Notícias

Encontro marca debate sobre o Transtorno do Espectro Autista na Secretaria Municipal de Educação

Evento ocorreu por ocasião do Dia Mundial da Conscientização do Autismo

Publicado em: 02/04/2019 20h44 | Atualizado em: 30/11/2020

evento_autismo 1.jpg

A Secretaria Municipal de Educação recebeu em seu auditório, nessa terça-feira (2), profissionais da educação e da saúde para discutirem sobre as políticas de inclusão da Rede Municipal de Ensino (RME). A data da reunião foi escolhida por ser conhecida como o Dia Mundial da Conscientização do Autismo.

Presente ao evento, o Secretário de Educação, João Cury, ressaltou a importância de políticas públicas bem formuladas e a participação das pessoas nas mais diversas instâncias de discussão. Segundo ele, “Essa data proporciona um rico momento para discussão do papel do poder público como agente de transformação, e de provocação do processo de inclusão”, comentou Cury.

Silvana Drago, responsável pela Divisão de Educação Especial da Secretaria Municipal de Educação (SME/DIEE) apresentou as políticas de inclusão, o Currículo da Cidade, o funcionamento do atendimento da educação especial e as reflexões necessárias. Segundo ela, na Rede todo o esforço é pela educação inclusiva e todos devem se empenhar.

Para fechar a manhã, a professora Marise Bastos, doutora em Psicologia Escolar e do Desenvolvimento Humano ressaltou que a inclusão das pessoas com Transtorno do Espectro Autista no ambiente escolar é muito importante, uma vez que a construção da identidade pessoal está na experiência do indivíduo com o mundo.

evento_autismo 3.jpg

Durante as discussões da manhã o público foi composto por participantes do Projeto Rede, parceria entre a SPDM (Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina) e a Secretaria Municipal de Educação que visa recrutar e treinar as pessoas da comunidade para se tornarem tutores dos alunos com deficiência e auxiliá-los nas atividades de vida escolar, denominados auxiliar de vida escolar (AVE).

No período da tarde quem conduziu a conversa foi a professora mestra Eliana Cunha, que além de especialista em Transtorno do Espectro Autista também tem um filho com TEA. A docente explicou que após 2012 o autismo passou a ser considerado deficiência; ela mostrou as características comportamentais e os comprometimentos da pessoa com TEA e ressaltou que o importante é que as pessoas autistas atinjam seu nível máximo de felicidade, e que professores, familiares e quem convivem com elas, não foquem no desempenho, mas no rebaixamento do nível de sofrimento.

evento_autismo 2.jpg

Silvana Drago finalizou o evento reafirmando que a Secretaria Municipal de Educação sempre pensa em como conciliar o espaço escolar para os mais de 3 mil estudantes com TEA que atende.

No período da tarde, participaram integrantes do Centro de Formação e Acompanhamento à Inclusão – CEFAI (A Secretaria conta com 13 CEFAIs, com Professores de Apoio e Acompanhamento a Inclusão, e profissionais como psicólogos, fonoaudiólogos e assistentes sociais).

Para saber mais sobre a Educação Especial na Rede Municipal de Ensino de São Paulo clique aqui.

Para saber mais sobre o Projeto Rede, clique aqui.

Notícias Mais Recentes

Relacionadas

fotografia mostra uma mão infantil sendo auxiliada pela mão de um adulto

Bolsas de estágio têm aumento de 30% e SME possui 4 mil vagas para contratação

Publicado em: 12/01/2022 2h50 - em Secretaria Municipal de Educação

fotografia de quadra poliesportiva Coberta

Prefeitura de SP anuncia cobertura de 95 quadras poliesportivas na rede municipal

Publicado em: 12/01/2022 11h14 - em Secretaria Municipal de Educação

Apresentação teatral na abertura do Recreio nas Férias.

“Recreio nas Férias” começa nesta segunda-feira com protocolo contra contaminação do Covid

Publicado em: 10/01/2022 2h47 - em Secretaria Municipal de Educação

foto de professora na sala de leitura, dois estudantes olham atentamento para ela. Todos usam máscaras

SME divulga classificação prévia dos interessados na contratação temporária

Publicado em: 07/01/2022 9h47 - em Diretoria Regional de Educação Butantã

Em cima, os dizeres: Gratificação de difícil Acesso. No meio: desenho de um mapa, com um localização ao centro, destacada por um pin

Gratificação de Difícil Acesso: saiba como identificar o distrito da sua escola

Publicado em: 06/01/2022 5h17 - em Secretaria Municipal de Educação

1 2 3 4 1.211