Notícias

Formação da Cidade oferecida pela SME é momento de estudo e reflexão aos professores da Rede Municipal

Projeto visa fortalecer o espaço de formação continuada em serviço

Publicado em: 08/03/2022 17h01 | Atualizado em: 08/03/2022
imagens abstratas com o texto Formação Da Cidade

A Secretaria Municipal de Educação atualizou a política pública de formação de professores que atuam na rede municipal de São Paulo. A partir deste ano, um dos focos do trabalho docente é recuperação das aprendizagens dos estudantes que foi agravada principalmente pela pandemia. Por isso, a formação também vai contemplar essa temática.

A necessidade de ações para o fortalecimento das aprendizagens dos estudantes da Rede Municipal tornou-se ponto essencial tendo em vista como a pandemia afetou a educação. As formações deste ano pretendem, considerando a identidade da rede, promover momentos de estudo aprofundado e ricas discussões entre os pares sobre o fazer pedagógico, levando em conta as especificidades das áreas.

Os professores que possuem carga horária completa, a JEIF (Jornada Especial Integral de Formação), de 40 horas aulas semanais, têm garantida 8 horas semanais para formação. Dessas, 4 horas são destinadas ao PEA (Projeto Especial de Ação).

O conteúdo do PEA é definido de forma autônoma pelas escolas. São as unidades educacionais que utilizam o tempo de formação do PEA, de acordo com as suas demandas próprias, em consonância com o Projeto Político Pedagógico (PPP), reverberando o fortalecimento das aprendizagens dos estudantes.

Agora, dentro da JEIF, em 2 horas semanais, além das reflexões sobre as práticas docentes as escolas também oferecerão subsídios para que os professores tenham condições de trabalhar a recuperação de aprendizagens em sala de aula.

Formação da Cidade

Uma das novidades desse ano dentro da formação de professores é que outras 2 horas semanais serão destinadas à Formação da Cidade, que será apoiada pela SME. Ela foi instituída por instrução normativa publicada em fevereiro desse ano.

A Formação da Cidade se dará por meio de atividades síncronas e assíncronas, ministradas de forma remota pelo Google Sala de Aula, voltadas para a didática e novamente para o fortalecimento das aprendizagens. Os profissionais terão, ainda, oportunidade para discutir ações de avaliação, planejamento e outros temas que interligam as diversas áreas do conhecimento.

Ao final do mês, os coordenadores pedagógicos de cada escola vão alinhar e retomar os assuntos tratados ao longo do período.

POA no ensino médio

Um dos profissionais que colaboram com a aplicação do projeto pedagógico dentro das escolas da rede municipal de São Paulo é o POA (Professor Orientador de Área).

Trata-se de um docente que atua em todas as escolas municipais de ensino fundamental e que tem como principal função oferecer apoio pedagógico aos professores para dirimir déficits e problemas ligados às questões pedagógicas.
Nesse ano, as escolas de ensino médio também passarão a ter o POA.

Notícias Mais Recentes

Relacionadas

Parlamento Jovem

SME lança Programa de Gestão Documental em parceria com Secretaria de Gestão

Publicado em: 24/06/2022 4h58 - em Secretaria Municipal de Educação

Esquenta Ods

CEUs de São Paulo fazem esquenta para a Virada ODS

Publicado em: 24/06/2022 4h44 - em Secretaria Municipal de Educação

Fotografia mostra carreta do projeto USP Na comunidade com algumas pessoas em volta.

CEU Heliópolis recebe unidades móveis da USP com programação para idosos

Publicado em: 24/06/2022 4h40 - em Secretaria Municipal de Educação

Imagem com fundo azul, figura de dois robôs, e o texto

Inscrições para a JAM Virtual 2022 tem prazo prorrogado até 30 de junho

Publicado em: 24/06/2022 11h55 - em Núcleo Técnico de Currículo

Mosaico com quatro fotografias dos cursos profissionalizantes dos Centros Municipais de Capacitação e Treinamento.

Inscrições abertas para os cursos profissionalizantes gratuitos nos CMCTs

Publicado em: 23/06/2022 4h10 - em Secretaria Municipal de Educação

1 2 3 1.248