Notícias

Prefeitura de São Paulo apresenta o Programa São Paulo Integral

Programa ampliará possibilidades de experiências, saberes e práticas de educadores e educandos nas Unidades Educacionais

Publicado em: 09/03/2016 12h04 | Atualizado em: 30/11/2020
programa_sp_integral_740_x_430.jpg

Aconteceu nesta sexta, 5 de fevereiro, na sede da Prefeitura de São Paulo, a solenidade de anúncio do Programa São Paulo Integral, que apresenta proposta de Educação Integral em tempo integral enquanto política pública de educação no Município de São Paulo a partir do mapeamento do que já vem sendo feito na Rede Municipal de Ensino por meio dos Programas “Mais Educação Federal” e “Mais Educação São Paulo” e reorganiza a matriz curricular de modo a possibilitar que as aulas da base nacional comum, da parte diversificada e das experiências pedagógicas que compõem os Territórios do Saber, sejam distribuídas ao longo da jornada do educando, quebrando a lógica turno/contraturno.

O Prefeito Fernando Haddad ressaltou o movimento, proposto por meio do Programa São Paulo Integral, de saída de um modelo mais restrito de ampliação da jornada fora da escola para dentro da escola, com responsabilidade e com currículo para educação em tempo integral. “Isso é um ganho expressivo para as famílias e, sobretudo, para os educandos que vão se manter na escola por mais tempo em um programa mais aberto do ponto de vista curricular, que vai garantir desenvolvimento humano cognitivo e afetivo mais amplo”, disse o Prefeito.

Adesão – Entre as 110 unidades que estão participando do novo modelo, 37 são Escolas Municipais de Educação Infantil (EMEIs) e 73 são Escolas Municipais de Ensino Fundamental (EMEFs). A iniciativa começa no Ciclo de Alfabetização. atendendo o total de 16.190 estudantes.

O Secretário Municipal de Educação, Gabriel Chalita, falou sobre as possibilidades de avanços e de melhoria da qualidade de educação por meio do Programa São Paulo Integral. “Sua implantação é a melhor solução para o desenvolvimento de crianças e de adolescentes. Ao passar mais tempo na escola, o aluno se dedica com mais afinco aos estudos, aprende melhor, se socializa, pratica atividades lúdicas e esportivas, se alimenta adequadamente, se sente capaz e acolhido. É cuidado integralmente”, afirmou Chalita.

Para a Secretária Adjunta Municipal de Educação, Emilia Cipriano, o lançamento do Programa São Paulo Integral representa um marco na história da cidade de São Paulo. “Quem educa na integralidade, aprende a cuidar. E num tempo onde as pessoas estão tão esquecidas de pensar no ser humano de forma inteira e de ter coragem de professar o direito que essas crianças e adolescentes possuem, sem dúvida nenhuma esse é um ato de coragem, de muita luta, de muita ousadia”, disse a Secretária Adjunta.

Recursos humanos e financeiros – As Unidades Educacionais de Ensino Fundamental que aderiram ao “São Paulo Integral” ou ao “Mais Educação MEC” poderão designar um professor para exercer a função de “Professor Orientador de Educação Integral (POEI)” além de poder ter acrescidos os repasses do Programa de Transferência de Recursos Financeiros (PTRF) em até 30%.

Consulta pública – Entre os dias 17 e 30 de novembro de 2015, a SME apresentou para consulta pública o documento com as diretrizes do Programa São Paulo Integral. O material ficou disponível no site da São Paulo Aberta para receber sugestões da população da cidade e contou com mais de 50 mil participações, entre visualizações, contribuições e comentários nos diferentes canais de comunicação, tanto da Secretaria Municipal de Educação quanto da São Paulo Aberta.

Foram feitas também duas audiências, que reuniram mais de 1.100 profissionais da educação, dezenas de debates nas DREs e nos Conselhos de Escola envolvendo diversos segmentos que contribuíram com a redação final da Portaria 7464/2015, que instituiu o São Paulo Integral.

Saiba mais

São Paulo Integral já começou!

São Paulo Integral – Devolutiva da consulta pública

Programa São Paulo Integral – Perguntas mais frequentes

Documento Orientador – “São Paulo Integral – ampliando e construindo novos caminhos pedagógicos”

Carta entregue no lançamento do Programa

Portaria Nº 7.464, de 03 de dezembro de 2015, que institui o programa “São Paulo Integral”

Notícias Mais Recentes

Relacionadas

Estudantes surdos fazem filmagens utilizando câmera filmadora - Cinema

Alunos surdos da EMEF Candida Dora Pino Pretini produzem curta-metragem

Publicado em: 29/11/2022 4h41 - em Secretaria Municipal de Educação

Banner do Festival De Mancala

SME promove festival de jogo de origem africana que reúne mais de mil estudantes e educadores

Publicado em: 29/11/2022 3h00 - em Secretaria Municipal de Educação

Mulheres na sala de aula de Confeitaria. Elas estão de frente para mesa coletiva e manuseiam uma massa em forminhas. Também usam máscara de proteção individual, avental e touca.

Inscrições abertas para as turmas de 2023 dos cursos gratuitos profissionalizantes dos CMCTs

Publicado em: 28/11/2022 11h50 - em Secretaria Municipal de Educação

Cowparede - fotografia de esculturas de vacas pintadas por artistas

CEU Paraisópolis recebe exposição CowParade

Publicado em: 25/11/2022 1h01 - em Secretaria Municipal de Educação

Fotografia de grupo de estudante tocando instrumentos de percussão

EMEF Imperatriz Leopoldina forma ritmistas com ‘batucada’

Publicado em: 25/11/2022 10h00 - em Secretaria Municipal de Educação

1 2 3 1.299