Notícias

Projeto realizado na Escola Municipal Pedro Américo é finalista no Desafio de Aprendizagem Criativa

Ações têm transformado a realidade escolar dos estudantes e mobilizado atuações mais reflexivas dos professores

Publicado em: 06/03/2020 18h27 | Atualizado em: 30/11/2020
Imagem sobre o Projeto realizado na Escola Municipal Pedro Américo, finalista no Desafio de Aprendizagem Criativa

Projeto que incentiva a participação efetiva dos estudantes na Escola Municipal de Ensino Fundamental Pedro Américo, localizada no Jardim Marina, Zona Norte de São Paulo, ganha destaque e se torna finalista na 5ª edição do “Desafio Aprendizagem Criativa”.

Organizado pela Rede Brasileira de Aprendizagem Criativa, e contando com o apoio da Fundação Lemann e do Instituto de Tecnologia Massachusets (MIT) Media Lab, o Desafio tem como objetivo identificar, conectar e apoiar artistas, pesquisadores, educadores, desenvolvedores de tecnologia e tomadores de decisão que possam ter um papel importante no avanço de práticas de Aprendizagem Criativa em escolas públicas do Ensino Fundamental ao Ensino Médio como também em ambientes de aprendizagem não formais de todo o Brasil.

O projeto intitulado “Exercício do pensamento, por uma escola justa”, ficou entre os 8 selecionados dentre os mais de 100 trabalhos enviados de diferentes regiões do país, e contará com formação presencial e visita aos principais eventos de Aprendizagem Criativa, além de receber apoio técnico, educacional e logístico para implementar as atividades durante o período do programa.

Os profissionais responsáveis pelo projeto participarão de reuniões de trabalho presenciais no MIT Media Lab, em Massachusetts, Estados Unidos, e também visitarão instituições e programas educacionais de referência na cidade de Boston.

O trabalho conta com a participação de todos os educadores da unidade, sendo coordenado pelas Professoras Orientadoras de Educação Digital (POEDs), Claudia Maria Meirelles e Fernanda Valeria Motta, com o apoio da Coordenadora Pedagógica, Ana Carolina de Viveiros Beltran e da Supervisora de Ensino da Diretoria Regional de Educação Freguesia / Brasilândia, Patrícia Helena Ferreira.

Iniciado em 2015, o projeto vem transformando a realidade escolar dos estudantes e mobilizando atuações mais reflexivas dos professores na busca por ações coerentes sustentadas pelos eixos: Democracia, escola justa e exercício do pensamento.

O primeiro passo dado pela equipe de professores foi perguntar aos estudantes quais eram suas ideias sobre o currículo e as aulas, a resposta trouxe os seguintes questionamentos: oportunidades de manifestar opiniões; busca de explicações diferentes das já utilizadas para sanar dúvidas sobre algum conteúdo; utilização de imagens e outros recursos que apoiem a explicação do professor.

Com base nestas informações, a escola passou a promover ações que incentivem o protagonismo dos estudantes em seus processos de aprendizagem, dentre elas destacamos:

  • Instituição das Assembleias Escolares e do Grêmio Estudantil;
  • Realização anual de Sarau Literário e Musical;
  • Criação da Semana Pedro Américo, período temático com oficinas e vivências em que os alunos participam por inscrição nas atividades de interesse;
  • Experiências realizadas no Laboratório de Educação Digital (LED), nas quais estudantes de diferentes idades trabalham em harmonia nas oficinas de aldeia criativa (Uma proposta que disponibiliza diversos tipos de materiais aos estudantes para exercitarem a sua imaginação e criatividade na elaboração de novos objetos), criação de protótipos, quer com materiais não convencionais ou com kits de robótica;
  • Ampliação dos projetos interdisciplinares;
  • Aumento da visitação dos equipamentos públicos da cidade;
  • Parceria com outros equipamentos;
  • Arquitetura de aulas através de metodologias ativas;
  • Valorização da cultura maker;
  • Ampliação dos projetos no período de extensão da jornada escolar: Oficina de História em Quadrinhos, Violão e Cultura Musical, Mediação de Leitura, Aluno Monitor, Robótica, Imprensa Jovem, Pequenos Cientistas e Esportes.

Resultados das ações do projeto

  • Maior envolvimento dos estudantes no dia a dia da escola;
  • Diminuição significativa do número de faltas e evasão escolar;
  • Redução expressiva em depredações dos equipamentos;
  • Estudantes mais críticos e conscientes do seu papel na sociedade. Os conflitos ainda ocorrem, porém cada vez mais são solucionados por meio do diálogo.
  • Professores mais motivados buscando rever suas práticas pedagógicas e espaços de aprendizagem.

A Professora Cláudia, uma das idealizadoras do projeto comentou sobre as ações realizadas, “Este projeto foi construído a muitas mãos, é um projeto sonhado e pensado por pessoas que acreditam na escola pública, no direito de aprendizagem dos estudantes para além dos conteúdos formais. Escrever este percurso coletivamente é o que nos fará alcançar nossos objetivos”, finaliza Cláudia.

Veja as fotos:

Notícias Mais Recentes

Relacionadas

fotografia mostra parte de um rosto feminino com foco na boca em movimento de fala

SME oferece curso voltado à saúde vocal para os educadores da Rede Municipal

Publicado em: 11/04/2024 5h25 - em Secretaria Municipal de Educação

Professora Lívia e várias crianças andando de motoca na Praça da república.
Alunos de Dança Cigana do CEU Formosa posam para foto

CEU Formosa promove aulas gratuitas de dança cigana para comunidade

Publicado em: 11/04/2024 4h37 - em Secretaria Municipal de Educação

Alunas do CEU Parelheiros participam de aula de Afromix. No palco as professoras conduzem a aula.

CEUs oferecem aulas de dança do Afromix em sua programação

Publicado em: 11/04/2024 11h51 - em Secretaria Municipal de Educação

Dengue Vacina

Estudantes da Rede Municipal de São Paulo poderão se vacinar contra a dengue

Publicado em: 10/04/2024 6h49 - em Secretaria Municipal de Educação

1 2 3 1.438