Notícias

Prefeitura de São Paulo lança programa Bolsa Jovem, que terá 5 mil vagas de capacitação profissional com auxílio de R$ 569

Voltada a pessoas em vulnerabilidade social, entre 16 e 20 anos, a iniciativa tem como objetivo evitar a evasão escolar na capital. As inscrições acontecem entre os dias 2 e 4 de dezembro

Publicado em: 02/12/2021 9h00 | Atualizado em: 20/12/2021

A Prefeitura de São Paulo recebe entre os dias 2 e 4 de dezembro inscrições para o Bolsa Jovem, programa que terá 5 mil vagas de qualificação profissional com bolsa-auxílio no valor de R$ 569,25 para jovens com idades entre 16 e 20 anos. A iniciativa é voltada a alunos da rede municipal de ensino, que estejam no nível médio ou no CIEJA – Centro Integrado de Educação de Jovens e Adultos.

O Bolsa Jovem tem como objetivo evitar a evasão escolar e preparar este grupo para o primeiro emprego ou recolocação profissional, com atividades que serão desenvolvidas no formato on-line na área administrativa por seis meses. As inscrições ocorrem pelo Portal Cate das 10h de 2 de dezembro até às 15h de 4 de dezembro.

O programa Bolsa Jovem é uma parceria entre as secretarias municipais de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Turismo, da Educação, dos Direitos Humanos e Cidadania e da Fundação Paulistana.

“O prefeito Ricardo Nunes solicitou essa parceria intersecretarial para reduzir a evasão escolar gerada pela pandemia e poder reter os jovens nas escolas a fim de que haja preparação adequada para a retomada das atividades econômicas de São Paulo. Com o avanço cada vez maior da população vacinada, novas oportunidades estão surgindo e exigirão profissionais capacitados para assumir os novos postos de trabalho”, destaca a secretária de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Turismo, Aline Cardoso. “Intensificamos nossas ações de qualificação em setores com potencial de contratação para que esses jovens possam ser absorvidos pelo mercado de trabalho e possam gerar renda rapidamente”, conclui.

Serão investidos mais de R$ 17 milhões para pagamento de bolsa-auxílio e contratação de oficineiros, que irão atuar como mentores e tutores dos alunos. O jovem selecionado terá a chance de se preparar para o mercado de trabalho com diversas ferramentas que o capacite para habilidades técnicas e socioemocionais para desenvolver performance adequada em processos seletivos e manutenção da vaga ao conquistarem uma oportunidade de emprego ou no empreendedorismo. Para essa formação, o programa Bolsa Jovem contará com tutores e mentores que irão auxiliar os beneficiários em temas como opções de carreiras; desenvolvimento do seu potencial; autoconhecimento; relacionamento no ambiente de trabalho; entre outros. O pagamento da bolsa-auxílio no valor de R$ 569,25, será condicionado à comprovação de pelo menos 85% de frequência nas atividades oferecidas pelo projeto.

“O programa é de enorme importância para auxílio e formação dos estudantes, principalmente neste período de pandemia. Esta parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Turismo é mais uma oportunidade de resgatar e auxiliar os jovens e adultos da nossa rede em suas aprendizagens e evitar a evasão escolar”, afirma Fernando Padula, secretário municipal de Educação.

Já para a secretária municipal de Direitos Humanos e Cidadania, Claudia Carletto, “é direito de todo jovem o acesso à educação, e por isso esta ação intersecretarial se torna tão urgente e necessária. Neste momento de fragilidade social a que estamos submetidos em função da pandemia da COVID-19, precisamos unir forças para que os direitos básicos dos jovens paulistanos sejam resguardados. Estou muito feliz em fazer parte desta iniciativa”.

Entre as áreas de aprendizado, que os selecionados terão acesso estão Administração de Empresas, em segmentos de finanças, marketing, logística e recursos humanos.

As aulas serão realizadas pelo Portal Cate com conteúdo autoinstrucional, ou seja, o aluno faz a gestão das aulas assistidas, podendo rever as atividades gravadas, quantas vezes necessitar. Os alunos receberão uma senha exclusiva da plataforma para ser direcionado ao ambiente do curso, que contará com módulos liberados periodicamente. Além do conteúdo programado, os alunos ainda receberão reforço escolar em Português e Matemática e orientações de tutores e mentores, uma vez por semana, em aulas ao vivo por duas horas. O projeto tem duração de seis meses, com carga horária de, no mínimo, 60 horas mensais.

