Notícias

Programa literário gravado por estudantes de educomunicação completa cinco anos de existência

No programa “Com Livro, Com Afeto”, da Rádio JMS, estudantes abordam suas obras literárias favoritas.

Publicado em: 01/11/2018 15h59 | Atualizado em: 30/11/2020

ComLivroComAfeto_740x430.png

No dia 16 de outubro, Nicolle Reis, estudante do 7º ano da Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Gal. Júlio Marcondes Salgado, da Diretoria Regional de Educação (DRE) Jaçanã/Tremembé, integrante do projeto de Educomunicação Rádio JMS, apresentou a edição mais recente do programa “Com Livro, Com Afeto”, sobre a obra literária intitulada: “Um de nós está mentindo”, da autora Karen McManus.

Para Nicolle, apresentar o programa “Com Livro, Com Afeto”, é uma experiência única. “É maravilhoso apresentar um livro aos nossos telespectadores. Nós, da Rádio JMS, temos um difícil trabalho de incentivo à leitura. Por isso, trabalhamos duro para que pelo menos uma pessoa entre no maravilhoso mundo da leitura. Temos um extenso processo de produção para entregar o melhor vídeo possível”, ressalta a estudante educomunicadora Nicolle.

A ideia de gravar um programa audiovisual em que os estudantes pudessem expor suas opiniões de maneira crítica e reflexiva sobre as leituras que realizavam dentro e fora da escola surgiu no ano de 2013, início do projeto na unidade, com intuito de inserir uma estudante do projeto nas atividades educomunicativas que vinham sendo desenvolvidas por outros integrantes. “A ideia surgiu pelo professor durante as férias, porque ele sabia que eu gostava muito de ler, sempre que eu ia para a Rádio eu levava vários livros”, relata Mariana Leão, integrante do projeto de 2013 a 2014.

O projeto ganhou força e visibilidade dentro e fora da escola. Estudantes da unidade foram convidados a participar das gravações e trazer suas contribuições literárias para o programa, que tem por objetivo incentivar a leitura, ressaltando pontos positivos e negativos das narrativas selecionadas e traçando um breve perfil dos autores das obras, tudo com o devido cuidado para não dar “spoilers” aos espectadores.

A seleção das obras é feita pelos próprios estudantes, em reuniões coletivas e semanais no próprio estúdio do projeto, localizado no pátio da escola.

Os estudantes educomunicadores se revezam em diferentes áreas para dar suporte antes, durante e após as gravações. Filmagem, fotografia, gravação de áudio, roteiro, escolha do local, cenário e edição, tudo feito pelos próprios estudantes, sob a mediação da Professora Educomunicadora, Carol Cuofano, responsável pelo projeto na unidade desde 2017.

Em 2018, houve uma mudança no processo de elaboração da resenha. Antes, um ou dois alunos da equipe de redação a produziam. Hoje, todos os alunos que leram o livro a ser apresentado elaboram juntos a resenha, contribuindo com suas impressões sobre a narrativa e auxiliando no processo como um todo.

A Professora Carol comentou sobre o processo de organização da equipe para as gravações. “A equipe como um todo se envolve no processo. A apresentação da estudante Nicole é quase uma regra, mas qualquer um que se sinta à vontade para gravar ganha a oportunidade. Aproveitamos esses momentos para treinar novos membros no manuseio de equipamentos de fotografia e filmagem. Todos ficam na sala de gravação e contribuem para que as falas sejam claras, audíveis e corretas para o público”, relata Professora Carol.

Após a gravação, as cenas são editadas pelo estudante do 8º ano, Guilherme Costa, participante do projeto desde 2017, e apresentadas à equipe antes da divulgação ao público. Os estudantes analisam elementos técnicos como qualidade de áudio e vídeo, imagens, legendas, sequência das falas e os créditos.

Para Guilherme, a edição começa quando ele recebe os arquivos, transfere para o computador e coloca em um programa de edição. “O ‘Com Livro, Com Afeto’ tem mais imagens e textos, geralmente a edição leva três dias para ficar pronta para publicação no canal de vídeos”, observa Guilherme.

Após aprovação do vídeo pelos membros da equipe, os estudantes educomunicadores traçam estratégias de divulgação do programa nas mídias sociais do projeto, escolhem a arte e o melhor dia e horário para divulgação.

De 2013 até o momento foram gravados 14 programas audiovisuais com diferentes temas literários, escolhidos e apresentados por 11 estudantes do ensino fundamental. Em 2019, a equipe do projeto pretende dar continuidade às gravações do programa.

Acesse a playlist e confira todos os programas literários gravados pela equipe até o momento.

Sobre o projeto Rádio JMS – Idealizado em 2013 na EMEF Julio Marcondes Salgado, o projeto de Educomunicação chamado Rádio JMS (Rádio Julio Marcondes Salgado), possibilita, aos estudantes do Ensino Fundamental II, aulas teóricas e práticas semanais sobre filmagem, fotografia, edição, uso de equipamentos de áudio e vídeo, redes sociais, escrita de textos, cobertura jornalísticas, entrevistas, uso de redes sociais (Facebook e Instagram) para divulgação de ações da escola e de iniciativas do projeto para a comunidade. Saiba mais sobre este projeto de Educomunicação por meio do Documentário produzido pelo canal Futura.

Notícias Mais Recentes

Relacionadas

Imagem mostra três meninos brincando em um brinquedo inflável e sendo molhados por um jato de água.
Estudante é vacinada em escola municipal

Saúde inicia vacinação de adolescentes em escolas da rede pública de SP

Publicado em: 25/11/2021 5h23 - em Secretaria Municipal de Educação

Estudantes e professores em atividade na EMEF Amorim Lima

Estudantes da EMEF Amorim Lima realizam exposição sobre poluição luminosa

Publicado em: 24/11/2021 4h32 - em Secretaria Municipal de Educação

Professora de ensino fundamental em sala de aula

SME vai contratar 6.889 professores para diversas funções

Publicado em: 24/11/2021 2h15 - em Secretaria Municipal de Educação

banner de divulgação da VI Jornada Pedagógica

Profissionais da Educação Infantil participam da VI Jornada Pedagógica

Publicado em: 24/11/2021 11h39 - em Secretaria Municipal de Educação

1 2 3 1.210