Acessibilidade dos Cadernos Trilhas de Aprendizagens

Volume II

Assim que foi anunciada a elaboração do material Trilhas de Aprendizagens – volume II a COPED/DIEE – Divisão de Educação Especial deu início a um trabalho colaborativo junto aos professores especialistas (PAAIs e PAEEs, professores dos diversos componentes curriculares, professores da sala de leitura, dentre outros) dos treze territórios, visando acessibilizar o material aos estudantes com deficiência, matriculados na nossa Rede. Para isso, passamos por diferentes etapas: mapeamento da demanda, dos recursos humanos e físicos disponíveis em cada território; orientações técnicas; reuniões e discussões conjuntas. Esse mapeamento trouxe também informações imprescindíveis para definição de estratégias e metodologias que direcionaram o processo de acessibilização do material Trilhas de Aprendizagens – volume II.

A equipe da DIEE realizou reuniões virtuais com os 13 CEFAIs (professores especialistas e assessores parceiros) momento em que foram formados grupos de trabalho para atender às especificidades técnicas de cada material a ser produzido (audiodescrição, braille, versão ampliada, audiocadernos, tradução e interpretação em libras, dentre outros) visando a acessibilidade dos estudantes, público da Educação Especial, para o acesso e utilização dos cadernos.

Todo esse trabalho encontra-se em processo de finalização que resultará em materiais acessíveis em formato ampliado, para estudantes com baixa visão; cadernos em braille, para os estudantes cegos; e audiocadernos para estudantes com baixa visão e cegos; versão acessível em Libras, para os estudantes surdos da rede, considerando desde o ensino fundamental até o ensino médio e a educação de jovens e adultos. Além destes materiais, a equipe da Divisão da Educação Especial – DIEE também produziu o Guia de Acessibilidade com conteúdos direcionados aos recursos de acessibilidade e quanto a sua forma de utilização, direcionado aos estudantes e seus familiares.

Abaixo falamos um pouquinho mais sobre esses recursos de acessibilidade:

 

Materiais em braille: o braille é um sistema de escrita tátil utilizado por pessoas cegas ou com baixa visão. Os estudantes da Rede que fazem uso desse código receberão os materiais “Trilhas de Aprendizagens II”, na versão braille, que inclui a descrição das imagens. Acessibilidade do material no sistema Braille é importante para proporcionar maior independência na escrita e na leitura dos materiais “Trilhas de Aprendizagens II”.

 

Cadernos ampliados: a ampliação dos cadernos beneficia os estudantes com baixa visão, que apresentam dificuldade para enxergar o material em tamanho convencional. Para contemplar este grupo de estudantes, a Divisão de Educação Especial –  DIEE preparou as matrizes dos cadernos “Trilhas de Aprendizagens II” com letras e imagens ampliadas com a respectiva descrição de cada imagem e encaminhou para a gráfica responsável pela impressão, garantindo acesso aos estudantes dos materiais em sua integralidade.

 

Audiocadernos: Além dos cadernos em braille e ampliados, os audiocadernos constituem uma terceira opção para os estudantes com deficiência visual acessarem o material “Trilhas de Aprendizagens II”. Os audiocadernos são gravações do conteúdo dos materiais, inclusive das descrições de imagens, narrados em voz sintetizada. Todas essas gravações serão disponibilizadas para a Rede Municipal no portal da SME e poderão ser acessadas por outros estudantes que tiverem interesse nessa versão.

 

Tradução/Interpretação em LIBRAS: todo o material “Trilhas de Aprendizagens II” está sendo traduzido/interpretado em Libras por profissionais surdos e ouvintes contratados por meio do Edital de Credenciamento da SME e por professores das nossas escolas de Educação Bilíngue, PAEEs e PAAIs. Estão sendo gravados vídeos que compreendem diferentes etapas:  estudo dos materiais, gravação em Libras e edição para posterior disponibilização e compartilhamento nos canais da SME.

 

Vídeos Institucionais: os vídeos institucionais da SME/COPED/DIEE contam com a tradução/interpretação em Libras, garantindo assim o acesso aos profissionais, familiares e estudantes surdos da Rede Municipal de Ensino.

 

Guia de Acessibilidade: este material tem como finalidade esclarecer e subsidiar os estudantes e seus familiares, quanto ao uso dos recursos de acessibilidade comumente utilizados pelas pessoas com deficiência. Considerando que muitos estudantes, no momento de distanciamento social, estão sendo amparados por seus familiares, a Divisão de Educação Especial – DIEE elaborou o Guia de Acessibilidade contendo dicas de estudos,orientações quanto a forma de utilização de recursos de acessibilidade mais utilizados, bem como, links complementares. Sua linguagem está adequada com as regras gerais para a acessibilidade de textos além de conter imagens explicativas, facilitando dessa maneira, o seu uso. Para acessá-lo basta clicar ou acionar o link presente no “Trilhas de Aprendizagens II” para ser imediatamente direcionado ao documento disponível no Portal da SME.

Clique a acesse o Guia de Acessibilidade