Notícias

SME credencia formadores e palestrantes para atuarem na Educação Especial

As inscrições estão abertas até 17 de setembro

Publicado em: 30/08/2021 13h49 | Atualizado em: 30/08/2021
Desenhos infantis relacionados à Educação Inclusiva

A Secretaria Municipal de Educação de São Paulo abriu edital de credenciamento de formadores e palestrantes para desenvolverem cursos, materiais documentais didático-pedagógicos, oficinas, congressos, entre outras atividades. Estas ações visam oferecer formação continuada de professores, gestores e demais profissionais de Educação e comunidade educativa para a Educação Especial, em todas as etapas e modalidades da Educação Básica, pautando-se no Currículo da Cidade. As inscrições podem ser feitas até 17 de setembro.

Para preencher o formulário, clique aqui.

A iniciativa tem como objetivo assegurar o acesso, a permanência, a participação plena e a aprendizagem de crianças, adolescentes, jovens e adultos com deficiências múltiplas, visual, auditiva/surdez, física, transtornos do espectro autista, surdocegueira, transtornos globais do desenvolvimento (TGD), altas habilidades e superdotação.

Entre os requisitos para ser formador/palestrante estão:

– Possuir formação universitária, em nível de pós-graduação, especialização, mestrado, doutorado, ou pós-doutorado, nas áreas correlatas de Educação, Educação Especial, Educação Inclusiva, Prática Educativa e Diversidade, Educação para Diversidade, Desigualdades Sociais e nas linhas programáticas;

– Ter conhecimentos específicos a respeito do tema que constitui objeto da formação pretendida e experiência comprovada e experiência na elaboração e/ou desenvolvimento de processos formativos, e/ou assessorias/docência documentalmente comprovados.

Para saber todos os detalhes, acesse aqui a íntegra do Edital de Credenciamento SME Nº7, de 26 de agosto de 2021, SME/COPED/DIEE/DRE-CEFAI, publicado no Diário Oficial da Cidade de São Paulo, páginas 65-68 .

O foco de trabalho será auxiliar, gerir, produzir, ministrar, planejar, orientar e avaliar junto a Divisão de Educação Especial e Centros de Formação e Acompanhamento à Inclusão (CEFAIS) das Diretorias Regionais de Educação (DREs) quanto ao desenvolvimento das formações nas linhas programáticas que constam no Edital.

 

 

Notícias Mais Recentes

1 2 3 1.213