Notícias

Covid – 19: Famílias de São Paulo recebem 2º depósito do auxílio alimentação da Prefeitura

Valores estarão disponíveis a partir da primeira semana de maio para mais de 350 mil estudantes em situação de vulnerabilidade social

Publicado em: 04/05/2020 14h19 | Atualizado em: 20/01/2021

Imagem mostra aproximadamente cinco estudantes sentados na mesma mesa, um ao lado da outro se alimentado, um deles, um menino, está posando para foto e comendo.

A Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria Municipal de Educação (SME), libera a partir desta segunda-feira (04) a segunda parcela dos cartões alimentação entregues a 273 mil estudantes em situação de vulnerabilidade social e beneficiários do Bolsa Família. Outros 80 mil alunos que atendem os critérios do Programa e não o recebem, poderão utilizar a primeira parcela do benefício. O investimento será de R$ 24 milhões ao mês, enquanto durar a situação de pandemia de Covid – 19 (Coronavírus).

Os valores depositados variam de acordo com a etapa escolar do estudante. As crianças matriculadas em Centros de Educação Infantil (CEIs) receberão R$ 101,00. Os alunos das Escolas Municipais de Educação Infantil (EMEIs) terão R$ 63,00 e os estudantes do Ensino Fundamental R$ 55,00.

A entrega dos cartões foi realizada via Correios, porém, a falta de atualização de alguns cadastros dificultou a entrega dos cartões. Assim, desde a semana passada as escolas em que as crianças estão matriculadas receberam os cartões remanescentes. A direção das unidades está entrando em contato com os pais para que a retirada seja feita em horário marcado, evitando aglomerações.

Acesse a Carta de Serviços da Cidade de São Paulo neste link.

Redirecionamento de Alimentos

Desde o início de abril, a SME está redirecionando os alimentos estocados nas unidades escolares com validade para abril e maio e seriam utilizados no preparo da merenda escolar. Até o momento, cerca de 151 toneladas de mantimentos (perecíveis e não perecíveis) foram enviados para o Banco de Alimentos da cidade de São Paulo, vinculado à Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Trabalho, e também para os 38 Centros de Acolhimento da Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social (SMADS) que possuem cozinhas para o preparo das refeições.

Durante o período letivo são oferecidas diariamente cerca de 2,5 milhões de refeições para 1 milhão de estudantes matriculados nas Escolas da Rede Municipal de Ensino.

Notícias Mais Recentes

Relacionadas

Imagem mostra três meninos brincando em um brinquedo inflável e sendo molhados por um jato de água.
Estudante é vacinada em escola municipal

Saúde inicia vacinação de adolescentes em escolas da rede pública de SP

Publicado em: 25/11/2021 5h23 - em Secretaria Municipal de Educação

Estudantes e professores em atividade na EMEF Amorim Lima

Estudantes da EMEF Amorim Lima realizam exposição sobre poluição luminosa

Publicado em: 24/11/2021 4h32 - em Secretaria Municipal de Educação

Professora de ensino fundamental em sala de aula

SME vai contratar 6.889 professores para diversas funções

Publicado em: 24/11/2021 2h15 - em Secretaria Municipal de Educação

banner de divulgação da VI Jornada Pedagógica

Profissionais da Educação Infantil participam da VI Jornada Pedagógica

Publicado em: 24/11/2021 11h39 - em Secretaria Municipal de Educação

1 2 3 1.210