Notícias

Valter Hugo Mãe, Sérgio Vaz, Odilon Moraes e João Luiz Guimarães estão entre os destaques da SME desta quarta-feira (6)

Palestras e bate-papos são abertos para qualquer pessoa interessada, basta chegar com antecedência ao local

Publicado em: 06/07/2022 11h29 | Atualizado em: 06/07/2022

Sobre um fundo azul e amarelo, as fotos dos palestrantes da bienal no dia 6 Grandes nomes da literatura brasileira e portuguesa passarão pelo estande da Secretaria Municipal de Educação de São Paulo (SME) nesta quarta-feira (6) na Bienal do Livro. Entre os destaques estão João Luiz Guimarães, ganhador do último Prêmio Jabuti, o português Valter Hugo Mãe, o poeta Sérgio Vaz e o ilustrador e escritor Odilon Moraes.

Parte da programação do estande da SME conta com a participação de escritores que tiveram suas obras contempladas nos editais dos programas Minha Biblioteca, Acervo da Sala de Leitura e Clube Leitura: Leia, professora! Leia, Professor!”.

Ao meio dia, ocorrerá a palestra “Fazedor de Livros”, com o ilustrador e escritor Odilon Moraes. Destaque na literatura infantil, seus livros “A princesinha medrosa”, “Ismália” e “Lá e Cá” fazem parte do acervo das salas de leitura das escolas de ensino fundamental.

Já o escritor português, Valter Hugo Mãe, marcará presença com a palestra “A literatura como modo de reinventar o mundo”, às 15 horas. Seu livro “A máquina de fazer espanhóis” faz parte do acervo do clube de leitura para educadores da Rede Municipal de São Paulo, que tem a proposta de promover a leitura literária por meio de atividade social de leitura.

O escritor Sérgio Vaz, participará de um bate papo com o tema “Literatura das ruas”, às 17 horas. Seu livro “Flores de Alvenaria” faz parte do acervo do Projeto Livros em Movimento, destinado ao grupo de educadores das escolas.

Para finalizar em grande estilo a programação da quarta, o estande recebera, às 19 horas, João Luiz Guimarães, autor do livro “Sagatrissuinorama”, da editora independente Ozé. Entre outros reconhecimentos, sua obra foi ganhadora do Prêmio Jabuti como o melhor livro infantil e como livro do ano em 2021. Em 2021 seu livro foi inserido no acervo das salas de leitura da RME.

O escritor conta que ele foi construído como um livro álbum e tem as ilustrações de Nelson Cruz. Para João Luiz, “o livro dialoga a partir de muitas camadas com os jovens, e também com as crianças, a partir da mediação de um adulto.”

O nome do livro “Sagatrissuinorana”, que é comprido e meio estranho – como fala o autor – vem de uma referência ao livro Sagarana, de Guimarães Rosa. É, também, um reconto da saga dos três porquinhos, “trissuino” – usando a sintaxe do Guimarães Rosa. Sua história é situada nas Minas Gerais, dos acidentes recentes nas cidades de Mariana e Brumadinho.

Acesse aqui a página da SME na Bienal e saiba mais informações

Notícias Mais Recentes

Relacionadas

Fotografia de crianças em um ambiente escuro brincando com luzes, lanternas e objetos luminosos

CEI Parque Fernanda cria espaço na unidade para crianças terem Experiências com Luzes

Publicado em: 29/09/2022 3h25 - em Secretaria Municipal de Educação

CACS FUNDEB - Conselho de Acompanhamento e Controle Social do FUNDEB.

SME abre inscrições para compor conselho que vai fiscalizar uso da verba do Fundeb

Publicado em: 28/09/2022 5h06 - em Secretaria Municipal de Educação

Menina olha para tabuleiro de xadrez e movimenta uma peça com sua mão direita.

Cerca de 2 mil estudantes participam da Final Municipal de Xadrez Individual

Publicado em: 27/09/2022 4h50 - em Secretaria Municipal de Educação

Fotografia mostra as mãos com um punhado de terra próximas de um broto de árvore que está no centro da imagem. Ao fundo, raios de sol sol e folhas verdes desfocados.

SME abre inscrições para curso sobre sustentabilidade e consumo consciente

Publicado em: 27/09/2022 3h30 - em Secretaria Municipal de Educação

Crianças e professora de Educação Infantil em sala de aula.
1 2 3 1.284