Notícias

Projeto “Brincar Juntos” promove interação entre alunos da EMEI Rio Branco e da EMEF Joaquim Bento

Iniciativa incentiva a troca de vivências e saberes para estudantes e educadores

Publicado em: 14/12/2016 16h07 | Atualizado em: 30/11/2020
Projeto Brincar Juntos_740x430.jpg

A Escola Municipal de Educação Infantil (EMEI) Barão do Rio Branco e a Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Joaquim Bento Alves de Lima Neto, ambas da Diretoria Regional de Educação (DRE) Capela do Socorro, começaram a promover em conjunto o projeto “Brincar Juntos”. A iniciativa começou em 2016 e tem como objetivos incentivar a troca de vivências e saberes entre as crianças.

Segundo Carla Souza, Coordenadora Pedagógica da EMEI Rio Branco, o projeto surgiu a partir da necessidade de integrar os currículos e conhecer o trabalho desenvolvido nas duas unidades. “Começamos a pensar juntos em uma atividade que contribuísse com o desenvolvimento da criança, considerando seu percurso, individualidades e experiências vivenciadas na Educação Infantil e que devem ser levadas em conta no Ensino Fundamental”, explicou. O projeto “Brincar Juntos” foi a sugestão devido a proximidade entre as escolas, fato que tornaria o deslocamento de uma unidade para outra e a troca de experiências mais fácil.

No “Brincar Juntos”, os estudantes do ciclo de alfabetização da EMEF vão até a EMEI em um dia previamente combinado para brincar com os alunos menores. As brincadeiras ocorrem no parque e no pátio da unidade e são disponibilizados às crianças materiais como cordas, bambolês, bolas e cones. A ideia, segundo Carla, é estimular os pequenos a propor e criar brincadeiras, incentivando assim o protagonismo infantil e trabalhando o ato do brincar como principal forma de expressão e compreensão do mundo.

De acordo com a Coordenadora, as crianças da EMEI ficam ansiosas esperando o dia de visita dos alunos da EMEF. Quando o dia chega, são os próprios estudantes que apresentam os espaços da escola. “O diálogo entre as duas unidades, no entanto, não é de algo novo. Ele já vem acontecendo desde 2014 por meio de outros projetos como, por exemplo, o de leitura compartilhada”, destaca Carla.

Carla afirma que os encontros estão proporcionando resultados positivos. Para ela, receber outros alunos na escola promove experiências de trocas de vivências e saberes e dá às crianças a oportunidade de serem autônomas e responsáveis por receber e cuidar do outro. “A troca entre os professores também é muito significativa, pois estas visitas dão a possibilidade de conhecer o trabalho desenvolvido pelo outro, bem como as dificuldades, os desafios e soluções encontradas no dia a dia”, destaca.

Confira a galeria de imagens do projeto.

Notícias Mais Recentes

Relacionadas

I Congresso de Educação em Gênero e Diversidade Descontruindo Estereótipos - 8/dez/2022 - 12h às 22h - Salão Nobre - Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo - Largo São Francisco, 95, Centro.

SME realiza I Congresso de Educação em Gênero e Diversidade

Publicado em: 07/12/2022 8h18 - em Secretaria Municipal de Educação

imagem com o texto Esse Lugar Que Tanto Amo

Embaixada da França promove ações voltadas para profissionais da educação

Publicado em: 06/12/2022 4h24 - em Secretaria Municipal de Educação

Fotografia mostra 5 estudantes sentados. Na frente deles há um tecido no chão, com cestas com frutas de brinquedo e livros em cima

Escola da Rede Municipal de SP monta barraca literária em feira livre

Publicado em: 06/12/2022 3h57 - em Secretaria Municipal de Educação

Fotografia de uma estudante negra, ela está concentrada escrevendo no livro sobre sua mesa.

Está aberto período de inscrição para estudantes do Ensino Fundamental e Médio

Publicado em: 05/12/2022 12h43 - em Secretaria Municipal de Educação

Fotografia de estudantes correndo em aralimpíada

Estudantes da Rede Municipal são destaque nas Paralímpiadas Escolares 2022

Publicado em: 05/12/2022 12h06 - em Secretaria Municipal de Educação

1 2 3 1.301