Notícias

Volta às aulas: 66% das famílias são favoráveis

Levantamento feito no portal da Secretaria Municipal de Educação mostra ampla adesão dos pais de alunos ao retorno às atividades presenciais

Publicado em: 12/02/2021 16h34 | Atualizado em: 12/02/2021
Famílias Com Máscara

Uma pesquisa realizada entre os dias 26 de janeiro e 9 de fevereiro no portal da Secretaria Municipal de Educação de São Paulo revelou que 66,74% dos pais de alunos se manifestaram favoráveis ao retorno das atividades presenciais nas escolas da rede pública, que acontece a partir de segunda-feira (15 de fevereiro).
No total, 591.099 mil famílias de estudantes de unidades escolares das 13 Diretorias Regionais de Ensino (DREs) responderam à enquete, o que corresponde a quase 60% do total de alunos matriculados na rede. “Foi uma amostragem bastante representativa, que nos oferece parâmetros para efetuar essa retomada de forma segura”, destacou Paloma Ros Salvador Sanches, uma das coordenadoras do trabalho.

[Acesse aqui a página de volta às aulas 2021]

Os números finais mostram que 394.505 mil famílias afirmaram que pretendem aderir ao retorno às aulas e 196.594 mil se mostraram desfavoráveis à medida. A pesquisa abrangeu estudantes da Educação Infantil, Ensino Fundamental, Ensino Médio e EJA (Educação de Jovens e Adultos).
De acordo com Paloma, não ocorreram grandes disparidades entre as respostas dadas pelos pesquisados, tanto se levarmos em conta critérios geográficos quanto etários. “Uma curiosidade é que o maior índice de interesse na volta às aulas foi manifestado pelos estudantes do EJA (Educação de Jovens e Adultos), que tem mais pessoas que poderiam se enquadrar nos grupos de risco”, afirmou ela.

As famílias que optaram por não voltar

As principais causas apontadas pelos pais de alunos que não desejam a volta das aulas nesse momento são o fato de que não consideram seguro retornar (37,15%) e a falta de vacinação em massa (19,72%).
Para garantir a higiene e segurança dos estudantes na volta às aulas em período de pandemia da covid-19, a Prefeitura de São Paulo adquiriu 760 mil kits de higiene (com sabonete líquido, copo e nécessaire), 2,4 milhões de máscaras de tecido, 6,2 mil termômetros e 75 mil protetores faciais (face Shields), que serão destinados a alunos e estudantes. As escolas da rede municipal respeitarão um limite de 35% de estudantes nesse retorno às atividades presenciais, que não será obrigatório para os alunos.

Notícias Mais Recentes

Relacionadas

1 2 3 4 1.311