Notícias

Primeira Semana de Literatura da EMEF CEU Cantos do Amanhecer

Escola promove atividades que valorizam leitores, leituras e autores

Publicado em: 20/09/2018 16h00 | Atualizado em: 30/11/2020

1_semana_literatura_740_x_430.jpg

Matéria produzida pela equipe de Imprensa Jovem da EMEF CEU Cantos do Amanhecer

Entre 17 e 20 de setembro, sob as lentes da Imprensa Jovem,
as letras estão a percorrer os corredores da Escola Municipal de Ensino Fundamental CEU Cantos do Amanhecer, forrando paredes inteiras, distribuindo abraços poéticos, espalhando contações encantadoras, trocando dedos de prosa, exibindo talentos teatrais, anunciando sentimentos aos quatro ventos, escrevendo, enfim, uma história “mais bonita do que a de Robinson Crusoé”…

Desde o início do terceiro bimestre, professores e estudantes têm se aventurado em textos literários diversos, de acordo com o ano escolar, e, na sequência, traçado, em linhas e imagens, suas produções próprias, as quais viram páginas e ilustrações para as paredes da escola e para as memórias da gente. Em vez da mórbida frieza de sua cor creme, as vivazes expressões estudantis incendeiam os corredores escolares. Além de crônicas, poesias, contos e lendas, surgem adaptações para o teatro e para os quadrinhos, dando outros horizontes às férteis imaginações e aos pulsantes corações de todos os envolvidos.

Como quem conta um conto e vai aumentando um ponto, essa narrativa vem ocupando espaços no decorrer do tempo cronológico e, por que não, psicológico, inserindo-se novas personagens, jamais simples tipos, mas sempre complexas. A equipe de Cultura do CEU oferece um espetáculo e a de Biblioteca uma oficina de poesias… E, não bastassem tais ações, o clímax se prenuncia com o ingresso de novas protagonistas nessa história tão bonita.

Um dos maiores poetas do país, Sérgio Vaz, em uma peripécia, está na abertura do evento, com um bate-papo sobre Poesia Contra a Violência na Escola, recitando poesias e debatendo com os adolescentes. Além dele, outros sete escritores para tornar, nos próximos capítulos, o enredo mais prazeroso: Marcos Rodrigues, ex-estudante, autor de Sentimentos embutidos e expostos, Zé Sarmento, alfabetizado aos 14 anos, autor de oito livros, Márcio Vidal, poeta e mestre pela USP, Rafa Ireno, escritor e doutorando pela USP, Camila Tardelli, escritora infantil, autora de Moiara, filha da terra e
finalista do Prêmio Barco a Vapor 2018, Hayara Alves, que participou de algumas antologias e criadora do Sarau Rap do CEU, e Dona Edite, a diva do Sarau da Cooperifa. (E, cá entre nós, Milena Rodrigues, que nem deixou os bancos escolares, mas tem texto publicado…)

Apesar de ter seu encerramento na próxima quinta, as nove apresentações teatrais, as duas exposições e o sarau promovidos por estudantes e professores vão dar um desfecho que, expirada a semana de literatura, será sem fim em nossos corações.

Notícias Mais Recentes

Relacionadas

Imagem de um notebook sobre uma mesa com a mão de uma pessoa que veste camiseta preta. Ao seu lado aparece a mão de outra pessoa.

Seminários do ciclo de escuta ativa das DREs São Mateus e Santo Amaro ocorrem nesta segunda-feira

Publicado em: 17/09/2021 6h27 - em Secretaria Municipal de Educação

Banner 8ª edição do Premio Educação em Direitos Humanos 2021
Banner do Educador em Destaque
Imagem com mosaico de sete fotografias de pessoas em uma reunião on-line.

SME tem semana de reuniões bilaterais com as entidades sindicais

Publicado em: 16/09/2021 8h49 - em Secretaria Municipal de Educação

825x470
1 2 3 1.189