Notícias

Projetos do Programa São Paulo Integral na DRE Penha

Unidades Educacionais expõem os trabalhos realizados ao longo do ano de 2017

Publicado em: 21/12/2017 15h05 | Atualizado em: 30/11/2020

spintegral_drepe_740_X_430.jpg

Ao longo do ano de 2017, Unidades Educacionais pertencentes à Diretoria Regional de Educação (DRE) Penha e integrantes do Programa São Paulo Integral realizaram diversas práticas que romperam a lógica de turnos e contraturnos e expandiram os saberes dos educandos.

A Escola Municipal de Educação Infantil (EMEI) Presidente Dutra desenvolveu projetos anuais, semestrais e mensais com os alunos, como o “Projeto Circo”, que explorou o tema por meio de músicas, dramatizações, circuitos corporais, danças e escrita coletiva. As crianças puderam vivenciar e explorar os personagens do circo, como malabaristas, domadores e palhaços.

No Centro Educacional Unificado (CEU) EMEF Professor Antônio Carlos Rocha, as atividades voltadas para a alimentação das crianças foram expostas num cartaz elaborado pelos professores e coordenadores envolvidos no projeto para o Dia da Família, com visitação de toda a comunidade.

A EMEI Silvio Romero trabalhou com brincadeiras livres com obstáculos na área externa, com o intuito de desenvolver a coordenação motora, equilíbrio, agilidade, habilidade, confiança e socialização. Além disso, foi promovido também o “Cantinho da Leitura”, onde cada criança pôde escolher um livro para ler com todos os colegas, desenvolvendo assim o gosto pela leitura e a autonomia.

A Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Professor Maestro Alex Martins Costa realizou brincadeiras inclusivas com os temas “Vivenciando Jogos” e “Brincadeiras Indígenas”, onde os alunos puderam produzir esculturas com argila e cabanas com bambu. As atividades foram realizadas com o objetivo de promover a compreensão e o respeito às tradições e costumes culturais dos povos indígenas.

O tema “Folclore Brasileiro – Boi Bumbá” foi abordado a fim de incorporar a cultura afro-brasileira e indígena, incentivando-os a valorizar e respeitar a pluralidade cultural do país. O assunto foi introduzido por meio de danças, ritmos e brincadeiras. Foram utilizados para a confecção dos trabalhos materiais como caixas de leite, tecidos, fitas de cetim coloridas, strass e cola.

A EMEF também trabalhou o tema “Aprendendo os valores nutritivos dos alimentos” por meio da conscientização dos alunos em relação aos alimentos consumidos no dia a dia, de modo que as crianças puderam aprender sobre os valores nutricionais e passar por todas as etapas de preparo de receitas com os professores.

A EMEF Assad Abdala aprofundou os estudos de matemática no laboratório de informática a partir de atividades desenvolvidas durante o ano pela Professora Orientadora de Informática Educativa (POIE) Drielly Andrade Gandini, em parceria com as professoras regentes, por meio de jogos que possibilitaram a aprendizagem da disciplina.

A unidade também desenvolveu o projeto “Pequenos Contadores de História” com o objetivo de trabalhar a oralidade com rodas de leitura, contação, dramatização e apresentação de histórias em forma de peças teatrais. Os alunos foram protagonistas e também espectadores.

Os alunos do Ensino Fundamental I também puderam conhecer e trabalhar com brincadeiras e festas populares e, com o auxílio dos alunos do Ensino Fundamental II, confeccionaram alguns brinquedos como o bilboquê, pião e peteca.

No projeto “Horta e Jardim”, os alunos puderam ter o contato com a terra no preparo dos canteiros, plantando sementes, cuidando das plantas, regando-as, transplantando, adubando e vendo-as crescer.

A EMEF Emiliano Di Cavalcanti aplicou projetos como “Experiências Científicas”, onde os alunos puderam realizar procedimentos que necessitavam de observação, anotações, registros e análises diversas a fim de desenvolver o questionamento e levantamento de hipóteses relacionadas aos conteúdos da disciplina de Ciências.

Outro projeto, o “Trabalho de Campo”, possibilitou ao estudante o conhecimento na prática. Eles visitaram o museu da Imigração Japonesa, fizeram trilha no Vale do Ribeira e conheceram a Caverna do Diabo. Com essas atividades, puderam estabelecer uma relação com o lugar a partir da sua cultura e dos elementos que compõem a sua paisagem. No “Teatro” e “Produção Audiovisual”, os alunos tiveram o contato com a arte por meio de diversas linguagens.

