posada com os participantes do Slam da DRE Santo Amaro

5º edição do Slam Nossa Voz reúne professores e estudantes na zona sul de São Paulo

Publicado em: 23/11/2022 3h08 - em Diretoria Regional de Educação Santo Amaro

1 2 3 1.298