Notícias

CEI Geraldo Magela Peron desenvolve projeto “Para Além dos Muros”

Iniciativa promove integração com aparelhos culturais, ONGs e outras unidades educacionais

Publicado em: 16/11/2017 15h18 | Atualizado em: 30/11/2020

PRINCIPAL_CEIGeraldoMagelaPeron_740_x_430.jpg

O Centro de Educação Infantil (CEI) Geraldo Magela Peron, da Diretoria Regional de Educação (DRE) Guaianases, realiza, desde 2014, o projeto “Para Além dos Muros: a relação entre escola e território na promoção do desenvolvimento integral dos bebês e crianças”. A proposta é promover vivências na instituição e no bairro, por meio da integração nos diferentes espaços e com diferentes sujeitos.

O nome do projeto, “Para Além dos Muros”, não foi escolhido por acaso. O seu principal objetivo é enfatizar que toda a comunidade é responsável pela educação dos bebês e crianças. A Unidade Educacional considera o interesse coletivo como um grande aliado para as práticas no campo educativo, além de ressaltar que os educandos têm que ser protagonistas na construção do próprio conhecimento.

Neste contexto, diversas parcerias foram firmadas com o intuito de proporcionar experiências diversificadas dentro e fora do ambiente escolar. Dentre elas, com a Biblioteca Cora Coralina, com a EMEF Madre Joana Angélica de Jesus, com grupos culturais de teatro, música e dança, com Organizações Não-Governamentais (ONGs), com Centros da Criança e do Adolescente (CCAs), pais e comunidade escolar, e com a Unidade Básica de Saúde (UBS) Jardim Soares.

Passeios culturais também fazem parte do conjunto de atividades de integração desenvolvidas pelo CEI: Fábrica de Cultura da Cidade Tiradentes, Zoológico de Guarulhos, Museu de Ciências Naturais, visitas a feiras, praças, parques e horta comunitária do bairro, passeio ao Parque do Carmo e ao Planetário do Carmo e experiências musicais com alunos da Faculdade de Música Carlos Gomes. Com essas vivências, os espaços tornam-se território de ensino e aprendizagem, ampliando possibilidades e abrindo o leque de oportunidades formativas, conteúdos e saberes a serem compartilhados.

“São nessas experiências livres e ricas de possibilidades que bebês e crianças constroem suas próprias histórias, culturas e produzem sua identidade na interação com o meio e com os outros”, afirma Maria Aparecida Moreira dos Santos, Diretora da Unidade.

CEIGeraldoMagelaPeron_2_740_x_430.jpg

Mediação de leitura com a EMEF Madre Joana Angélica de Jesus – A mediação de leitura é outra ideia que surge da necessidade de proporcionar aos alunos outros espaços leitores, de forma que fortaleça o protagonismo e autonomia deles. Essas experiências de integração em diferentes lugares faz parte de uma construção social de empoderaramento das crianças e adolescentes da EMEF, ao contarem histórias para os alunos do CEI.

Um dos destaques do projeto é a parceria com a Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Madre Joana Angélica de Jesus, que consiste em mediações de leitura realizadas por alunos do 4º, 7º e 8º anos. Os grupos visitam o CEI e leem histórias para os bebês e crianças, que têm a oportunidade de conhecer diversos gêneros textuais, além de interagir com crianças maiores e de outra escola.

“As interações são riquíssimas. De um lado, vemos nossos bebês e crianças encantados com as histórias lidas pelos alunos da EMEF. Por outro, notamos o brilho dos olhos e o empoderamento das crianças e adolescentes”, diz Jucilene Pereira Oliveira, Coordenadora Pedagógica da Unidade.

O ambiente do CEI é organizado de forma acolhedora e estimulante. Os livros são expostos entre esteiras e tatames. Almofadas ficam à disposição para que os pequenos tenham liberdade de escolher a postura corporal mais confortável. As leituras são realizadas em espaços diversos: parque, casinha da árvore, brinquedoteca, etc. As vivências são livres: as crianças são convidadas, nunca obrigadas a participar.

Para Ana Paula Prado Godoi, Coordenadora Pedagógica da EMEF, “é possível perceber o quanto o protagonismo e a autonomia leitora dos alunos proporcionam avanços significativos, exercendo uma função social e fortalecendo a parceria no nosso território educativo”.

Veja aqui algumas fotos da Mediação de Leitura.

Notícias Mais Recentes

Relacionadas

Imagem mostra a cantora Rita Lee (uma mulher branca, cabelos curtos e brancos, com óculos de lentes vermelhas e roupas coloridas) em pé, com as mãos na cintura. Ela está em meio a um ambiente com roupas e figurinos de shows.

Servidores da SME possuem gratuidade em exposição sobre a carreira de Rita Lee no MIS

Publicado em: 23/11/2021 6h56 - em Secretaria Municipal de Educação

Estudante movimentando as mãos.

SME lança caderno com orientações para o atendimento de estudantes surdos

Publicado em: 23/11/2021 3h02 - em Secretaria Municipal de Educação

Imagem mostra plateia ao fundo, em arquibancada. Ao centro de um palco, a professora Ana Lúcia segura um buquê de flores e está ao lado das alunas Izabelli e Sabrina, além do reitor da Universidade Zumbi dos Palmares

Estudantes da AEL Lima Barreto são premiadas pelo Festival Afro Minuto 2021

Publicado em: 22/11/2021 6h18 - em Secretaria Municipal de Educação

Crianças aprendendo polo aquático na piscina

CEU Jaguaré oferece aulas de polo aquático para comunidade 

Publicado em: 22/11/2021 5h24 - em Secretaria Municipal de Educação

Estudante faz avaliação utilizando um tablet

Provinha e Prova São Paulo são aplicadas pela primeira vez no formato 100% digital

Publicado em: 22/11/2021 10h32 - em Secretaria Municipal de Educação

1 2 3 4 5 6 1.211