Notícias

Professores da rede pública já podem se inscrever para o Prêmio Educador Nota 10

Inscrições seguem até 27 de maio; vencedores receberão vale-presente de R$ 15 mil

Publicado em: 10/04/2019 16h00 | Atualizado em: 30/11/2020
EducadorNota10_740x430 1.jpg

Já estão abertas as inscrições para a 22ª edição do Prêmio Educador Nota 10. A ação reconhece e valoriza os trabalhos realizados por Professores, Coordenadores pedagógicos e Gestores escolares das escolas públicas e privadas do país.

Nesta edição podem se inscrever Professores de Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio, Gestores, Coordenadores pedagógicos e Orientadores educacionais, com mais de 18 anos.

Uma comissão composta por especialistas, pesquisadores, orientadores de graduação e pós-graduação, além de formadores de gestores e professores irão analisar os trabalhos enviados.

Na primeira etapa, são escolhidos 50 finalistas. Entre eles, são selecionados os dez vencedores e, por fim, o Educador (a) do ano.

Premiação – Aos 10 vencedores, é oferecido um vale-presente no valor de R$ 15 mil, além de despesas pagas para participar de uma semana de imersão e da cerimônia de premiação em São Paulo. O Educador do ano, escolhido pelos jurados, recebe outro vale-presente no valor de R$ 15 mil. As escolas dos vencedores também recebem uma verba para celebração.

Inscrições – As experiências educativas podem ser enviadas pelo site premioeducadornota10.org/ até às 23h59 do dia 27 de maio.

Professores Premiados da Rede Municipal de Ensino – Na edição de 2018, três professores da rede ficaram entre os 50 finalistas: A Professora Luciana Alves (Ed. Infantil), realizou um trabalho na EMEI Antonio Lapenna estimulando o protagonismo das crianças no processo de organização de Mostras Culturais, a Professora Jacqueline Martins (EJA), também finalista na edição do prêmio de 2013, desenvolveu um trabalho com os estudantes do CIEJA Aluna Jéssica Nunes Herculano sobre a prática do esporte Tchoukball, e o Professor Marcos Ribeiro
(EJA), finalista entre os 10 vencedores, trabalhou a prática do maracatu com seus alunos no CIEJA Campo Limpo como forma de combater o preconceito.

Sobre o Prêmio – Criado em 1998 pela Fundação Victor Civita que, desde 2014, realiza a premiação em parceria com Abril, Globo e Fundação Roberto Marinho. Reconhece e valoriza professores da Educação Infantil ao Ensino Médio e também coordenadores pedagógicos e gestores escolares de escolas públicas e privadas de todo o país.

Notícias Mais Recentes

Relacionadas

Fotografia de grupo de jovens em participação de uma reunião

SME incentiva que estudantes, familiares e profissionais façam parte das instâncias de participação

Publicado em: 27/02/2024 12h36 - em Secretaria Municipal de Educação

Fotografia de cinco estudantes com a camiseta laranja do Imprensa Jovem. Três estudantes estão sentados em bancos altos em frente a uma estante de livros e a menina que está no meio segura um microfone e um celular. Todos olham para o celular. Em primeiro plano, de costas para o ângulo da fotografia, um menino manuseia o tripé em que está a câmera e o celular, atrás de sua camiseta laranja está escrito em preto Imprensa Jovem. Em frente a ele, e também de costas para o ângulo da foto, há mais uma estudante.
Design Sem Nome (1)

DRE Guaianases promove reunião de organização

Publicado em: 22/02/2024 4h37 - em Diretoria Regional de Educação Guaianases

Imagem dividida em 3 retângulos, cada um com imagens que fazem alusão à símbolos indígenas
Foto de um adulto, com camiseta do Fab Lab, escrevendo em uma lousa branca, crianças acompanhando , tanto em pé, ao lado da lousa, como sentados.

Rede Fab Lab Livre SP abre agenda de oficinas para estudantes e professores da Rede Municipal

Publicado em: 22/02/2024 11h30 - em Secretaria Municipal de Educação

1 2 3 4 1.428