Notícias

EMEF João Domingues Sampaio conquista primeiro lugar em Gincana Sustentável

Ações de coleta de material reciclável envolveram toda a comunidade escolar

Publicado em: 16/11/2017 13h50 | Atualizado em: 30/11/2020

Joao_Domingues_Gincana_Sustentavel_740_x_430.jpg

Entre os meses de agosto e outubro, uma campanha de mobilização pra recolhimento de materiais recicláveis agitou os estudantes da Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) João Domingues Sampaio, localizada no bairro Vila Maria Alta, zona norte de São Paulo (Diretoria Regional de Educação (DRE) Jaçanã/Tremembé). As ações organizadas pela unidade resultaram na conquista do primeiro lugar na Gincana Escolar, iniciativa promovida pela Loga (Logística Ambiental de São Paulo) com subsídios da AMLURB (Autoridade Municipal de Limpeza Urbana) e Inova (Gestão de Serviços Urbanos).

A campanha para arrecadação dos materiais foi motivada e organizada pelo grupo de 17 estudantes que participam, na EMEF, do Grêmio Estudantil Elza Kazuko. Os encontros têm a orientação da Professora de Ciências Thioni Carretti Di Siervi, que atua no grêmio desde o início deste ano.

“Foi uma feliz coincidência a coordenadora da nossa escola, Elisangela Janoni, nos convidar para promover esta ação, pois já era uma das propostas do grêmio implementar a coleta seletiva na escola. Daí em diante, nós pesquisamos sobre a questão do lixo na cidade e começamos uma campanha de conscientização e mobilização convidando todos os alunos para a gincana. O grêmio semanalmente passava nas salas informando sobre as ações e motivando os alunos a participarem”, ressalta a professora Thioni.

Os estudantes do grêmio se organizaram para que a mobilização ocorresse dentro e fora da unidade escolar. Prepararam e distribuíram, pela escola, cartazes informativos sobre a importância da coleta seletiva, a duração dos materiais no ambiente e os problemas que os lixos incorretamente descartados causam. Eles também produziram caixas de coleta e instalaram em todas as salas, visitaram as casas e comércios dos arredores explicando sobre a gincana e pediram o apoio dos vizinhos com doações.

“Conseguimos a colaboração de comércios do bairro, como papelarias, mercados e feiras livres. A campanha foi ganhando uma proporção cada vez maior. Não eram mais somente os alunos do grêmio que faziam os mutirões pelo bairro, mas também os demais estudantes da escola. A cada dia, íamos observando que as famílias também estavam participando. Víamos pais, mães e avós trazendo os recicláveis junto com os filhos”, comemora Thioni.

Funcionários da escola também se engajaram muito na campanha e colaboraram trazendo recicláveis. A equipe de limpeza trabalhou duro para organizar todo o material. A professora de matemática, Francina Fidelis Crespo, apesar de não estar diretamente ligada ao grêmio, também esteve muito envolvida nas ações. “Quando tomei conhecimento que a escola iria participar da gincana, percebi que estava diante de uma grande oportunidade de colocar em prática minhas ideias e conhecimentos”, conta a professora, que também tem formação em História Natural e sempre se preocupou com as questões ambientais. Francina diz que passou a levar seus recicláveis para a escola e a doar aos estudantes para incentivar a gincana interna que foi organizada na escola. “Isso foi a chave para o sucesso da nossa empreitada, pois acredito na educação pelo exemplo!”, comemora.

Durante o período que ocorreu a competição, o grêmio acompanhou as prévias das pontuações das outras 12 escolas participantes e percebeu que, na última semana, a Unidade havia caído para o terceiro lugar. A partir daí, planejaram novos mutirões de arrecadação e, em três dias, conseguiram reverter a situação e ganhar a gincana.

Próximos passos – A intenção do grêmio é continuar com o recebimento dos materiais recicláveis dos alunos – já que o caminhão de coleta passa todas as sextas-feiras na rua da escola, organizar mais saídas para informar a comunidade sobre a reciclagem e fazer o mapeamento das ruas da região beneficiadas com coleta seletiva da prefeitura.

“Claro que ganhar o prêmio é uma grande vitória, mas durante toda a campanha deixei claro para os alunos sobre a importância do movimento que estávamos participando. Para mim, a maior vitória é ver que agora eles reparam no lixo nas ruas e refletem sobre a questão do desperdício. Percebemos que além deles serem transformados, também transformaram o meio onde vivem”, comemora a Professora de Ciências.

Confira algumas fotos das ações que foram desenvolvidas.

Saiba mais sobre a Gincana Escolar. 

Notícias Mais Recentes

Relacionadas

bebês sentados em uma mesa de refeição

CEI Jardim Santa Tereza resgata história de funcionários e promove almoços culturais temáticos

Publicado em: 30/11/2021 12h25 - em Secretaria Municipal de Educação

Fotografia de professor escrevendo em lousa escolar

Prefeitura de SP abre cadastro para professores de Educação Infantil, Fundamental e Médio

Publicado em: 29/11/2021 5h38 - em Secretaria Municipal de Educação

Imagem mostra um celular sendo segurado por uma pessoa e outra mostrando um cubo ao fundo. Abaixo, um fundo verde e bege com o texto

SME realiza 2ª Semana de Tecnologias com palestras e oficinas

Publicado em: 29/11/2021 4h44 - em SME/NTC/NEER

Banner Dezembro Migrante

Dezembro Migrante contará com lives formativas para educadores

Publicado em: 29/11/2021 2h43 - em Secretaria Municipal de Educação

fotografia da cantora Monica Salmaso usando chapéu de caipira

Estudantes e educadores são convidados a participar de workshop online com a cantora Mônica Salmaso

Publicado em: 29/11/2021 11h59 - em Secretaria Municipal de Educação

1 2 3 1.211