Notícias

AEL Kiusam de Oliveira celebra seu 1º Chá Literário

Alunos da EMEF Francisco Rebolo desenvolvem atividade literária

Publicado em: 19/09/2017 18h03 | Atualizado em: 30/11/2020

principal_cha_lit_ael_740_x_430.jpg

Na última sexta, 15 de setembro, a Academia Estudantil de Letras (AEL) Kiusam de Oliveira, da Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Francisco Rebolo, da Diretoria Regional de Ensino (DRE) Campo Limpo, celebrou o seu 1º Chá Literário. O trabalho desenvolvido e coordenado pelos Professores Renata Leung e Ricardo Armênio sensibilizou alunos e comunidade escolar em relação às questões de valorização e respeito às diferenças, em um ambiente de amizade, companheirismo e paz.

A atividade contou com a participação de 42 alunos, membros da Academia, além das Equipes Gestora e Docente da Unidade, pais e amigos dos acadêmicos. A equipe da DRE Campo Limpo foi representada pela Supervisora Escolar, Rosângela Goretti, e pela Diretora da Divisão Pedagógica, Roseli Helena de Souza Salgado.

“Alunos do 4º, 5º, 6º, 7º e 8ºs anos nos emocionaram declamando poesias, com seus lábios, coração e pele. Agradecemos o convite e parabenizamos a todos pela organização e iniciativa em investir na potencialidade dessas meninas e meninos”, disse a Supervisora Rosângela.

Além das apresentações literárias de autores consagrados, houve a declamação da poesia autoral “Ser cacheada ou crespa é…”, apresentada pelas alunas Kerolin Silva Almeida, Ester Carvalho da Costa e Celina Menezes Félix de Jesus, que compuseram o texto em conjunto, inspiradas pelo trabalho da matrona da academia, Kiusam de Oliveira. As alunas Raiane Ribeiro de Oliveira e Laisa Minelly Gomes Rocha contaram a história “O Mundo no Black Power de Tayó”, de Kiusam de Oliveira, acompanhadas pela sonoplastia do aluno Igor Nobre da Silva, com instrumentos de percussão e violão ao vivo.

Na sequência, foi realizada a execução da canção “Te Ofereço Paz”, de Válter Pini, composta para o Projeto Musiconsciência, de sua criação. Desde a fundação da primeira academia, a composição é cantada pelos alunos da AEL.

Ao final, a aluna Natalia Santos Luiz declamou o poema “Estas mãos”, de Cora Coralina, convidando o público a “unir suas mãos” às dos acadêmicos, em um painel afixado à parede, exprimindo suas emoções. Após as apresentações, foi oferecido o Chá, propriamente dito, com pratos elaborados pela premiada Equipe da Cozinha da Escola.

“Notamos que esse projeto aproximou alunos e comunidade dos trabalhos realizados pela escola em geral, revelando a excelência pedagógica da Unidade”, afirmaram a diretora da unidade, Elisabeth Sapienza Amud Ali, e as coordenadoras pedagógicas Alice Ito Kawahara e Rosemeire Paulista.

Veja a galeria de fotos


Notícias Mais Recentes

Relacionadas

Foto de uma roda de contação de história com a professora e os estudantes em ambiente escolar.
Foto de um homem negro sorrindo de braços cruzados na frente de uma lousa com equações matemáticas.

SME divulga resultado da escolha de vagas feitas em formato informatizado

Publicado em: 20/02/2024 4h58 - em Secretaria Municipal de Educação

Mulher negra mexendo nos lápis e canetas com livros na mesa

Polos da UniCEU estão com inscrições abertas para curso de Pedagogia

Publicado em: 20/02/2024 1h30 - em Secretaria Municipal de Educação

Saúde Oftalmológica

Prefeitura de São Paulo retoma Programa de Avaliação Oftalmológica em estudantes da Rede Municipal

Publicado em: 19/02/2024 5h17 - em Secretaria Municipal de Educação

Fotografia da fachada do Cei Bispo Roger Douglas Bird

Prefeitura inaugura creche Bispo Roger Bird na região de Cidade Ademar

Publicado em: 19/02/2024 2h34 - em Secretaria Municipal de Educação

1 2 3 4 5 1.427