Notícias

Formação Inicial para educadores do PROJOVEM Urbano

Mídias e Tecnologias para o exercício da cidadania

Publicado em: 21/01/2016 14h31 | Atualizado em: 04/05/2021

formaca_inicial_projovem_urbano.jpg

A Secretaria Municipal de Educação, por meio da Divisão de Orientação Técnica de Educação de Jovens e Adultos (DOT-EJA), promoveu no mês de outubro a Formação Inicial dos educadores selecionados para atuar, a partir de 23 de fevereiro de 2016, no PROJOVEM Urbano.

A formação inicial foi realizada na FAPCOM com a presença de 200 educadores. A programação contou com convidados e palestrantes que dialogaram sobre temáticas étnicas-raciais, de gênero e identidades, mundo da cultura e do trabalho, cidadania e as relações com as juventudes. A formação dos educadores teve como principal objetivo a ampliação do universo cultural, conhecimento do material didático- pedagógico e uma discussão qualificada do perfil do jovem atendido, uma vez que os núcleos estão instalados em territórios JUVIVA.

Diversas atividades de formação foram possibilitadas por meio de parcerias entre a DOT-EJA e os Núcleos e Divisões da Secretaria Municipal de Educação.

O Núcleo “Nas Ondas do Rádio” apresentou a Educomunicação como metodologia para o diálogo entre estudante e educador, potencializando o protagonismo autoral no processo formativo. Segundo Carlos Lima, coordenador do Núcleo, o professor precisa desenvolver a escuta às demandas e especificidades dos estudantes, favorecendo a aprendizagem e emancipação dos jovens atendidos pelo PROJOVEM Urbano. Nesse sentido, as atividades de comunicação, sobretudo a produção audiovisual e a leitura crítica da mídia, irão colaborar para a promoção da cultura do jovem, desenvolver a cultura de paz e potencializar a formação para o mundo do trabalho.

O Núcleo de “Tecnologias para a Aprendizagem” trouxe, para o encontro de formação, o uso pedagógico das mídias sociais como necessidade da educação contemporânea. De acordo com Regina Gavassa, coordenadora do Núcleo, os jovens estão cada vez mais engajados em causas sociais e usam as redes sociais para realizar a mobilização.

As atividades de comunicação e de inclusão digital poderão ser realizadas no PROJOVEM em sala de aula e no laboratório de informática. De acordo com a assistente pedagógica do Programa, Lisandra Cortes Pingo, o currículo considera o estudante como agente ativo do seu processo de aprendizagem e foi organizado para atender às necessidades dos jovens na contemporaneidade, sendo um de seus eixos a comunicação. “O acesso à comunicação e à liberdade de expressão estão previstos no Estatuto da Juventude e a utilização dessas ferramentas são indispensáveis para o exercício pleno da cidadania. Aproximar as linguagens midiáticas favorece o aprendizado, a participação e o protagonismo, contudo, devemos lembrar que o respeito à pluralidade cultural deve ser o princípio que irá nortear o atendimento”, observa Lisandra.

De acordo com Lívia Maria Antongiovanni, diretora da Divisão Orientação Técnica da Educação de Jovens e Adultos, o PROJOVEM Urbano estabelece um diálogo com o Programa Mais Educação São Paulo e com a política educacional da DOT EJA, em especial, na construção de um currículo emancipatório em ação da Educação de Jovens e Adultos, uma vez que atender os educandos com qualidade e respeito às diversidades e singularidades é uma marca do trabalho que está sendo desenvolvido desde 2013.

Sobre o PROJOVEM Urbano – Sob a coordenação da DOT-EJA, o Programa será desenvolvido para cerca de 5000 jovens de 18 a 29 anos, que já sabem ler e escrever, em regiões de grande vulnerabilidade social, na cidade de São Paulo. O Programa, que possibilita a conclusão do Ensino Fundamental em 18 meses, tem por objetivos a elevação da escolaridade, a formação profissional inicial e a participação cidadã. Os jovens atendidos, em sua maioria, estão fora do ensino regular e do mercado formal de trabalho.

O estudante do PROJOVEM Urbano terá direito a um auxílio financeiro de 100 reais mensais, alimentação, material escolar, passe livre estudantil e, caso tenha necessidade, poderá levar seu filho ou filha, que tenha entre 0 e 8 anos, para permanecer sob cuidados de um educador ou uma educadora durante o período das suas aulas.

