Notícias

Prefeitura de SP abre 4 mil vagas para mães de alunos da rede municipal atuar nas escolas com bolsa mensal de R$ 1.386

POT Mães Guardiãs atuarão na busca ativa a fim de evitar a evasão escolar. Inscrições vão até 8 de fevereiro

Publicado em: 06/02/2023 16h52 | Atualizado em: 07/02/2023

 

Mãos

A Prefeitura de São Paulo abriu nesta segunda-feira, 6 de fevereiro, as inscrições para 4 mil vagas para participar do Programa Operação Trabalho – POT Mães Guardiãs, por meio do site http://www.bit.ly/novasvagaspotmaesguardias. As inscrições terminam nesta quarta-feira , 8 de fevereiro, às 18h.

O POT Mães Guardiãs foi ampliado de 4 mil para 5 mil beneficiárias, com bolsa auxílio no valor de R$ 1.386, além de aprimorada as atividades desenvolvidas pelas mães nas unidades escolares da rede municipal, a fim de evitar a evasão escolar.

A iniciativa realizada pelas Secretarias Municipais de Desenvolvimento Econômico e Trabalho e de Educação teve início em 2021, durante a volta às aulas na rede municipal de ensino, na fase crítica da pandemia, com o objetivo de garantir a aplicação dos protocolos de saúde aos alunos.

Cerca de 3 mil beneficiárias completam em março, dois anos de permanência no Programa Operação Trabalho, período permitido pela legislação que rege o POT. Para fomentar a volta dessas mães ao mercado de trabalho, o Cate – Centro de Apoio ao Trabalho e Empreendedorismo realiza, em fevereiro e abril, mutirões de emprego regionalizados a fim de ofertar oportunidades de trabalho para esse grupo.

“Vamos iniciar uma nova etapa do POT Mães Guardiãs, um programa que está inserido na comunidade escolar e que mudou a dinâmica da relação entre as mães e a rede municipal de ensino. São dois anos de muita dedicação de milhares de mulheres que puderam vivenciar essa experiência, que vai contribuir para a volta ao mercado de trabalho e geração de renda”, ressalta a secretária de Desenvolvimento Econômico e Trabalho, Aline Cardoso.

Inscrições POT Mães Guardiãs

Até a próxima quarta-feira, 8 de fevereiro, as mulheres interessadas em participar do Programa Operação Trabalho – POT Mães Guardiãs podem se cadastrar no site www.bit.ly/novasvagaspotmaesguardias. No formulário será necessário fornecer os dados pessoais, indicar a região de moradia e local que deseja trabalhar a fim de facilitar o cruzamento de informações pela equipe do Cate.

Após o recebimento das informações, a equipe do Cate realizará uma triagem para poder convocar até o fim de fevereiro as mulheres que atenderem às exigências do POT. Nessa ocasião, as pré-selecionadas entregam os documentos exigidos, comprovando as informações necessárias para a assinatura do termo de compromisso e responsabilidade nas unidades do Cate.

As interessadas precisam seguir critérios como idade entre 18 e 59 anos, ser moradoras da capital, desempregadas há mais de quatro meses e não estar recebendo neste momento o seguro-desemprego. Outras exigências são renda familiar de até meio salário mínimo por pessoa da família e ter filho matriculado na rede municipal de ensino ou pertencer à comunidade escolar.

As mulheres atuarão no projeto pelo período de 12 meses, com possibilidade de renovação pelo mesmo período. Irão contar com bolsa auxílio no valor de R$ 1.386 para uma carga horária de 6 horas por dia, totalizando 30 horas semanais, de segunda a sexta-feira. As beneficiárias que passarem na seleção irão atuar em equipamentos como EMEIs, Ciejas e CEIs distribuídos em 13 Diretorias Regionais de Educação na Capital, num raio de dois quilômetros entre a residência e o local das atividades.

A nova turma vai receber capacitação on-line pelo Portal do Cate e também apoio na formação em temáticas ligadas à área pela Secretaria Municipal de Educação.

Serviço

Inscrição para o POT Mães Guardiãs

Dias: 6, 7 e 8 de fevereiro (até às 18h)
Link: www.bit.ly/novasvagaspotmaesguardias

Perfil:

Pré-requisitos para participar da seleção:

• Ter entre 18 e 59 anos;
• Residir na cidade de São Paulo
• Estar desempregada há mais de quatro meses e não estar recebendo seguro-desemprego;
• Ter renda familiar de até meio salário mínimo por pessoa da família;
• Estar com a situação cadastral do CPF regular junto à receita federal.

Notícias Mais Recentes

Relacionadas

1 2 3 1.459