Notícias

Escola pública com Educação Integral: Desafios e Possibilidades

Livro EMEF Henrique Pegado

Publicado em: 12/04/2021 11h50 | Atualizado em: 06/09/2022

Escola pública com Educação Integral: Desafios e Possibilidades

Capa Livro Escola pública com Educação integral
Este livro da EMEF Henrique Pegado é o resultado de um sonho, que se iniciou a partir de uma conversa na sala dos professores, entre a POED Paula C. e a professora Katia, que foi se disseminando, contagiando outras educadoras, despertando o olhar delas sobre o sucesso de seus trabalhos e para a necessidade de, através do registro, apresentar os resultados a outros, que viessem a crer e desejar fazer, registrar, publicar, desvelar as ações docentes no âmbito da escola pública de educação integral.

Apresentar ações bem-sucedidas e resultados positivos é um ato de resistência, principalmente quando tratamos de um campo de disputas políticas históricas, como é a educação pública. A escola é o local da luta, nela buscamos as possibilidades. A palavra “possibilidades” é a uma das palavras-chave da escola e em particular, da EMEF Prof. Henrique Pegado (DRE Penha) onde se compreende a educação como um processo de formação integral, que fundamenta seu trabalho em princípios humanísticos e enxerga o território como eixo da ação pedagógica.

Os artigos apresentados no livro são o registro de práticas reais, das educadoras que acreditam que é possível fazer o novo e alcançar o melhor. Inicia-se pelo artigo A mediação de conflitos através da justiça restaurativa, uma alternativa para a prevenção da violência na escola, que se destaca pela demonstração da renovação vivenciada, a partir do conhecimento, pela diretora Simone, que compreende a escola para além dos conteúdos, reconhecendo o potencial de seus educadores e educandos e atua nesse ambiente com a convicção de que ele precisa ser reinventado diante das atuais demandas sociais. Este trabalho tem foco nas potencialidades e parte de conhecimentos oriundos do sistema judiciário, fazendo toda a diferença no processo educativo.

Na sequência, o leitor será impactado pelo potencial terapêutico do Teatro do oprimido na escola, desenvolvido a partir da experiência pessoal da assistente de direção Cledionice, que transforma sua dor em amor e proporciona aos estudantes vivências capazes de auxiliá-los a vencer seus desafios interiores. Além de promover o envolvimento da comunidade e viabilizar a intervenção social, possibilitando transformações de dentro para fora, através do desenvolvimento de um novo modo de enxergar a si, ao outro e ao mundo.

Outras possibilidades são apresentadas pelas professoras Priscilla e Sandra, que, através do Ouvindo o outro e sendo ouvido: o estudante pesquisador– a docência compartilhada e a metodologia NEPSO, criam novas propostas a partir da escuta ativa de sua realidade e desenvolvem uma metodologia de trabalho que traz o educando para o centro do processo educativo, no papel de pesquisador, protagonista na construção do conhecimento.

A escuta ativa e a autorreflexão são os pontos que geram a transformação da prática da professora Sandra, em seu artigo Projeto de apoio pedagógico: investigação para um novo olhar, que serve como referência por sua originalidade, gerando resultados muito positivos para os estudantes com dificuldades de aprendizagem.

Rádio escolar na perspectiva do empreendedorismo une as formações pessoais e profissionais da professora Glauciane, seu projeto de vida e de educação, numa rica experiência de inovação pedagógica. Essa é a proposta: fazer o novo, fazer o melhor, arriscar ir além das certezas. Assim nascem as possibilidades educativas inovadoras, que transformam as formas de ensinar e de aprender na escola.

A professora Mara, que se dedica ao Atendimento Educacional Especializado (AEE), em seu artigo Educação inclusiva: crescimento e descobertas, traz sua história de vida e de trabalho, apontando para as oportunidades e despertando o nosso olhar para os avanços das práticas educativas inclusivas, com foco nas possibilidades de realização de educadores e de educandos em suas especificidades, de acordo com a realidade que temos e os sonhos que sonhamos. Com muita sensibilidade, o artigo nos convida a enxergar a beleza diante da qual a dureza do cotidiano nos cega.

Na sequência, a professora Elisabete, em seu artigo Sustentabilidade: uma questão urgente para o futuro das novas gerações, leva-nos a pensar na escola como agente essencial na vida humana, que vai muito além das salas de aula, que consiste na sobrevivência da humanidade de forma ampla. A professora relata sua experiência com educação ambiental, tendo os estudantes como protagonistas de todo o processo.

Finalizando, a professora Paula relata o Projeto aluno monitor na Prefeitura de SP, demonstrando de maneira objetiva como esse projeto se desenvolveu na Rede Municipal de Educação de São Paulo e seu papel como educadora para a implementação e consolidação na EMEF Professor Henrique Pegado, na perspectiva da educação integral, contribuindo para a construção de conhecimentos em todas as áreas, através da mediação das novas tecnologias e da interação entre educador e educandos.

Com a expectativa de pensar, desenvolver e promover possibilidades (entre outras), a coordenadora Eurídice acredita que o papel da educação integral, no contexto da escola pública é entender as dificuldades enfrentadas no cotidiano escolar como inevitáveis, mas nunca insuperáveis. E, sabendo que fazer a mesma coisa proporcionará o mesmo resultado, se propõe fazer a diferença. Assim, colaborou escrevendo o Prefácio do livro primorosamente, apresentando cada artigo com maestria e perspicácia.

Com toda essa riqueza, envolvendo nossos sonhos e realizações, desejamos que este livro seja LUZ, ilumine caminhos, traga novas ideias e possibilidades… boa leitura, bom trabalho!

As Autoras

 

Notícias Mais Recentes

Relacionadas

Fotografia de uma estudante negra, ela está concentrada escrevendo no livro sobre sua mesa.

Está aberto período de inscrição para estudantes do Ensino Fundamental e Médio

Publicado em: 05/12/2022 12h43 - em Secretaria Municipal de Educação

Fotografia de estudantes correndo em aralimpíada

Estudantes da Rede Municipal são destaque nas Paralímpiadas Escolares 2022

Publicado em: 05/12/2022 12h06 - em Secretaria Municipal de Educação

EMEF cria escape room sobre mitologia grega para estimular o raciocínio lógico dos estudantes

EMEF cria escape room sobre mitologia grega para estimular o raciocínio lógico dos estudantes

Publicado em: 02/12/2022 1h47 - em Secretaria Municipal de Educação

foto ilustrativa de estágio

Prática de estágio em escola municipal é reconhecida pela Prefeitura de São Paulo

Publicado em: 02/12/2022 12h18 - em Diretoria Regional de Educação São Mateus

Educador Em Destaque

SME homenageia e premia professores da Rede Municipal no Educador em Destaque 2022

Publicado em: 01/12/2022 4h25 - em Secretaria Municipal de Educação

1 2 3 1.301