Notícias

SME terá série de lives sobre práticas antirracistas durante o mês de novembro

Conteúdos farão parte do "Novembro Negro 2021" e terão a participação de pesquisadores e educadores

Publicado em: 29/10/2021 13h12 | Atualizado em: 29/10/2021
Imagem com mandalas nas cores amarela e laranja no quadrante esquerdo e o texto "Novembro Negro - 2021 - Ocupação do território, infância, raça, gênero e suas interseccionalidades" sobre fundo bege.

O Núcleo de Educação para as Relações Étnico-Raciais (NEER) da Secretaria Municipal de Educação de São Paulo (SME) realiza, nos dias 4, 10, 18 e 23/11, uma série de lives com temas como Infância, Raça e Gênero; Ocupação da população negra na cidade de São Paulo; Literatura Negro-brasileira e Feminismos Negros e suas intersecções.

A iniciativa faz parte do “Novembro Negro 2021”, que tem como objetivo trazer reflexões críticas e divulgar as práticas antirracistas que acontecem diariamente nas unidades. Os conteúdos terão a participação de pesquisadores e educadores da SME e de outras instituições.

“As ações realizadas pelo núcleo como um todo impactam a vida dos bebês, crianças, estudantes, jovens e adultos quando sensibilizados as educadoras e educadores à necessidade de práticas antirracistas diariamente. Pensar em um currículo antirracista de Fevereiro a dezembro é premissa da educação em São Paulo. A formação continuada durante o ano todo possibilita reflexões e novas ações nos territórios”, disse a coordenadora da iniciativa no NEER, Jussara Nascimento dos Santos.

Veja a programação completa das lives.

Núcleo também prepara material orientador com práticas pedagógicas antirracistas
Em 2022, o NEER deve lançar, ainda, um documento com orientações sobre as práticas pedagógicas antirracistas realizadas pelos professores em sala de aula. O objetivo é fortalecer e multiplicar as práticas pedagógicas antirracistas e as ações que já são realizadas nas unidades da rede.

A iniciativa faz parte do processo da continuidade da implementação da Lei 10.639, que estabelece o ensino da história e cultura afro-brasileira dentro dos conteúdos do currículo do Ensino Fundamental e Médio. Atualmente, a SME já tem o assunto dentro do Currículo da Cidade, mas o documento orientador pretende trazer novos pontos como os conceitos de branquitude e o racismo estrutural. Ele terá dois volumes, sendo o primeiro com conceitos e reflexões para nortear a educação antirracista e o segundo com sugestões de práticas pedagógicas.

Notícias Mais Recentes

Relacionadas

Secretários municipais visitam a EMEBS Helen Keller

Secretários municipais visitam a EMEBS Helen Keller

Publicado em: 04/12/2015 5h14 - em Educação Especial

Encerramento do projeto “Escola sem fronteira”

Encerramento do projeto “Escola sem fronteira”

Publicado em: 04/12/2015 2h20 - em Diretoria Regional de Educação São Mateus

Legislação – Escolas Privadas

Legislação – Escolas Privadas

Publicado em: 04/12/2015 10h48 - em Diretoria Regional de Educação Butantã

Prêmio Municipal de Educação em Direitos Humanos reconhecerá 12 projetos

III Prêmio Municipal de Educação em Direitos Humanos

Publicado em: 04/12/2015 10h37 - em Diretoria Regional de Educação Butantã

Tarde de autógrafos na EMEF João de Lima Paiva

Tarde de autógrafos na EMEF João de Lima Paiva

Publicado em: 04/12/2015 10h30 - em Diretoria Regional de Educação Guaianases

1 1.241 1.242 1.243 1.244 1.245 1.300