Notícias

Coletivo de Poesia formado por estudantes ganha em duas categorias no Prêmio Suburbano Convicto 2019

Vozes Poéticas surgiu em escola da periferia da zona norte e atualmente já possui cerca de 50 participantes

Publicado em: 11/12/2019 18h18 | Atualizado em: 30/11/2020
Imagem com a foto do cartaz do prêmio Suburbano Convicto 2019 na esquerda, e ao lado direito uma imagem de pessoas do grupo Vopo - Vozes Poéticas.

 

Coletivo de poesia formado por estudantes de escola municipal é vencedor em duas categorias no 1º Prêmio Suburbano Convicto. O Vozes Poéticas, o VOPO, surgiu há cinco anos na Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) General Paulo Carneiro Thomaz Alves, na periferia da zona norte.

O VOPO foi indicado e conseguiu ficar entre os vencedores em duas categorias – Destaque Sarau e Coletivo + Atuante. A cerimônia de premiação ocorre nesta quarta-feira (11), na Uninove Vergueiro. O Prêmio Suburbano Convicto foi concebido pelo produtor cultural e poeta Alessandro Buzo. A iniciativa pretende valorizar a cultura produzida nas periferias, a partir de seus coletivos e artistas.

O grupo de estudantes é liderado pelo Professor de História Felipe Yanez, que há oito anos leciona na EMEF. O educador conta que o grupo foi fundado pela iniciativa dos próprios alunos, como um desdobramento de um dos projetos da unidade no contraturno escolar que tinha como tema a cultura Latino Americana. Lá, as poesias em espanhol apresentadas serviram de inspiração para que eles iniciassem a escrita de seus próprios textos.

O grupo começou com cerca de 20 estudantes e atualmente já possui 50 integrantes. Ele é formado por crianças e adolescentes do 5º ao 9º ano e também por ex-alunos. Além dos encontros semanais nas atividades de extensão de jornada escolar, o VOPO promove um Sarau aberto à comunidade todas as segundas-feiras e faz apresentações em eventos educacionais e culturais.

Em 2019, a performance com poesias sobre empoderamento feminino, racismo, política, sociedade e amor foi vitoriosa no Prêmio Cooperifa de Literatura Periférica.

 

Notícias Mais Recentes

Relacionadas

Estudantes sentados em volta de uma mesa produzindo com sacolinhas plásticas uma releitura da obra Abaporu de Tarsila do Amaral.
Professor Paulo veste blusa vermelha e caminha entre dois alunos sendo uma menina com blusa rosa e calça jeans à sua direita e um menino de camiseta e bermuda preta à esquerda. Eles andam em um corredor estreito do bairro da Liberdade olhando para os imóveis. Uma das casas tem paredes brancas e a outra colorida com a pintura de uma menina negra.

Professor da rede municipal de SP concorre como Educador do Ano

Publicado em: 09/06/2022 3h53 - em Diretoria Regional de Educação Ipiranga

fotografia de duas mãos digitando em um notebook. Imagem com logomarca da UFABC e da UNICEUUfabc

7 polos da UniCEU estão com a inscrições abertas para Cursos de Especialização gratuitos 

Publicado em: 07/06/2022 4h59 - em Secretaria Municipal de Educação

Fotografia mostra 10 crianças a frente de uma obra da exposição.

CEU Navegantes faz visita à ‘Bienal do Lixo’

Publicado em: 07/06/2022 2h55 - em Secretaria Municipal de Educação

Arte com grafismos indígenas nas cores marrom, rosê e marsala. O texto diz

CIEJA Campo Limpo promove “VIII Encontro Indígena – Cultura, Lutas e Resistência”

Publicado em: 06/06/2022 5h50 - em Secretaria Municipal de Educação

1 3 4 5 6 7 1.248