Critérios para ingressar no Bolsa Jovem

Para participar, o jovem precisa atender aos critérios do programa como ter entre 16 e 20 anos no ato da inscrição, estar matriculada na rede municipal de ensino, no nível médio ou no CIEJA, estar desempregado, sem receber benefícios como seguro-desemprego, pertencer a famílias com renda per capita igual ou inferior a meio salário mínimo e residir no município de São Paulo. A iniciativa inclusiva ofertará 10% das vagas destinadas a jovens autodeclarados LGBTI, 6% para jovens com deficiência e 6% para jovens imigrantes e/ou refugiados.

As inscrições serão feitas on-line pelo Portal Cate e os pré-aprovados serão comunicados por SMS e e-mail para comparecer nos dias 7, 8 e 9 de dezembro a uma das 17 unidades do Cate – Centro de Apoio ao Trabalho e Empreendedorismo, das 8h às 17h com documentos como RG, CPF, Carteira de Trabalho, comprovante de residência e declaração de matrícula ou histórico escolar da rede municipal de ensino, além de cópia simples de cada. Os menores de 18 anos devem comparecer às unidades do Cate acompanhados de um adulto responsável.

Os inscritos que forem pré-selecionados deverão assinar um termo de compromisso e responsabilidade nas unidades do Cate e no local receberão orientação sobre o Portal Cate.

 

Serviço

Inscrições para o programa Bolsa Jovem
Dias: de 2 a 4 de dezembro
Portal Cate

Entrega de documentos para pré-aprovados
Dias: 7, 8 e 9 de dezembro
Horário: 8h às 17h

Lista de documentos obrigatórios que devem ser entregues no dia da contratação

• RG original e cópia simples
• CPF original e cópia simples
• Carteira de trabalho e cópias das páginas que constam a foto e o último emprego
• Comprovante de residência
• Declaração de matrícula ou histórico escolar

Endereços dos Cates

Zona Central
Cate Central – Av. Rio Branco, 252

Zona Sul
Cate Interlagos – Av. Interlagos, 6122
Cate Santo Amaro Endereço: Praça Floriano Peixoto, 54
Cate Cidade Ademar – Av. Yervant Kissajikian, 416
Cate Parelheiros – Estrada Ecoturística de Parelheiros, 5252

Zona Noroeste

Cate Brasilândia – Av. João Marcelino Branco, 95
Cate Jaçanã – Rua Luis Stamatis, 300
Cate Lapa – Rua Guaicurus,1000
Cate Pirituba – Av. Dr. Felipe Pinel,12
Cate Jaraguá – Estrada de Taipas, 990
Cate Perus – Rua Ylídio Figueiredo, 349

Zona Leste
Cate Vila Prudente – Av. do Oratório, 172
Cate Cidade Tiradentes – Rua Milagre dos Peixes, 357
Cate Itaquera – Rua Augusto Carlos Bauman, 851
Cate Sapopemba – Av. Sapopemba, 9064
Cate Guaianases – Rua Hipólito de Camargo,479
Cate Itaim Paulista – Marechal Tito, 3012

Início das atividades on-line para aprovados
Dia: 10 de dezembro
Portal Cate

Notícias Mais Recentes

Relacionadas

mão feminina preenchendo gabarito de prova de concurso
ilustração de crianças usando uniforme escolar azul e branco, com silhueta da cidade ao fundo com balões representando idiomas variados simbolizados pelas bandeiras dos países.

Estudantes da Rede Municipal de SP podem manifestar interesse em aprender idiomas no CELP

Publicado em: 19/01/2022 11h05 - em Centro de Estudos de Línguas Paulistano

Imagem de uma mão sobre o computador.

SME abre processo seletivo interno para coordenador de Polo UniCEU

Publicado em: 14/01/2022 5h27 - em Secretaria Municipal de Educação

fotografia de professora atendendo um garoto em sua mesa. Todos usam máscara facial.

SME publica classificação definitiva dos candidatos para eventual contratação

Publicado em: 14/01/2022 10h30 - em Secretaria Municipal de Educação

fotografia de dois notebooks sobre uma mesa
1 2 3 1.211