Notícias

Estudantes participam de projeto voltado à Cultura Indígena

Projeto trabalhou aspectos históricos e culturais dos povos indígenas brasileiros

Publicado em: 29/08/2019 16h24 | Atualizado em: 30/11/2020
culturaindigenadestaque_740x430.jpg

Através do projeto “Conhecendo Nossas Raízes”, os estudantes da Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Fagundes Varella, da Diretoria Regional de Educação (DRE) Campo Limpo, estudaram sobre hábitos e costumes dos povos indígenas brasileiros.

A professora Suzana Gonçalves dos Santos explica que um dos objetivos do projeto é promover ações educativas de combate ao racismo e a discriminações, estratégias de ensino e atividades com a experiência de vida dos alunos e professores e também dar um sentido positivo à participação dos diferentes grupos sociais, étnico-raciais na construção da nação brasileira.

“O primeiro passo foi apresentar aos educandos a história dos povos originários desta terra, considerando a diversidade entre os diferentes grupos indígenas brasileiros e propor a reflexão da diminuição e extinção de determinas etnias ao longo da história, considerando a contribuição de cada grupo na construção e transformação da sociedade brasileira”, explicou a professora. “Nesta primeira etapa, fizemos roda de conversa sobre o tema e depois pedi que produzisse um texto e ilustrassem”, comentou a professora.

culturaindigena2_740x430.jpg

Dando continuidade as crianças participaram de uma vivência com a liderança indígena Jerá Guarani, que apresentou a história de sua aldeia localizada na cidade de São Paulo e puderam conhecer os métodos de plantio de milho e batata doce. Os participantes ganharam sementes e mudas para plantar em casa e nas dependências da escola. Durante o evento, os alunos perguntaram como ocorria a educação das crianças na aldeia e como elas brincavam, participando de jogo tradicional entre as crianças indígenas.

Segundo Suzana, além de poderem experimentar alimentos tipicamente indígenas como a mandioca e a batata doce, os alunos realizaram o plantio das sementes recebidas para formação de mudas e depois transferir para a horta da escola. “Cada um deles levou para casa sementes de milho e ramas de batata doce para plantar e fazer os registros do crescimento por meio de relatos orais, escritos ou imagens”.

culturaindigena1_740x430.jpg

Em outro momento do projeto, os alunos pesquisaram sobre a mitologia indígena e também sobre os grafismos multiétnicos e as diferentes formas de comunicação a partir desta linguagem. Nesta oficina, primeiro os estudantes treinaram os traços do grafismo no papel, e posteriormente, traçaram em tapiocas, com a polpa de açaí. Após a realização dos grafismos os educandos puderam degustar as iguarias.

Na oficina com o tema “Sabores da terra”, eles puderam conhecer e provar alimentos herdados da culinária indígena, seus aspectos nutricionais e as diferentes maneiras de preparo e consumo. Os registros das atividades serão apresentados em Mostra cultural na unidade escolar e em atividades previstas em calendário escolar.

Notícias Mais Recentes

1 2 3 1.213