Notícias

Professora ensina crianças interpretando personagens que marcaram a história

A cantora e atriz Carmen Miranda foi a personagem escolhida para dialogar com os alunos

Publicado em: 29/08/2017 12h26 | Atualizado em: 30/11/2020

carmen_heitor_740_x_430.jpg

Entre os meses de fevereiro e julho deste ano, a professora de educação infantil Carolina Laiza Boccuzzi, da Escola Municipal de Educação Infantil (EMEI) Heitor Villa Lobos, da Diretoria Regional de Educação (DRE) Ipiranga, trouxe para dentro da sala de aula a figura da personagem Carmen Miranda com intuito de dialogar com seus alunos alguns aspectos da cultura popular brasileira.

O projeto, intitulado Reavivando Carmen Miranda: a pequena notável para além da sala de aula, nasceu na época do carnaval pela busca da professora em trabalhar com um tema que representasse a manifestação da cultura popular brasileira e pudesse quebrar os estereótipos que as crianças já traziam para dentro da sala de aula. “Dentre os diversos carnavais que existem no Brasil, acreditei que trabalhar com a figura da Carmen Miranda seria uma forma significativa de abordar o assunto com as crianças”, observa Carolina.

O projeto tinha a previsão de ser trabalhado apenas no período do carnaval, porém acabou se estendendo por conta do interesse e participação dos alunos. “Eles cantavam as músicas de Carmen diariamente. O momento decisivo para que o projeto continuasse foi quando alguns pais vieram me relatar que as crianças estavam querendo saber mais sobre a vida de Carmen e pediam para procurar na internet. Ao me vestir, percebi que as crianças ficavam intrigadas e, ao mesmo tempo, encantadas”, diz a professora.

A escola e a comunidade atuaram como parceiros colaboradores do projeto, desde a interação com a turma, enquanto a professora se ausentava para se preparar com a personagem, até o processo de maquiagem e customização das roupas feitas pelas mães dos alunos.

De acordo com a fala da diretora da escola, Márcia Ferreira, na exibição da matéria em vídeo feita sobre o projeto, esse trabalho cria uma memória que a criança nunca mais vai esquecer. “Se um dia ela tiver uma referência e ouvir falar sobre a Carmen Miranda, dificilmente ela não terá a imagem da professora vestida, da música, da dança, de quem foi ela e o que ela fez”, comenta Márcia.

Em 2015, a professora havia se vestido de Frida Kahlo e já pensava em trazer para os alunos outras mulheres que influenciaram a história. “Percebi que trazer figuras femininas levanta questionamentos importantes com as crianças. No próximo projeto que estou realizando, vou trazer a figura de mais uma mulher que rompeu paradigmas. Neste novo projeto, estamos fazendo uma conexão entre a escola e o Fablab livre São Paulo e trabalhando o entorno da escola, que está próximo à Praça Ayrton Senna. Temos discutido sobre meios de transporte, educação para o trânsito e como podemos ressignificar a pista de carrinhos desativada dentro da escola”, revela Carolina.

Galeria de fotos

Notícias Mais Recentes

Relacionadas

Uma mãe amamentando uma bebê
Imagem com fundo verde onde se lê 18ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas - OBMEP - IMPA - Somando novos talentos para o Brasil
Whatsapp Image 2023 02 01 At 12.13.21

Reunião de Organização Inicial 2023

Publicado em: 02/02/2023 12h23 - em Diretoria Regional de Educação Guaianases

fotografia de uma mulher auxiliando crianças no processo de higiene Mães Guardiãs
Foto da reunião de planejamento

SME recebe entidades sindicais para diálogo das ações de 2023

Publicado em: 01/02/2023 11h03 - em Secretaria Municipal de Educação

1 2 3 1.311