Notícias

Agosto Indígena na EMEF Almirante Sylvio Heck

Evento integra III Mostra Cultural Agosto Indígena

Publicado em: 13/09/2017 15h34 | Atualizado em: 30/11/2020

Agosto_Indigena_EMEF_Almirante_Sylvio_Heck_740_x_430.jpg

Nos dias 1º, 6 e 11 de setembro, foram realizadas apresentações em comemoração ao Agosto Indígena na Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Almirante Sylvio Heck, da Diretoria Regional de Educação (DRE) Santo Amaro.

O evento contou com apresentações de danças indígenas, teatrais, musicais, degustação de alimentos típicos indígenas feitos pelos estudantes, além de apresentações sobre o festival folclórico de Parintins. As apresentações contaram também com a presença e interação de pais e responsáveis pelos alunos.

O projeto teve como base trabalhos desenvolvidos dentro da sala de aula, de leitura e de informática durante o mês de agosto. Foram realizadas pesquisas sobre a história indígena, alimentação dos índios, importância da mulher indígena, vocabulário indígena e preservação da natureza e mananciais.

Leituraço – O projeto, presente na Rede Municipal de Ensino (RME) desde 2014, propõe que a escolha de livros para serem lidos durante as atividades alinhe-se a uma perspectiva estética e política de valorização da cultura e história das populações afro-brasileira, indígena e imigrante, contribuindo, assim, para a desconstrução dos estereótipos que povoam o imaginário sobre estas populações e fortalecendo as identidades de estudantes e educadores.

O Leituraço tem como objetivo contribuir para o processo de implementação das Leis 10.639/03 e 11.645/08, que tornam obrigatório o ensino da história e cultura afro-brasileira, africana e indígena, visto que o projeto contribui para o fortalecimento das identidades dessas populações, historicamente sub-representadas no cânone literário. Além disso, a ação insere-se no contexto do Plano Municipal do Livro, Leitura, Literatura e Biblioteca (PMLLLB) de São Paulo, na medida em que contempla alguns princípios e objetivos do plano, como o debate e a promoção da biodiversidade e de uma literatura não hegemônica.

Confira a galeria de fotos clicando aqui

Notícias Mais Recentes

Relacionadas

Fotografia de Bebês em um sala de CEI

Prefeitura de SP garante atendimento aos bebês e crianças que necessitarem durante recesso de julho

Publicado em: 23/05/2023 4h51 - em Secretaria Municipal de Educação

Capa do livro Giros Contos De Encantar

Biblioteca do CEU Formosa e CELP promovem roda de conversa para alunos praticarem alemão

Publicado em: 22/05/2023 4h53 - em Centro de Estudos de Línguas Paulistano

Estágio Na Rme

Prefeitura e CIEE oferecem 2.300 vagas de estágio de nível superior

Publicado em: 22/05/2023 4h37 - em Secretaria Municipal de Educação

Fotografia do dia da fundação da AEL Sérgio Vaz mostra três estudantes com a mão direita levantada usando as capas douradas da AEL.

Academia Estudantil de Letras comemora 18 anos

Publicado em: 22/05/2023 9h00 - em Academia Estudantil de Letras

Fotografia crianças segurando plaquinhas com seus próprios nomes, elas estão sorrindo para a foto. Pode-se ver plaquinhas com os nomes “Davi Vinicius” e “Pedro Lucas”

‘Lições do Afeto’ da EMEI Ministro Bilac Pinto fortalece vínculo entre famílias e escola

Publicado em: 22/05/2023 8h00 - em Secretaria Municipal de Educação

1 2 3 4 5 1.347