Notícias

DRE Penha promove o “I Seminário Educa Penha – Desafios, Sonhos e Práticas: Reflexões sobre o currículo e a avaliação”

Evento proporcionou a divulgação de projetos, vivências, experiências e trabalhos realizados nas Unidades Educacionais

Publicado em: 07/12/2017 13h30 | Atualizado em: 30/11/2020

educapenha_ii_740_X_430.jpg

No dia 30 de novembro, ocorreu no Centro Educacional Unificado (CEU) Quinta do Sol o “I Seminário Educa Penha – Desafios, Sonhos e Práticas: Reflexões sobre o currículo e a avaliação”. O evento foi organizado e promovido pela Diretoria Pedagógica (DIPED) da Diretoria Regional de Educação (DRE) Penha.

O I Seminário Educa Penha, em formato de relato de práticas, teve o objetivo de oportunizar a divulgação e valorizar projetos, vivências, trabalhos e experiências que são realizados nas unidades educacionais. Estiveram presentes membros dos Centros de Educação Infantil (CEIs) conveniados e diretos, das Escolas Municipais de Educação Infantil (EMEIs) e das Escolas Municipais de Ensino Fundamental (EMEFs).

A apresentação cultural do projeto “Viola Caipira”, executada pelos alunos da EMEF 19 de novembro, sob a coordenação do professor Márcio José Pivotto Barbierida, iniciou o evento com músicas como “Tocando em Frente”, dos compositores Almir Sater e Renato Teixeira e “Chico Mineiro”, da dupla Tonico e Tinoco, entre outras. Na sequência, a Diretora Regional de Educação da DRE Penha, Luci Batista Costa Soares de Miranda, oficializou a abertura.

“Este seminário foi uma das formas que encontramos para valorizar as coisas boas que acontecem no interior das unidades e que nem sempre temos condições de divulgar. É importante que as pessoas saibam que elas estão acontecendo, porque vivemos em uma cultura de desvalorização das escolas públicas, dos profissionais e de todo o trabalho que é feito. Se as pessoas se atentassem a tudo de bom que acontece dentro das escolas, a opinião delas seria diferente. Acredito que os primeiros a valorizar o nosso trabalho e profissão somos nós mesmos. Temos que dar visibilidade a todas as coisas positivas que acontecem”, declarou a diretora.

A Coordenadora Pedagógica, Rosa Maria de Freitas Rogério, da EMEF José Carlos de Figueiredo Ferraz, foi a primeira a subir ao palco para fazer a introdução do Seminário, trazendo reflexões sobre o currículo e a avaliação. Posteriormente, as representantes do DIPED, Eliana Benedetti, diretora do setor, Simony Dotto, Formadora de Educação Infantil e Aline Molenzani, Formadora de Ensino Fundamental, compuseram a mesa a fim de fazer as considerações acerca de todos os relatos que seriam apresentados.

A primeira apresentação foi “O Movimento Corporal na Educação Infantil”, realizada por Luciana Vieira Costa, Professora de Educação Infantil e Ensino Fundamental I da EMEI Maria Vitória da Cunha. Ela explanou a respeito de como as brincadeiras são importantes para as crianças aprenderem sobre noção de espaço e movimento, além de proporcionar um melhor convívio entre elas.

O segundo relato, “O ensino da língua inglesa na escola pública numa perspectiva lúdica: Jogos teatrais em foco”, foi desenvolvido por Wellington dos Santos Faria, Professor de Ensino Fundamental II e Médio de inglês da EMEF Leonor Mendes de Barros. Wellington propôs uma vivência com os presentes para mostrar de forma prática um dos métodos que utiliza para ensinar o idioma na escola.

O próximo relato, “Observando Transformações”, foi apresentado por Silvia da Conceição Alonso, Professora de Educação Infantil do CEI Vila Libanesa. A professora dividiu com todos a experiência que fez com as crianças, observando as mudanças que ocorreram com uma pinha submersa na água e a reação dos alunos com toda essa prática, na qual foram introduzidas noções do ensino de ciências por investigação.

Na sequência, Renata Esteves Ardiguieri, Professora de Ensino Fundamental II e Médio de inglês e atualmente Professora Orientadora de Informática Educativa (POIE) na EMEF Humberto de Campos, apresentou o projeto “Stopmotion e Direitos Humanos”, utilizado para mobilizar tanto alunos quanto professores para as ações de interesse social com ênfase nos Direitos Humanos por meio da criação de curtas. A professora convidou a aluna Maria Luiza para explicar todo o processo de criação. O Portal da SME publicou uma reportagem sobre esse projeto, que pode ser lido clicando aqui.

Em seguida, Maria Fernanda Prota, Coordenadora Pedagógica da EMEI Aluísio de Azevedo, relatou as suas experiências na apresentação “Uma Coordenadora Pedagógica em Construção”. As reflexões da Coordenadora acerca da procura por caminhos para a aprendizagem coletiva provocou um debate a respeito da documentação pedagógica.

Com a apresentação “Um olhar sobre o cotidiano”, Laura Ferreira, Professora de Educação Infantil do CEI Capitão Mario Caldana, relatou vivências e o modo como as crianças exploram situações diferentes. A última apresentação foi “Assembleias Escolares”, relatada por Simone Souza da Silva, Coordenadora Pedagógica da EMEF Assad Abdala, que compartilhou a apresentação com algumas alunas e professoras da escola. A prática tem o objetivo de buscar encaminhamentos para questões relevantes e também estimular o protagonismo dos estudantes. O Portal da SME publicou uma reportagem sobre esse projeto e pode ser lido clicando aqui.

Finalizando o I Seminário Educa Penha, a banda da EMEF Octávio Mangabeira, vencedora do certificado de Ouro no Festival Estudantil de Música Instrumental e Corais da Cidade de São Paulo, realizou uma apresentação de música instrumental. Na sequência, todos os membros das Unidades Educacionais que se apresentaram foram homenageados.

Confira aqui a galeria de fotos do I Seminário Educa Penha

Notícias Mais Recentes

Relacionadas

mão feminina preenchendo gabarito de prova de concurso
Imagem de uma professora sentada do chão. Ela segura um caderno com uma figura e mostra para a criança que está em pé em sua frente.

SME amplia em 1.068 o número de cargos para a Educação Infantil Municipal

Publicado em: 03/12/2021 5h08 - em Secretaria Municipal de Educação

Imagem mostra parte do corpo de duas pessoas. Uma está de camiseta cinza e segura em sua mão um termômetro apontado para o pulso da outra.

Programa “POT Volta às Aulas” da SME ganha prêmio do Tribunal de Contas de SP

Publicado em: 02/12/2021 4h55 - em Secretaria Municipal de Educação

Imagem com mapa da cidade e meninas e meninos segurando equipamentos de comunicação como câmeras fotográficas, celulares e microfones.

Evento celebra 20 anos de Educomunicação na Rede Municipal de São Paulo

Publicado em: 02/12/2021 4h08 - em Secretaria Municipal de Educação

banner da Virada Esportiva 2021 - Movimente a vida

CEUs terão programação gratuita na Virada Esportiva

Publicado em: 01/12/2021 12h22 - em Secretaria Municipal de Educação

1 2 3 1.212