Notícias

Prefeitura de SP deposita R$ 67 mi para parcela de fevereiro do cartão-alimentação dos estudantes

Valor de R$ 67 milhões foi distribuído entre 1.076 milhão de crianças e jovens que já frequentavam a rede municipal em 2020 ou se matricularam este ano

Publicado em: 25/02/2021 16h58 | Atualizado em: 25/02/2021
fotografia de mesa repleta de alimentos orgânicos

A Prefeitura de São Paulo depositou nesta quarta-feira (24) os valores do cartão-alimentação referentes ao mês de fevereiro dos alunos da rede pública municipal de ensino. Foram investidos R$ 67 milhões apenas este mês para garantir o pagamento às famílias de 1.076 milhão de crianças e jovens que já pertenciam à rede ou matricularam-se esse ano.

Para os beneficiários que já recebiam o auxílio, os valores estão sendo creditados nos mesmos cartões que foram entregues em 2020. No caso dos alunos que ingressaram na rede municipal em 2021, cartões-alimentação foram emitidos e estão sendo distribuídos pelas unidades escolares.

O cartão-alimentação é gerado no número do CPF da pessoa responsável pela criança que consta no ato da matricula. Independentemente do número de filhos que cada família tenha matriculados na rede, os créditos são depositados em um único cartão, registrado com o número do CPF dos responsáveis por elas.

O benefício foi criado em abril de 2020 para garantir a segurança alimentar dos estudantes durante o período de suspensão das aulas presenciais, quando a oferta de merenda também foi interrompida. Os valores do benefício são de R$ 101,00 (Centros de Educação Infantil), R$ 63,00 (Escolas Municipais de Educação Infantil) e R$ 55,00 (Escolas Municipais de Ensino Fundamental).

Mesmo com o retorno às aulas presenciais a partir do dia 15 de fevereiro, o prefeito Bruno Covas determinou que o auxílio continuasse sendo pago até que todas as unidades da rede retomem integralmente suas atividades. Hoje, as escolas municipais funcionam com capacidade máxima de 35% dos estudantes.

Entre abril de 2020 e janeiro de 2021, a Prefeitura de São Paulo destinou R$ 503 milhões para abastecer os cartões-alimentação. A partir de fevereiro deste ano foi assinado um novo contrato para dar continuidade à concessão do auxílio aos recém-matriculados.

As segundas vias do cartão-alimentação que tenham sido solicitadas em 2020 pelos responsáveis já foram emitidas e estão sendo entregues na escola onde a criança tem a matrícula ativa para a sequência do curso em 2021. O mesmo procedimento foi adotado para os alunos que ingressaram na rede este ano.

Se não conseguirem esclarecer alguma dúvida na escola onde seu filho estiver matriculado, os pais terão ainda a disposição o e-mail smecodaecartaoalimentacao@sme.prefeitura.sp.gov.br.

Notícias Mais Recentes

Relacionadas

EMEF cria escape room sobre mitologia grega para estimular o raciocínio lógico dos estudantes

EMEF cria escape room sobre mitologia grega para estimular o raciocínio lógico dos estudantes

Publicado em: 02/12/2022 1h47 - em Secretaria Municipal de Educação

foto ilustrativa de estágio

Prática de estágio em escola municipal é reconhecida pela Prefeitura de São Paulo

Publicado em: 02/12/2022 12h18 - em Diretoria Regional de Educação São Mateus

Educador Em Destaque

SME homenageia e premia professores da Rede Municipal no Educador em Destaque 2022

Publicado em: 01/12/2022 4h25 - em Secretaria Municipal de Educação

Uniceu

Quatro polos da Rede UniCEU estão com inscrições abertas para especialização gratuita

Publicado em: 01/12/2022 2h32 - em Secretaria Municipal de Educação

Fotofrafia de uma pessoa com jaleco branco segurando uma escova de dentes gigantes e conversando com uma criança e duas pessoas adultas ao lado dela. Todos estão sorrindo e sentados à mesa que também possui uma dentadura gigante sobre ela.

Secretarias da Saúde e da Educação oficializam Programa Saúde na Escola

Publicado em: 01/12/2022 1h08 - em Secretaria Municipal de Educação

1 2 3 1.300