Na EMEF Octávio Mangabeira, os alunos puderam aprender a jogar xadrez no modo tradicional e na versão coletiva, com peças gigantes.

Na EMEF Infante Dom Henrique, o projeto “Escola Apropriada” trabalhou com os alunos imigrantes para que eles pudessem se sentir também pertencentes e donos do território escolar. Na escola, há alunos bolivianos, uruguaios, paraguaios, sírios, entre outras nacionalidades.

No projeto “Sustentabilidade”, o corpo docente, em parceria com o Grêmio Estudantil, realizou trabalhos de educação ambiental indo a campo para conhecer o Sesc Itaquera e o Centro de Formação Profissional de Educação Ambiental (CEFOPEA). Posteriormente implantaram, na escola, coletores de materiais recicláveis e trabalharam também alguns conceitos e práticas de jardinagem.

No projeto “Educação Alimentar”, os professores também trabalharam com os alunos questões voltadas à alimentação saudável e, em parceria com a EMEI Cásper Líbero, puderam preparar lanches em uma cozinha experimental.

A EMEF também fez parcerias com dentistas da Unidade Básica de Saúde (UBS) da região, além do Instituto Tomie Ohtake, que desenvolveu atividades para os alunos, e o Colégio Magister, que também realizou atividades que proporcionaram a interação entre os alunos.

A EMEI Mary Buarque desenvolveu o projeto “Aprendendo sobre os girinos na educação infantil: Uma proposta lúdica de ensino e aprendizagem”. Neste trabalho, os alunos acompanharam todo o processo da transformação dos girinos em sapos e os professores puderam observar como os alunos da Educação Infantil, de 4 e 5 anos, aprendem sobre o conhecimento científico a partir de uma sequência didática com caráter investigativo e questionador.

Na EMEI do Lar Sírio foi feito o projeto “Etnia e Cidadania”, onde as crianças aprofundaram os estudos de pluralidade cultural com o objetivo de valorizar o respeito às diversas etnias formadoras da sociedade brasileira.

Com os alunos de 4 anos, foi trabalhado o projeto “Circuito” e “Corpo e Movimento” com o objetivo de aprimorar, nas crianças, noções de lateralidade, coordenação motora, fina, grossa e espacial, concentração, autonomia, bem como o fortalecimento do trabalho em grupo.

No “Cantinho das Artes” foram realizadas atividades de pintura livre para que as crianças pudessem reconhecer as cores primárias, explorar, manusear materiais apropriados e trabalhar a livre expressão do processo imaginativo. Na “Tentativa de Escrita dos Nomes”, as crianças foram estimuladas a escrever os próprios nomes com uso do giz de cera.

Na EMEI Intendente Gomes Cardim, os projetos também promoveram práticas que buscavam articular experiências e os saberes das crianças, a fim de promover o desenvolvimento integral dos alunos.

No projeto “Sid, o Cientista”, os alunos realizaram um trabalho sobre temperatura e medida não padronizada. Na “Semana da Criança”, os alunos puderam deixar suas marcas em painéis, trabalharam em parceria e potencializaram as experiências e a criatividade.

Notícias Mais Recentes

Relacionadas

mão feminina preenchendo gabarito de prova de concurso
Imagem de uma professora sentada do chão. Ela segura um caderno com uma figura e mostra para a criança que está em pé em sua frente.

SME amplia em 1.068 o número de cargos para a Educação Infantil Municipal

Publicado em: 03/12/2021 5h08 - em Secretaria Municipal de Educação

Imagem mostra parte do corpo de duas pessoas. Uma está de camiseta cinza e segura em sua mão um termômetro apontado para o pulso da outra.

Programa “POT Volta às Aulas” da SME ganha prêmio do Tribunal de Contas de SP

Publicado em: 02/12/2021 4h55 - em Secretaria Municipal de Educação

Imagem com mapa da cidade e meninas e meninos segurando equipamentos de comunicação como câmeras fotográficas, celulares e microfones.

Evento celebra 20 anos de Educomunicação na Rede Municipal de São Paulo

Publicado em: 02/12/2021 4h08 - em Secretaria Municipal de Educação

banner da Virada Esportiva 2021 - Movimente a vida

CEUs terão programação gratuita na Virada Esportiva

Publicado em: 01/12/2021 12h22 - em Secretaria Municipal de Educação

1 2 3 1.212