Notícias

Escolas promovem melhorias e reformas com verbas do PTRF para o retorno das aulas

Revitalização de laboratórios, pintura de paredes e criação de novos espaços estão entre investimentos realizados para este ano letivo

Publicado em: 07/02/2022 18h06 | Atualizado em: 07/02/2022

 

Fotografia de uma sala de artes com duas mesas coletivas, ao fundo parede com pintura nas cores azul, amarela, vermelha, verde, entre outras. Ao redor das mesas estudantes sentados em suas cadeiras fazendo atividade de Arte com materiais como cola, glitter, palitos de sorvete, etc.

Com as verbas do Programa de Transferência de Recursos Financeiros (PTRF), as escolas da Rede Municipal promoveram melhorias e manutenções para o retorno das aulas nesta segunda-feira (7). Mais de 1 milhão de estudantes iniciaram o ano letivo de 2022 hoje.
O recurso é destinado para que as unidades façam, de forma mais ágil, a manutenção e pequenos reparos, aquisição de materiais e equipamentos para os projetos pedagógicos e materiais de consumo necessários ao funcionamento da unidade.
Para o início deste ano letivo, a equipe gestora da EMEF Fernando Azevedo, da DRE São Miguel, revitalizou o atelier de artes, o Laboratório de Educação Digital, as salas de educação física e de vídeo e também a horta pedagógica. Ainda neste primeiro semestre, a previsão é que ocorram melhorias e uma nova decoração nas salas de leitura, geografia e também no Laboratório de Ciências.
“As salas de aulas com objetivos educacionais específicos para cada componente curricular ampliam as motivações e possibilidades de aprendizagens dos estudantes”, explica o diretor Fábio Schlinkert.

Mais banheiros e novos espaços
Na EMEF Áurea Ribeiro, da DRE Ipiranga, as obras iniciadas em dezembro do ano passado, terminaram na semana passada para que os mais 600 alunos desfrutem de todas as novidades. “Além das reformas, criamos novos espaços como o Laboratório de Ciências”, diz Michelly Francini Brassaroto do Amaral, diretora da unidade.
Todas as salas foram pintadas e receberam lousas de vidro. Os banheiros também foram readequados com novas pias e dispensers para sabonete e agora cada andar possui um sanitário próprio. Michelly concluiu que o trabalho foi possível graças à união de esforços de toda a equipe, que estava empenhada em entregar o melhor para a EMEF.

Salas e paredes poéticas
As paredes e portas das 17 salas de aula da EMEF Madre Joana Angélica de Jesus, DRE Guaianases, ganharam imagens e frases célebres de personalidades como Machado de Assis e Cecília Meireles. Os nomes dos homenageados saíram de uma eleição feita no fim do ano passado, e foram aprovados pelo conselho da escola. As salas ainda receberam novas cortinas coloridas e pinturas nos armários. Tudo feito com a verba do PRTF.
A diretora Ana Paula Lopes Gomes conta que a equipe gestora é muito atenta a todos os detalhes do trabalho. “No pátio, sobre a mesa, onde os alunos fazem as refeições, colocamos flores junto com o jogo americano. É o tipo de detalhe que faz diferença no dia a dia. Nossa escola completou 60 anos, é tradicional no bairro, todos conhecem e por isso tem a carga emocional da comunidade.”

Notícias Mais Recentes

Relacionadas

Formadores/parceiros em Diálogos Interdisciplinares a Caminho da Autoria – Componentes Curriculares em Debate
CEU São Rafael inaugura acervo de Direitos Humanos

CEU São Rafael inaugura acervo de Direitos Humanos

Publicado em: 07/12/2015 3h58 - em CEDH

Aventura Ambiental: Um dia no Parque

Aventura Ambiental: Um dia no Parque

Publicado em: 07/12/2015 3h57 - em Diretoria Regional de Educação Guaianases

Segunda formação de Bibliotecários acontece no CEDH

Segunda formação de Bibliotecários acontece no CEDH

Publicado em: 07/12/2015 3h57 - em CEDH

Prêmio Municipal de Educação em Direitos Humanos reconhecerá 12 projetos
1 1.345 1.346 1.347 1.348 1.349 1.406