Notícias

AEL Kiusam de Oliveira celebra seu 1º Chá Literário

Alunos da EMEF Francisco Rebolo desenvolvem atividade literária

Publicado em: 19/09/2017 18h03 | Atualizado em: 30/11/2020

principal_cha_lit_ael_740_x_430.jpg

Na última sexta, 15 de setembro, a Academia Estudantil de Letras (AEL) Kiusam de Oliveira, da Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Francisco Rebolo, da Diretoria Regional de Ensino (DRE) Campo Limpo, celebrou o seu 1º Chá Literário. O trabalho desenvolvido e coordenado pelos Professores Renata Leung e Ricardo Armênio sensibilizou alunos e comunidade escolar em relação às questões de valorização e respeito às diferenças, em um ambiente de amizade, companheirismo e paz.

A atividade contou com a participação de 42 alunos, membros da Academia, além das Equipes Gestora e Docente da Unidade, pais e amigos dos acadêmicos. A equipe da DRE Campo Limpo foi representada pela Supervisora Escolar, Rosângela Goretti, e pela Diretora da Divisão Pedagógica, Roseli Helena de Souza Salgado.

“Alunos do 4º, 5º, 6º, 7º e 8ºs anos nos emocionaram declamando poesias, com seus lábios, coração e pele. Agradecemos o convite e parabenizamos a todos pela organização e iniciativa em investir na potencialidade dessas meninas e meninos”, disse a Supervisora Rosângela.

Além das apresentações literárias de autores consagrados, houve a declamação da poesia autoral “Ser cacheada ou crespa é…”, apresentada pelas alunas Kerolin Silva Almeida, Ester Carvalho da Costa e Celina Menezes Félix de Jesus, que compuseram o texto em conjunto, inspiradas pelo trabalho da matrona da academia, Kiusam de Oliveira. As alunas Raiane Ribeiro de Oliveira e Laisa Minelly Gomes Rocha contaram a história “O Mundo no Black Power de Tayó”, de Kiusam de Oliveira, acompanhadas pela sonoplastia do aluno Igor Nobre da Silva, com instrumentos de percussão e violão ao vivo.

Na sequência, foi realizada a execução da canção “Te Ofereço Paz”, de Válter Pini, composta para o Projeto Musiconsciência, de sua criação. Desde a fundação da primeira academia, a composição é cantada pelos alunos da AEL.

Ao final, a aluna Natalia Santos Luiz declamou o poema “Estas mãos”, de Cora Coralina, convidando o público a “unir suas mãos” às dos acadêmicos, em um painel afixado à parede, exprimindo suas emoções. Após as apresentações, foi oferecido o Chá, propriamente dito, com pratos elaborados pela premiada Equipe da Cozinha da Escola.

“Notamos que esse projeto aproximou alunos e comunidade dos trabalhos realizados pela escola em geral, revelando a excelência pedagógica da Unidade”, afirmaram a diretora da unidade, Elisabeth Sapienza Amud Ali, e as coordenadoras pedagógicas Alice Ito Kawahara e Rosemeire Paulista.

Veja a galeria de fotos


Notícias Mais Recentes

Relacionadas

Cowparede - fotografia de esculturas de vacas pintadas por artistas

CEU Paraisópolis recebe exposição CowParade

Publicado em: 25/11/2022 1h01 - em Secretaria Municipal de Educação

Fotografia de grupo de estudante tocando instrumentos de percussão

EMEF Imperatriz Leopoldina forma ritmistas com ‘batucada’

Publicado em: 25/11/2022 10h00 - em Secretaria Municipal de Educação

Capa do Álbum de Mancala Awelé feito por um estudantes.

Confira o resultado do concurso “Meu Álbum de Mancala Awelé”

Publicado em: 24/11/2022 11h37 - em Secretaria Municipal de Educação

Viii Jornada Pedagógica
Foto posada com os participantes do Slam da DRE Santo Amaro

5º edição do Slam Nossa Voz reúne professores e estudantes na zona sul de São Paulo

Publicado em: 23/11/2022 3h08 - em Diretoria Regional de Educação Santo Amaro

1 2 3 1.298