Notícias

SME promove Organização Pedagógica de 2023

Durante encontro na Faculdade de Direito da USP foram apresentadas as diretrizes para 2023

Publicado em: 24/01/2023 17h08 | Atualizado em: 27/01/2023
fotografia de auditório com aReunião De Planejamento

Educadores se encontraram na Faculdade de Direito da USP para definir planejamento do ano.

A Secretaria Municipal de Educação promoveu nesta terça-feira (24) a Organização Pedagógica de 2023, na Faculdade de Direito da USP. Representantes de todos os setores das secretarias e também das 13 diretorias regionais de educação participaram do encontro.

Durante o evento, a Coordenadoria Pedagógica apresentou o documento com as diretrizes para o desenvolvimento das aprendizagens e repassou para as Diretorias Regionais de Educação, que por sua vez dialogam com as unidades educacionais para a implementação ideal do planejamento, por meio dos PPPs (Projetos Políticos Pedagógicos).

O diretor do Núcleo Técnico de Currículo da SME, Aparecido Sutero, destacou a importância do encontro e do documento para o aprendizado. “O documento de hoje foi construído com a intenção de que as aprendizagens aconteçam. Iremos retomar o PPP e os outros documentos construídos pela própria rede, porque é a efetivação das ações no chão da escola que realmente fará o estudante aprender”, aponta.

Os PPPs seguirão os princípios de equidade, educação inclusiva e educação integral. Na equidade, o foco será na garantia das condições necessárias para o estudante se desenvolver com um sujeito potente e autônomo. Na educação inclusiva, o objetivo é valorizar e respeitar a diversidade, reconhecendo as particularidades de cada estudante. Na educação integral, o foco está no desenvolvimento do estudante em todas as suas dimensões e na formação do mesmo como um sujeito de direitos e deveres.

Programa Aprender e Ensinar no Ensino Fundamental

No contexto do ensino fundamental, a novidade está no programa Programa Aprender e Ensinar no Ensino Fundamental, que organiza todo o trabalho pedagógico e estabelece diretrizes para as estratégias de garantia do direito da aprendizagem. O programa segue quatro pilares para a melhoria do ensino em São Paulo. A formação continuada aos professores com foco em questões metodológicas; os materiais didáticos para apoiar as práticas no espaço escolar; as ações de fortalecimento das aprendizagens e as ações de acompanhamento das aprendizagens .

Notícias Mais Recentes

Relacionadas

1 2 3 1.310