Inscrições prorrogadas – Com a finalidade de atender o maior número possível de jovens, as inscrições para o PROJOVEM Urbano foram prorrogadas até o dia 4 de dezembro de 2015. No ano de 2016, as inscrições poderão ser feitas entre 4 de janeiro e 22 de fevereiro. As aulas terão início no dia 23 de fevereiro de 2016 em 25 Núcleos. Para mais informações e inscrições, entre em contato com as escolas participantes:

Diretoria Regional de Educação Butantã

CEU Uirapuru – EMEF Cesar Arruda Castanho, Dep – R. Nazir Miguel, 849 – Raposo Tavares

Diretoria Regional de Educação Campo Limpo

CEU EMEF Feitiço da Vila – R. Feitiço da Vila, 399 – Chácara Santa Maria
EMEF Peratuba II – R. Peratuba, S/N, Cidade Ipava

Diretoria Regional de Educação Capela do Socorro

CEU EMEF Vila Rubi – R. Domingos Tarroso, 101 – Vila Rubi
EMEF João da Silva – R. Conquista Popular, s/n – Vila Nascente
EMEF Ulysses da Sylveira Guimarães – R. Condé de Lancastre, 209 – Jardim Santa Fé

Diretoria Regional de Educação Freguesia

CEU Paz – EMEF Sen. Teotônio Vilela – R. da Paz, 7 – Jd. Paraná

Diretoria Regional de Educação Guaianases
EMEF Alexandre de Gusmão – R. Porto do Bezerra, 25, Guaianases
EMEF Dias Gomes – R. Aléssio Prati, 42 – Jardim Bandeirantes
EMEF Mailson Delane, Prof. – Rua Salvador Vigano, 100, Cidade Tiradentes

Diretoria Regional de Educação Ipiranga

EMEF Leão Machado, Prof – Av. Carlos Liviero, 600 – Vila Liviero

Diretoria Regional de Educação Itaquera

EMEF Antonio Duarte de Almeida, Prof. – R. Trevo de Santa Maria, 1 – Vila Jacui

Diretoria Regional de Educação Jaçanã
CEU EMEF Jaçanã – R. Francisca Espósito Tonetti, 105 – Jardim Guapira
EMEF Paulo Carneiro Thomaz Alves, Gal. – R. Nossa Sra. da Aparecida, 15 – Parque Vila Maria

Diretoria Regional de Educação Penha

CEU Tiquatira – EMEF Antonio Carlos Rocha, Prof. – Av. Condessa Elizabeth de Robiano, s/n – Penha

Diretoria Regional de Educação Pirituba

CEU EMEF Jaguaré – Av. Kenkiti Simonoto, 80 – Jaguaré
EMEF Estação Jaraguá – Rua João Aires, S/N, Jardim Bandeirantes

Diretoria Regional de Educação Santo Amaro

CEU Alvarenga – EMEF Paulo Gonçalo dos Santos, Prof. – Estrada do Alvarenga, 3752 – Pedreira
EMEF Tiradentes, Alferes – R. Salvador Rodrigues Negrão, 602 – Vila Marari

Diretoria Regional de Educação São Mateus

CEU EMEF Candida Dora Pino Pretini, Profa – R. Cinira Polônio, 100 – Conj. Promorar Rio Claro
EMEF Benedito de Jesus Batista Laurindo – Pe. Batista – R. Alfonso Ferrabosco, 52 – Parque dos Bancários
EMEF Coelho Neto – R. Diogo García, 128 – Parque Boa Esperanca

Diretoria Regional de Educação São Miguel

CEU EMEF Três Pontes – Rua Capachós, 344 – Jardim Célia
EMEF Jardim Bartira – R. Dom João Nery, S/N, Vila Lourdes
EMEF Vila Jacuí – Rua Henrique Xavier de Brito, 221, Jardim Pedro José Nunes

Notícias Mais Recentes

Relacionadas

mão feminina preenchendo gabarito de prova de concurso
ilustração de crianças usando uniforme escolar azul e branco, com silhueta da cidade ao fundo com balões representando idiomas variados simbolizados pelas bandeiras dos países.

Estudantes da Rede Municipal de SP podem manifestar interesse em aprender idiomas no CELP

Publicado em: 19/01/2022 11h05 - em Centro de Estudos de Línguas Paulistano

Imagem de uma mão sobre o computador.

SME abre processo seletivo interno para coordenador de Polo UniCEU

Publicado em: 14/01/2022 5h27 - em Secretaria Municipal de Educação

fotografia de professora atendendo um garoto em sua mesa. Todos usam máscara facial.

SME publica classificação definitiva dos candidatos para eventual contratação

Publicado em: 14/01/2022 10h30 - em Secretaria Municipal de Educação

fotografia de dois notebooks sobre uma mesa
1 2 3 1.211