Notícias

Ação ”Zika Zero” agita alunos de escolas municipais

Eventos mobilizaram alunos dos CEUs Heliópolis e Aricanduva e envolveram as comunidades na luta contra o Aedes aegypti

Publicado em: 23/02/2016 12h33 | Atualizado em: 30/11/2020

No dia da Mobilização Nacional da Educação pelo combate ao mosquito Aedes aegypti “Zika Zero”, os Centros Educacionais Unificados (CEU) Heliópolis e Aricanduva foram palcos de ações educativas propostas pelo Ministério da Educação.

Na parte da manhã, alunos e comunidade escolar do CEU Heliópolis, na zona sul da capital, participaram de uma roda de conversa com Alessandro Aparecido Giangola, Coordenador de Dengue da Coordenação de Vigilância em Saúde (COVISA), da Secretaria Municipal de Saúde (SMS). Em seguida, ouviram as palavras do Ministro da Defesa Civil, Aldo Rebelo, e do Secretário Municipal de Educação, Gabriel Chalita, e seguiram em caminhada pelas ruas do bairro, entregando folhetos e expondo cartazes informativos sobre o combate ao mosquito.

Na parte da tarde, as ações ocorreram na zona leste, no CEU Aricanduva. Com a presença do Ministro da Secretaria de Comunicação Social da Presidência, Edinho Silva, do Secretário Municipal de Educação, Gabriel Chalita, e do Secretário Municipal de Saúde, Alexandre Padilha, alunos e comunidade escolar assistiram a uma peça teatral sobre o combate ao mosquito Aedes aegypti apresentada pelos funcionários da Equipe da Supervisão de Vigilância em Saúde.

Os alunos ainda promoveram distribuição e plantio de 3.000 mudas de citronela nos bairros do entorno, como o Jardim Santa Terezinha. A planta funciona como um espécie de repelente ao vetor da dengue, zika e chikungunya.

Durante os eventos, o Exército Brasileiro e a Secretaria Municipal de Saúde montaram tendas com ações educativas e exibições de vídeos informativos.

Ação Zika Zero – Escolas Sem Zika – Na ação proposta pelo Ministério de Educação, escolas de todo o país fazem um dia de mobilização da educação pelo combate ao Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue, da febre Chikungunya e do vírus Zika. As ações envolvem professores, diretores, reitores de universidades e de institutos federais, agentes de saúde e da vigilância sanitária, Forças Armadas, governadores e prefeitos. A campanha de conscientização e orientação para o combate aos criadouros do mosquito vai continuar durante todo o ano nas redes educacionais do país.

Ação continuada – Em uma parceria entre o Governo Federal e as secretarias municipais da Saúde e Educação, cerca de 1 milhão de alunos da rede municipal estão participando e participarão de atividades de formação e conscientização na capital paulista.

Notícias Mais Recentes

Relacionadas

Estudantes sentados na quadra jogando vôlei sentado.

DRE São Miguel realiza 1º Festival de Vivências Paralímpicas

Publicado em: 07/12/2022 8h24 - em Diretoria Regional de Educação São Miguel

Imagem onde se lê

SME realiza I Congresso de Educação em Gênero e Diversidade

Publicado em: 07/12/2022 8h18 - em Secretaria Municipal de Educação

imagem com o texto Esse Lugar Que Tanto Amo

Embaixada da França promove ações voltadas para profissionais da educação

Publicado em: 06/12/2022 4h24 - em Secretaria Municipal de Educação

Fotografia mostra 5 estudantes sentados. Na frente deles há um tecido no chão, com cestas com frutas de brinquedo e livros em cima

Escola da Rede Municipal de SP monta barraca literária em feira livre

Publicado em: 06/12/2022 3h57 - em Secretaria Municipal de Educação

Fotografia de uma estudante negra, ela está concentrada escrevendo no livro sobre sua mesa.

Está aberto período de inscrição para estudantes do Ensino Fundamental e Médio

Publicado em: 05/12/2022 12h43 - em Secretaria Municipal de Educação

1 2 3 1.302