Notícias

SME promove Semana da Conectividade para avaliar qualidade da internet nas escolas municipais

Escolas precisam instalar software que permitirá conhecer realidade da internet nas escolas; resultados vão contribuir com futuros projetos de melhoria na área

Publicado em: 02/03/2022 16h41 | Atualizado em: 02/03/2022

Fotografia de uma menina usando um computador A Secretaria Municipal de Educação promove entre esta quarta-feira (2) e sexta-feira (4) a Semana da Conectividade, em parceria com a Fundação Lemann, para avaliar a qualidade da conexão da internet nas escolas da rede municipal. A melhoria de acesso à internet foi uma das reivindicações solicitadas durante o período de Escuta Ativa, realizado entre os servidores, no ano passado.

Nesta semana, as escolas deverão instalar um aplicativo simples em uma das máquinas de uso pedagógico que vai verificar os parâmetros da conexão. Dessa forma, será possível verificar se a operadora dos serviços está cumprindo o que prevê o contrato.

O medidor permitirá, ainda, que a SME conheça a realidade da conectividade disponível hoje nas unidades educacionais e possa planejar e desenvolver projetos de melhoria do acesso dos estudantes e educadores à rede. Ampliando, desta forma, as possibilidades do uso pedagógico da rede tanto para as situações pedagógicas durante as aulas quanto para os registros do processo de ensino e aprendizagem realizado pelos educadores.

O software vai registrar, de quatro em quatro horas, um retrato da conectividade com a situação da internet naquele momento, permitindo relatórios com informações sobre sua velocidade da internet, analisando se é suficiente para atender os projetos pedagógicos da escola. Também será possível mensurar o consumo de cada escola, e saber em quais momentos a internet é mais utilizada.

A iniciativa já funciona num projeto piloto nas escolas da Diretoria Regional de Educação de São Mateus. O objetivo é alcançar os estabelecimentos das 13 Diretorias Regionais.

Tecnologia na aprendizagem

A SME vem investindo no uso de tecnologia para o auxílio nas aprendizagens dos estudantes, como a aquisição de 465 mil tablets aos estudantes de 540 escolas de ensino fundamental, e mais 40 mil para estudantes da educação infantil praticarem atividades em salas de aula e nos laboratórios. Também foram distribuídos nas unidades educacionais, 48 mil notebooks direcionados aos professores.

Notícias Mais Recentes

Relacionadas

Fotografia de grupo de jovens em participação de uma reunião

SME incentiva que estudantes, familiares e profissionais façam parte das instâncias de participação

Publicado em: 27/02/2024 12h36 - em Secretaria Municipal de Educação

Fotografia de cinco estudantes com a camiseta laranja do Imprensa Jovem. Três estudantes estão sentados em bancos altos em frente a uma estante de livros e a menina que está no meio segura um microfone e um celular. Todos olham para o celular. Em primeiro plano, de costas para o ângulo da fotografia, um menino manuseia o tripé em que está a câmera e o celular, atrás de sua camiseta laranja está escrito em preto Imprensa Jovem. Em frente a ele, e também de costas para o ângulo da foto, há mais uma estudante.
Design Sem Nome (1)

DRE Guaianases promove reunião de organização

Publicado em: 22/02/2024 4h37 - em Diretoria Regional de Educação Guaianases

Imagem dividida em 3 retângulos, cada um com imagens que fazem alusão à símbolos indígenas
Foto de um adulto, com camiseta do Fab Lab, escrevendo em uma lousa branca, crianças acompanhando , tanto em pé, ao lado da lousa, como sentados.

Rede Fab Lab Livre SP abre agenda de oficinas para estudantes e professores da Rede Municipal

Publicado em: 22/02/2024 11h30 - em Secretaria Municipal de Educação

1 2 3 1.427