Notícias

Documentário “O Começo da Vida” é exibido na programação do Spcine

Sessões compõem as ações de política municipal voltada à primeira infância do Programa São Paulo Carinhosa.

Publicado em: 06/05/2016 13h26 | Atualizado em: 30/11/2020
comeco_vida_ceus_740_x_430.jpg

Na última quinta-feira, 5 de maio, ocorreu em oito Centros Educacionais Unificados (CEUs) a exibição de estreia do documentário “O Começo da Vida”, da diretora Estela Renner. O longa está em cartaz nas salas de cinema do Circuito Spcine e compõe as ações de política municipal voltada à primeira infância do Programa São Paulo Carinhosa.

“O Começo da Vida” foi exibido gratuitamente nos CEUs Butantã, Meninos, Jaçanã, Quinta do Sol, São Rafael, Capão Redondo, Parque Veredas e Vila Rubi. Todas as sessões foram seguidas de rodas de conversa. Ana Estela Haddad, Coordenadora do Programa São Paulo Carinhosa, esteve no CEU Parque Veredas, na zona leste, junto com a Secretária Municipal de Educação Adjunta, Emília Cipriano, a Secretária Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social, Luciana Temer, e Érica Pisaneschi, do Instituto Alana que representou a diretora do documentário.

“O primeiro conceito que está colocado neste filme é a dignidade humana, o sentido de pertencimento da espécie humana, independente dos contextos mais diferentes que nos encontremos. A sobrevivência, as relações, as descobertas e as múltiplas infâncias fazem parte do contexto da produção”, disse Emília Cipriano.

O filme aborda a importância dos vínculos afetivos nos primeiros anos de vida para o desenvolvimento humano. O objetivo da São Paulo Carinhosa, além de levar esse debate para a população, é ampliar a formação de gestores municipais de saúde, de educação e dos conselheiros tutelares sobre o tema. Além dos CEUs, o longa também será exibido no circuito municipal de cinema.

“Fizemos uma mobilização para que os profissionais de saúde, principalmente os que estão sendo capacitados pela São Paulo Carinhosa para as visitas domiciliares, os profissionais da educação, da assistência social e de todos que estão ligados ao tema da infância assistam ao filme”, destacou Ana Estela.

A coordenadora da São Paulo Carinhosa explicou que também foram convidas famílias, mães e pais adolescentes, que são um público preferencial. “Resolvemos fazer essa mobilização porque sentimos que o filme está muito alinhado com tudo que a gente vem promovendo desde 2013 na São Paulo Carinhosa. A criança faz parte do que é essencial”, declarou.

comeco_vida_ceus_40_x_430_0.jpg

Ações articuladas – A parceria com a produtora do documentário integra uma série de ações articuladas pela São Paulo Carinhosa para a promoção da garantia dos direitos das crianças na primeira infância (de zero a seis anos de idade), que envolvem 14 secretarias municipais, entre as quais Saúde, Educação, Cultura e Direitos Humanos.

No sábado (7), o Cine Direitos Humanos, no Espaço Itaú de Cinema – Frei Caneca, promove uma sessão do documentário com participação de Ana Estela Haddad, Felipe de Paula, secretário municipal de Direitos Humanos e Cidadania, e Marcos Nisti, produtor do filme. O Cine Direitos Humanos também terá uma sessão no Centro de Formação Cultural Cidade Tiradentes, no dia 11.

Além das parcerias que a produtora tem feito com governos, empresas e organizações da sociedade civil para a difusão do documentário, há também o Videocamp, uma plataforma global que reúne filmes que apresentam causas socioambientais e disponibiliza orientações para que os usuários promovam exibições públicas de algumas obras.

Notícias Mais Recentes

Relacionadas

banner de divulgação do Premio Paulo Freire - Qualidade no Ensino Municipal 2022

São divulgados os 12 projetos vencedores do Prêmio Paulo Freire 2022

Publicado em: 19/08/2022 12h07 - em Secretaria Municipal de Educação

Cei Amigo Do Peito (1)

SME reconhece unidades educacionais que incentivam aleitamento materno 

Publicado em: 18/08/2022 12h48 - em Secretaria Municipal de Educação

Fotografia de uma sala de aula com mesas e cadeiras. Duas mulheres em pé, uma escreve no cartaz sobre a mesa e a outra lê um cartaz diferente que também está sobre a mesa. No quadrante inferior direito, um cartaz escrito 'Quais possíveis causas favorecem a ocorrência do caso?'.

SME e Instituto Vladimir Herzog desenvolvem projeto sobre acolhimento e saúde emocional na DRE Guaianases 

Publicado em: 18/08/2022 12h07 - em Diretoria Regional de Educação Guaianases

Whatsapp Image 2022 08 17 At 10.08.12

Cursos de idiomas nos CELPs começaram nesta terça-feira

Publicado em: 17/08/2022 4h17 - em Secretaria Municipal de Educação

Reajuste (6)
1 2 3 1.264