Notícias

DAE recebe visita de jornalista americana

Jornalista conheceu o Programa de Alimentação Escolar brasileiro e a experiência do município de São Paulo

Publicado em: 06/01/2016 15h55 | Atualizado em: 30/11/2020

O Departamento de Alimentação Escolar (DAE), da Secretaria Municipal de Educação (SME), recebeu no dia 26 de novembro de 2015, a jornalista americana Bridget Huber. A visita teve como objetivo a realização de uma matéria para a revista The Nation, da rede de notícias The Food and Environment Reporting Network, sobre as experiências bem sucedidas dos Programas de Alimentação Escolar da América Latina, que para a jornalista, servem como modelos para os Estados Unidos, e São Paulo foi um dos municípios a receber Bridget.

Entrevistada pela norte-americana, a diretora do DAE, Erika Fischer, falou sobre o histórico do Programa de Alimentação Escolar no Brasil, bem como no município. Diferentes assuntos foram abordados na entrevista, como destaque as mudanças na política de alimentação escolar. “Antes possuíam um caráter assistencialista, e atualmente são vistas como uma política de direito, que prevê a garantia da segurança alimentar, mudanças na estrutura e evolução no cardápio da alimentação escolar no município”, disse Erika na entrevista.
No mesmo dia, a jornalista visitou a Escola Municipal de Ensino Infantil (EMEI) Jorge Amado no Centro de Educação Unificado (CEU) Perus, onde pôde visitar as instalações da unidade, acompanhar a rotina dos alunos e ainda participar de uma atividade na recém-inaugurada Cozinha Experimental, vivenciando a execução do Programa de Alimentação Escolar.
No dia 30 de novembro, junto com técnicos da Comissão Permanente de Recebimento de Alimentos (CPRA) do DAE Bridget acompanhou uma vistoria no entreposto dos fornecedores de banana da Agricultura Familiar (AF) em Itaquera. Pode observar as exigências da qualidade dos produtos bem como as dificuldades enfrentadas pelos grupos fornecedores e também pelo Departamento com a compra de produtos de AF.
Na entrevista que fez com um agricultor, a jornalista focou nas questões sociais e nas mudanças ocorridas na região produtora, em virtude dos contratos com a Prefeitura Municipal de São Paulo, apontando questionamentos sobre a organização das cooperativas e quais os planos para o futuro delas.
O engenheiro Douglas de Paula D’Amaro acompanhou a visita e pode comentar sobre as dificuldades encontradas pelos agricultores, onde “a dificuldade maior fica na operação logística, onde o produto deve ser entregue em cada Unidade Educacional, soma-se o fato de não haver ‘estoque’, uma vez que o produtor colhe e transporta apenas o que será entregue naquele dia”. Já para o DAE, a dificuldade é administrativa, pois tem que adaptar suas rotinas de trabalho às peculiaridades de cada grupo, comentou Douglas.
Segundo Bridget, é surpreendente a execução do PAE em uma cidade com as dimensões de São Paulo e que todo o conhecimento adquirido será inspirador para relatar essa experiência em Nova York. 

Notícias Mais Recentes

1 2 3 1.213