Notícias

Vinte e dois estudantes das escolas municipais são eleitos vereadores jovens em projeto da Câmara Municipal de São Paulo

Programa possibilita aos estudantes conhecer o funcionamento da Câmara e vivenciar a democracia 

Publicado em: 07/11/2023 17h01 | Atualizado em: 07/11/2023
Imagem com fundo verde com uma menina sorrindo com a mão no queixo e olhando para o lado, está escrito "Parlamento Jovem Ensino Fundamental 2023"

Vinte e dois estudantes do Ensino Fundamental II, do 6º ao 9º ano, da Rede Municipal de Ensino, são eleitos como vereadores jovens no programa da Câmara Municipal de São Paulo – o Prêmio Parlamento Jovem Paulistano 2023. No total, foram selecionados 55 projetos entre estudantes de escolas públicas municipais, estaduais e particulares. Além deles, mais 5 suplentes foram selecionados, sendo mais dois de escolas municipais. 

As sessões do Parlamento Jovem são realizadas em dois dias. A primeira ocorreu na segunda-feira (6), e a segunda acontece nesta sexta-feira (10).

O programa tem por finalidade possibilitar aos estudantes do Ensino Fundamental II uma vivência de cidadania e democracia na Câmara Municipal de São Paulo, sendo vereadores por um dia e exercendo as funções e trabalhos do Poder Legislativo Municipal.

As sessões dos vereadores jovens

Em dois dias, os estudantes eleitos comparecem à Câmara Municipal de São Paulo para seus trabalhos como vereadores no Plenário 1º de Maio. No primeiro dia de encontro eles aprenderam sobre o funcionamento da Câmara e receberam orientações sobre as atividades e cronograma do projeto. 

No segundo dia é realizada a sessão de fato onde o presidente da Câmara Municipal ou algum vereador indicado por ele faz a abertura oficial da sessão, diploma e dá posse aos vereadores jovens eleitos. 

Na sequência, ocorre eleição da Mesa Diretora responsável pela coordenação dos trabalhos do dia. Os vereadores jovens então vão à tribuna apresentar e defender seus Projetos de Lei, que são submetidos à votação dos colegas. 

Os partidos

Diferentemente dos partidos políticos, os partidos do Parlamento Jovem são temas dentre os quais os Projetos de Leis apresentados pelos estudantes devem versar. No total, eles podem escolher entre 11 partidos, que são: Assistência Social, Emprego, Planejamento Urbano, Segurança Urbana, Trânsito e Transporte, Esportes, Lazer e Recreação, Cultura, Saúde, Habitação, Natureza e Educação. 

Participação das escolas da Rede Municipal em 2023

O partido com maior número de projetos é Educação com o total de 10 PLs dos vereadores jovens eleitos. Na sequência há o partido Cultura com 3 projetos, e Assistência Social, Emprego, Planejamento Urbano, Saúde com 2 projetos cada. O partido Natureza possui 1 projeto. Há, ainda, mais 2 projetos suplentes, um referente à Educação e outro ao Trânsito e Transporte

Como aconteceram as candidaturas

Para se candidatar, foi necessário que o estudante preparasse um trabalho individual em forma de um Projeto de Lei (PL), obedecendo aos critérios estabelecidos no manual de orientações da Câmara Municipal. Cada escola escolheu apenas um projeto para enviar à  Câmara. 

Os projetos foram avaliados e selecionados por uma Comissão Executiva formada por vereadores. Entre os critérios de seleção estavam: respeito ao formato de Projeto de Lei; pertinência em relação ao tema do partido; correção gramatical; concisão e clareza; originalidade e exequibilidade.

Veja aqui a lista completa com todos os vereadores jovens eleitos em 2023. 

Para saber mais sobre o Programa Parlamento Jovem, clique aqui. 

Notícias Mais Recentes

1 2 3 1.460