Notícias

Projeto da EMEF José de Alcântara promove a valorização da comunidade Pankararu.

Aulas de artes incentivam alunos a redescobrirem a cultura indígena

Publicado em: 14/04/2016 13h30 | Atualizado em: 30/11/2020
pankararu_740_x_430.jpg

Nos anos 50, uma parte dos indígenas da nação Pankararu resolveu fugir do coronelismo e da seca do sertão pernambucano e fixar-se na cidade de São Paulo. Nos dias de hoje, cerca de 500 deles habitam a comunidade do Real Parque, no Morumbi, zona oeste da capital.
A Escola Municipal José de Alcântara Machado, que fica a alguns quilômetros dali, tem em grande parte de seus alunos descendentes deste povo. Ali é desenvolvido, desde 2015, o projeto “Eu Venho do Mundo: Raízes Pankararu”.
Leno Vidal é professor de artes na EMEF e responsável pelo projeto. Ele conta que tudo começou há alguns anos, quando assistiu a um documentário sobre a luta da Associação SOS Pankararu pelo reconhecimento de seus direitos como povo indígena estabelecido na capital.
Ele resolveu então desenvolver um programa de aulas onde os alunos indígenas pudessem reafirmar sua identidade étnica, ao mesmo tempo em que o restante dos estudantes pudesse conhecer a história dos colegas. Nas aulas de arte, os alunos estudam a cultura dos Pankararu, os seus costumes e a sua história. Depois plantam – dentro da sala mesmo, em pequenos vasos de barro – a mandioca, o inhame, o gengibre e a batata doce, construindo a partir destas raízes os tradicionais bonecos “Praiá”, que são uma representação dos deuses encantados da tribo.
pankararu_740_x_430_01.jpg
Em dezembro de 2015, o projeto do professor Leno foi citado pelo PORVIR, iniciativa que mapeia e divulga inovações na área de educação pelo mundo. Mais informações sobre o projeto podem ser conferidas no blog do professor.

Notícias Mais Recentes

Relacionadas

1 2 3 1.212